quinta-feira, 30 de abril de 2009

Post final sobre o meu aniversário cigano - o teorema do valor médio

Eu já soube o que era isto... mas não me recordo. Mas lembro-me de adorar estas coisas e de ser relativamente competente nelas! E ter que fazer uma específica de Matemática 10/12 perfeitamente sinistra, mas para a qual me deu algum gozo preparar-me. Recorramos à Wikipédia então:

"Em matemática, o teorema do valor médio (também conhecido como Teorema de Lagrange) afirma que dada uma função contínua f definida num intervalo fechado [a,b] e diferenciável em (a,b), existe algum ponto c em (a,b) tal que

Geometricamente, isto significa que a
tangente ao gráfico de f no ponto de abcissa c é paralela à secante que passa pelos pontos de abcissas a e b."
E não, secante não é a Matemática. Secante é uma recta que só passa num ponto de uma curva!

Pois vem isto a propósito da distribuição dos votos no dia do meu aniversário: eu estava a contar que vocês fossem para o valor do meio! Ou isso ou para os dois extremos. E no fundo, vocês fizeram... "ambos os dois", deixando ali umas falhas no dia 26 e no dia 29! O 25 de Abril ganhou, mas foi por pouco!

Tinha um professor na Faculdade que tinha uma teoria em como os alunos liam nos aparelhómetros sempre em volta de um número. Número esse que oscilava! E lá foi ele, laboriosamente colher os últimos números de leituras de alunos, para descobrir que mudavam periodicamente de 5 para 2, para 3 ou para 4, conforme ele refilava que a estimativa era sempre à volta do mesmo valor... ... uma estatística fascinante que serviu para saber duas coisas: que a mulher lhe dava pouco que fazer e que ele não tinha um blogue (o que é sinistro mesmo é que isto ainda foi nos tempos em que se fazia tudo à pata!).

Ou isso ou o meu professor sabia que a Matemática pede... ... quero ouvir-vos dizer... não estou a ouvir... mais alto ainda... MAMAS!!! Estão a ver como vocês sabem?

Hoje o menu "mamal" consiste de duas obras de arquitectura (o que foi? É preciso uma estrutura altamente calculada para fazer aqueles decotes!) e duas de veterinária. Concretamente, coelhas.

Ora a coelha nº 1 é a Cláudia Jacques e a coelha nº 2 a Margarida Gonçalves. E não me perguntem quem é uma nem quem é a outra, que eu não sei! Sei que a Storyteller mostrou aqui a exploração de cunicultura (não estou a gozar: criação de coelhos é cunicultura!) e levantou (salvo seja) o debate sobre se a Margarida merece ou não ser Playmate de Maio porque não tem mamas.

E eu reabro o debate! Com um acrescento: Maio é o mês de Maria! Não de Cláudia nem de Margarida, pelo que não me parece bem! Mas pronto, estamos em democracia é o que dá! Outra coisa: quem é que a Cláudia está a mandar calar? E as mamas, serão dela?

Então e isto é um post de aniversário?? Who cares? Tem mamas, um discurso incoerente e incentivo ao debate sobre mamas... não chega?

Ah, e aceita-se mais prendas!!! A Ni Já me deu uma ontem e está o máximo! Obrigada, linda!
NOTA: Não tenho a certeza se em termos educativos sou boa ou má influência! Por um lado defendo que a Matemática é fascinante, mas por outro posso estar a criar tarados sexuais! ... digo eu que até ao nível certo de tarado a coisa até é boa! E gostar de mamas nunca fez mal a ninguém!

24 comentários:

Storyteller disse...

Eu já te enviei a minha prendinha... Não recebeste?
Quanto à Matemática... me gusta mucho! E gráficos de funções então?
Mamas! 'Bora lá então falar de mamas!
As obras de arquitectura sim senhora, concordo!
A Cláudia Jacues é uma antiga modelo e é RP. É natural do Porto, por isso já a deves ter visto por aí! Ah! E tem 44 anos e as maminhas não são dela!
A outra moçoila... pois ninguém sabe quem é! Mas já correm apostas sobre quando é que vai aparecer com mamas novas!!! Não queres fazer uma sondagem sobre isso?
E eu continuo na minha: Playmate que é Playmate ou tem mamas ou não é Playmate nenhuma!

NI disse...

1º O que sou relativamente à matemática?

R. O mesmo que um burro a olhar para um palácio.

2ºO que sinto relativamente á questão das mamas?

R. As minhas são grandes mas a minha cara metade não se queixa.

3º Em que dia fazes anos?
R. Porra, isso gostava eu de saber, tal é a confusão que criaste. Mas, sabes que mais? Dou-te os parabéns outra vez. Nalgum dia hei-de acertar.

4º Aproveitando este blogue queres dizer mais algumas coisa?
R. Sim. Storyteller, que raio fazes ao teu blogue que sempre que tento aceder bloqueia-me o computador?Ainda consigo ler alguma coisa mas comentar...vai no batalha!

Salto-Alto disse...

LOOOOOL! Só tu! Os teus posts são demais!

Storyteller disse...

Ni, pois não faço a mínima ideia!
Acho que está demasiado pesado!
Vou arquivar algumas coisas...
;)

Joaninha disse...

Vim deixar-te aquilo que tu sabes.

Beijos

Abobrinha disse...

