domingo, 20 de março de 2011

O que o mundo precisa mesmo é de badalhoquice e eu de 580 mil euros!

Estou farta de pessoal a queixar-se da falta de dinheiro! É nestas alturas que, mais que nunca, me apetece ter muito dinheiro, que é para me servir de almofada para estas eventualidades, moderados actos de solidariedade e despesas módicas em cosmética e bem estar. Vai daí decidi que vou para o Brasil, com coragem e um argumentário de peso para obter essa verba.

É que a Maria Bethânia vai receber esse dinheiro para fazer um blogue chamado "O mundo precisa de poesia".

"No site do Ministério da Cultura, o projecto é descrito como um calendário virtual, que apresentará ao público 365 vídeos diários, “pílulas diárias” de “pura poesia”. “Uma forma democrática e idealista de levar a poesia à vida das pessoas por meio da mais potente ferramenta de comunicação do mundo actual”, descreve ainda o site do MC, onde se podem ler os pormenores do projecto."

Pílulas diárias? Fogo, eu bem sabia que os medicamentos estavam pela hora da morte, mas realmente avaliei o prejuízo muito por baixo! Ou então é por ser poesia pura que fica mais caro. Não sei: sou um bocado surda do olho esquerdo para a poesia, mas acho que as adulterações deviam sair mais caro, nem que fosse só preço de custo sem incluir mão de obra de as misturar. Ou será a sobretaxa por idealismo?

Ora eu, que sou pragmática, acho que o que o mundo precisa é de badalhoquice! A poesia não dá de comer a ninguém (pelos vistos com a flagrante excepção da Maria Bethânia), os poetas estão sempre falidos e/ou deprimidos, geralmente por amores não correspondidos e já estou farta de pobres e deprimidos. É deprimente (por assim dizer) e estão tesos no sentido errado e pouco produtivo da coisa. A badalhoquice, em contrapartida, só faz bem, é produtiva, gera valor acrescentado e não engorda (pelo menos nada que não se resolva com uns meses e uma pequena intervenção médica no final). Sendo este blogue dedicado à badalhoquice, não estou a ver melhor candidata que eu para empreender esta tarefa. E para receber o guito. Aceito cartões de crédito, pay pall, mas não desdenho de umas notitas por debaixo da mesa, tax free. Não que esteja a insinuar que a Maria Bethânia tenha feito trafulhice, claro! Ao menos, se fez, fez a coisa às claras, que é como a gente gosta!

Acho que vou é aumentar ligeiramente os meus honorários, porque com a minha branqueza preciso de mais dinheiro para protector solar do que se trabalhasse em Portugal. Estimo que aí mais uns 10 827 euros cheguem, mas eu arredondo isto para 10 000: não sou de chular as pessoas e sou amiga do meu amigo. E quem paga 580 mil euros por um blogue de poesia, pode bem com mais 10 000 no lombo!

18 comentários:

NI disse...

Aceitas sócias?

Abobrinha disse...

Claro! 580 mil euros para cada dá a módica quantia de 1 160 000 euros para as duas. Mais despesas de "branqueza". Trocos, portanto!

Eu Mesma! disse...

Eu cá estou farta de miuta coisa mesmo... :(

Bloguótico disse...

Hummm... uma badalhoquice carota mas justificada, já agora! :p

Abobrinha disse...

Eu Mesma

... boa parte dessas coisas resolvia-se com 580 mil euros + ajudas de "branqueza" e badalhoquice à discrição, certo? Jovem, junta-te a nós! Tenho a certeza que haverá verba para toda a gente. É só questão de saber a quem pedir.

Abobrinha disse...

Blogótico

Caro? Eu não acho nada caro! Especialmente (e talvez exclusivamente) porque não sou eu a pagar, claro! Mas é justificadíssimo!

Joaquim Simões disse...

http://aperoladanet.blogspot.com/2011/03/no-dia-mundial-da-poesia-3.html

E beijinhos para quem sabe tão bem escrever poesia e denunciar o pechisbeque.

Abobrinha disse...

Joaquim

Olha, nem foi sequer de propósito que publiquei isto na véspera do dia mundial da poesia. À minha maneira, é a minha homenagem!

GATA disse...

Há gente com sorte!!! Só a mim ninguém me convida para nada!!! Nem me pagam nada!!!

Abobrinha disse...

Gata

Eu bem me fiz convidada, mas não tive sorte nenhuma, porque continuo sem ver o dinheiro. É que com estes conhecimentos nem era preciso ganhar o Euromilhões...

Ultima Thule disse...

Bocage escreveu muita badalhoquice com a sua poesia e também morreu pobre...

Abobrinha disse...

Ultima Thule

Tens toda a razão e é perfeitamente injusto. É por isso que eu escrevo em prosa e me viro para o outro lado do atlântico!

À cautela, mantenho o meu emprego...

JP disse...

"Abo!"
O que andas a fazer com os 10000?
Beijinhos :-)

Vaquinha29 disse...

É mesmo uma injustiça muito grande, e se soubesse tinha-me dedicado à poesia.
O máximo que consigo por fazer um broche com todos são 20 euros.
Porca miséria.
Vaquinha...

Abobrinha disse...

JP

Não ando a fazer boa coisa, com isso podes contar!

Abobrinha disse...

Vaquinha... 29? Damn! Se fosse 69 tinha mais impacto!

Um broche com todos a 20 euros? Bem... já estás a contar com a nossa saída do euro e um escudo em valente depreciação cambial.

Já agora, com todos o que é? Em ouro, com pedras preciosas e design XPTO? As peças de joalharia são um mundo!

Blondewithaphd disse...

Eh pá, e o meu blog precisa de botox. "Portantos", também me dava jeito uns 580 mil euritos.

Vaquinha29 disse...

Não, querida: são só mesmo 29.
Um broche com todos. Pois, não sabes o que é.
Eu até te explicava mas não quero ser a responsável pela perda da tua santa inocência.
Uma santa Páscoa para ti.
Vaquinha...