quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Porque é que as louras se divertem mais?

"Natural blonds have more hairs on their heads than redheads or any shade of brunette. A blond has about 120,000 strands of hair, while a redhead has about 30 percent fewer strands—about 80,000. Brunettes are somewhere in between the two."

... e pronto! Ficamos a saber que as louras se divertem mais porque têm mais cabelos na cabeça que as ruivas e as morenas... ... ... daí que possivelmente canalizem grande parte da energia da cabeça para manter a cabeleira e não para pensar!

P.S 1: Fonte: a aplicação que tenho num canto deste desorganizado blogue e que debita pedaços de conhecimento inútil como se não houvesse amanhã.

P.S 2: Antes que a loura com PhD e outras que frequentam aqui o tasco reclamem, eu não sou "cabelista". Mas realmente ando com falta de tempo, paciência e inspiração para escrever seja o que for com substância.

14 comentários:

NI disse...

Bom, pelo menos aprendi qualquer coisa.


Só tenho uma dúvida: a minha cabeleireira queixa-se que tenho cabelo até dizer chega. Mas sou morena. Afinal, sei divertir-me, ou não?

Na confirmação da palavra tive que escrever "nonssiz". Não sei se é indicativo de algo...

Abobrinha disse...

Pois... na volta temos que perguntar à tua cabeleireira... a não ser que ela seja loura!

Nonssiz... é muito à frente!

Eu Mesma! disse...

ora bem...
eu sou morena... isso quer dizer que nao me sei divertir??????

pois claro!!!!!!!!!

Ana disse...

Epá, eu sou uma morena a atirar para o ruivo ou uma ruiva a atirar para o moreno, e com muuuiito cabelo!! Fiquei confusa agora...:-)

Abobrinha disse...

Eu Mesma

... é assim... na volta nós, as morenas divertimo-nos e ainda conseguimos fazer mais um monte de porcarias, por isso não é o que salta mais à vista. De qualquer modo, tu em particular divertes-te imenso que eu sei! E assim é que é!

Abobrinha disse...

Ana

Independentemente do número de folículos capilares que tenhas, quer-me parecer que com um cabelo desses te divertirás imenso!

JP disse...

O que tu me arranjas... lá terei que começar a contar o número de cabelos por cm2. Que trabalheira!

E as calvas?
Que parvoice, quem fez tal estudo?

Chinook disse...

cabelos, como são engraçados...

gosto de ver uma cabeleira farta e adoro ver uma mulher sem cabelo (existem algumas que ficam excepcionalmente belas)...

portanto o problemas das loiras se divertirem mais por causa do cabelo não é uma máxima...

acima de tudo tem a ver com a tez - o tipo de pele mostra muito facilmente a sua boa ou má saúde o que não acontece com as morenas ou ruivas o que leva a uma associação rápida do contexto límbico masculino no processo namoradeiro...

ando a escrever muitos disparates, já que eu gosto mesmo é de morenas...

Abobrinha disse...

JP

A fonte foi a só a aplicação que debita conhecimento inútil ali ao canto.

Eu não me incomodo em contar o número de cabelos: avalio pela cor. E se não me agrada... mudo a cor do cabelo!

Abobrinha disse...

Chinook

Disparates é a especialidade deste blogue: estás no sítio certo!

Blondewithaphd disse...

Viste, viste, como tinha de haver um fundo científico para a coisa? Nada como a ciência para explicar estas verdades universais! :)

Abobrinha disse...

Blonde

... Blondescience! Devia ser um ramo reconhecido da ciência e com financiamento próprio! Mais que não fosse com patrocínio de marcas de tinta para cabelo!

Uma tal de Patrícia disse...

Há aqui qualquer coisa que não encaixa. Eu sou morena, moro na Suécia. Os/as cabeleireiros/as que visito aqui espantam-se sempre com a quantidade de cabelo que tenho, "uau, tanto cabelo, e tão espesso, até dá gosto", etc. Obviamente, estão habituados a reluzentes e parcos cabelos louros!
Ora em Portugal acontece-me sempre o contrário... a minha cabeleireira sempre achou que eu tinha pouco cabelo, e muito fino. E a verdade é que não possuo taaaanto cabelo que tenha de o acachapar para poder sair à rua, bem pelo contrário.
Mas como o meu PhD não é em cabelos, fico-me por aqui, pensando se não terá sido o ar frio a desenvolver mais cabeleira... ou se os standards são diferentes.

Abobrinha disse...

Patrícia

Esquece a cabeleireira e concentra-te nos gajos suecos. Isso sim, tem interesse... independentemente da quantidade de folículos capilares que tenhas!

Se não gostares de suecos, vai à Dinamarca: aqueles homens são de sonho...