Só para responder à Storyteller, que vou ter que sair e não sei quando volto: recebi, mas não tive tempo para te agradecer. De qualquer modo, algures este fim de semana colocarei outro post a agradecer as várias prendas que me deram. Online e offline!

Caranguejo disse...

Finalmente um post quase todo ele dedicado a mamas pouco badalhoco mas com mamas:)…

Só mesmo a playboy tuga é que arranja problemas com as suas playmates quem será o editor desta revista eu pergunto? Pensar colocar a Margarida Gonçalves como playmate? Não posso, estou com a story playmate sem mamas onde já se viu…estamos em crise ok, mas não haverá por ai moçoilas com argumentos maiores…digo melhores….

Assim como assim abobrinha olha muitos parabéns pode ser que seja hoje o dia real dos teus anos:)

Eu Mesma! disse...

Pois minha linda...
eu cá não tenho jeitinho nenhum para prendinhas virtuais mas...

já te felicitei directamente!

:)

eu adoro matematica mas.. confesso que já não me lembro nicles do teorema....

ManUel disse...

aquela tábua como playmate? onde isto vai parar... ponham-lhe um par de chuchas como deve ser, ou entao quando lançarem a revista, façam trabalho de photoshop!!!!

Abobrinha disse...

Storyteller

Cláudia Jacques... ... não, "doesn't ring a bell". E nunca a vi no Porto (acho eu). E na volta também é "empresária"! Isto porque TODOS os famosos são "empresários", embora não se saiba bem de quê! Excepto o meu Joaquim, que é modelo e DJ. E bom todos os dias!

Sondagem... boa! Vamos nessa!

Playmate é uma companheira de brincadeiras. Pois se não tem com que brincar, torna-se logisticamente complicado, certo? Estás tão cobertinha de razão que ainda apanhas uma hérnia!

Abobrinha disse...

Ni

Os burros são animais dóceis e amorosos. Tenho alguns posts com burros e gosto deles todos (posts e burros).

As mamas são como as pilas: o que interessa é o que se faz com elas.

Eu sou perita em armar confusão! Não sei se é do ano em que nasci ou se é mesmo jeitinho natural! Estou inclinada para a última hipótese, mas desculpo-me sempre com a primeira!

Abobrinha disse...

Salto Alto

Continua! Estou mais precisadinha de bajulação que o costume!

Abobrinha disse...

Joaninha

Um bolo??? HAHAHAHA!

Abobrinha disse...

Caranguejo

Pois não sei o critério para pôr a Margarida como Playmate. Na volta tem as mamas pequeninas mas trabalhadoras...

Abobrinha disse...

Eu Mesma

Olha, nem eu me lembro de nada daquilo... mas soube-me bem pensar que um dia fui inteligente!

Abobrinha disse...

Manuel

Realmente, como é que ninguém se lembrou de AO MENOS dar um photoshopzinho naquilo?

... mais preocupante é pensar que AQUILO já possa ser depois do Photoshop! Scary!

Piston disse...

Peço desculpa por me ter escapado um tema que me é tão querido: mamas.

Aposto que foi aí que tiveram origem das duas grandes guerras.

Ricardo disse...

:/ tu complicas um bocado as coisas... A formula que tens aí é para se saber o valor da derivada num ponto. E a derivada num ponto é tambem o valor da tangente nesse ponto... :/

Abobrinha disse...

Piston

Estranhamente cheguei atrasada ao teu comentário. Mas nunca chegas atrasado ao tema: há sempre mais mamas fresquinhas a sair.

Pois nisso das guerras eu concordo: uma começou na mama esquerda e outra na mama direita. As más línguas falam de não sei o quê de uma posição de perder a guerra, mas eu ainda não percebi o que é que isso é porque sou uma mulher solteira.

Abobrinha disse...

Ricardo

Não complico nada: isto era só uma boa desculpa para ter um post acabado em mamas. OK, já dei menos voltas para postar mamas. Mas de vez em quando gosto de variar ;-)

Piston disse...

Grrrrrr... Mamas...

Nuno Coelho disse...

Ao que eu cheguei, comentar um post um ano depois. Mas foi um ano complicado para mim...

Achei piada ao facto de como as mamas varreram por completo a questão matemática. E nem uma única pessoa observou que a secante corta uma curva em dois pontos, a tangente é que só intercepta num. Mas quem é que vai notar este deslize, com todo o mamalhal que se segue?

Nuno Coelho disse...

Ah, e esqueci-me de mencionar outra coisa: excelente selecção de mamas, digam o que disserem os outros comentadores. E concordo contigo, não é realmente o que se tem, é aquilo que se faz com o que se tem.

Abobrinha disse...

Nuno

E ainda vieste perfeitamente a tempo!

Ora bem, no dia em que a matemática for mais importante que as mamas, o mundo está perdido. Mesmo: logisticamente a coisa... you know... não passa à operação de multiplicação!

Acho que me enganei na questão da secante porque "dois" aqui tinha uma conotação de par. De mamas, para ser mais exacta. Possivelmente foi por isso que achei que "secante", no sentido de "seca" seria mais lógico para a tangente, que só intersecta a recta num ponto. Isso e ter-me distraído...

E foi uma excelente selecção de mamas! As grandes e as pequenas! As "bochechas" da outra também não ficaram a destoar!