domingo, 9 de agosto de 2009

Os peidófilos

Sim, leram bem: os peidófilos! Os amigos ou simpatizantes do flato!

Não se iludam: as mulheres também se peidam! Eu sou mulher. Logo, eu também me peido. Não é um orgulho mas uma necessidade fisiológica ocasional. Mas há regras! A saber:

1. Usar do menor volume possível;
2. Tentar manter uma alimentação que reduza a frequência e odor ao mínimo indispensável ao normal funcionamento dos órgãos internos;
3. Não praticar o flato em presença de outros;
4. Não me rir quando outros se peidam;
5. Em absoluto caso de necessidade, ir para a casa de banho ou algum sítio onde não incomode ninguém e... pronto. Porque ninguém se peida porque quer, mas porque tem mesmo que ser.

Percebe-se que uma pessoa está casada ou perto disso quando já tem intimidade para dizer "com licença, estou aflitinho/a" e... arrume-se quem puder que aí vai bufa! O casamento já é de algum tempo quando primeiro vem a bufa e só depois o "desculpa, estava aflitinho/a". A altura para marcar o divórcio chega quando o peido vem solitário, sem um pedido de desculpas ou só um olhar de desprezo como quem diz "já sabes que eu me peido, para que é que estás a olhar?".

Dito isto, qual a justificação para levar com bufas de desconhecidos? Ontem ia eu na rua, a dar uma longa e (pensava eu) saudável caminhada quando apanho com um longo e sonoro peido de um cidadão de idade algo avançada. Ia eu 4-5 metros atrás dele. Ele olhou para um e para o outro lado e não me viu. É normal: o olho de trás fala (e alto!) mas não vê! Passados 2-3 metros do local do crime... rebenta um outro ainda mais sonoro e prolongado! Fogo, vai peidar-te para tua casa!

Desta vez o cidadão conseguiu-me ver. Em parte devido ao alargar do ângulo de busca, em parte devido a eu ter feito um ruído de tosse ligeira/sinal de presença, em parte porque acelerei o passo. Ele abrandou, o que me indicou com segurança que a libertação de gases não acabaria por ali e que me quereria poupar ao seu alívio, e eu ultrapassei-o.

Moral da história: tenho que andar mais de carro, porque andar a butes definitivamente faz-me mal! Mas tenho para mim que peidos deliberados em público deviam ser de algum modo punidos.

46 comentários:

Ricardo disse...

hooooooooooo contra atacavas! ias para a frente dele e pummmmmmmmmmmmmmmmmm



fui


puf

Chocolate disse...

Xiça!!!

Mas o que foi isso um encontro imediato de 3º grau!

Bjs

Icon disse...

Ahahah!
Tu é que estavas, claramente, a mais...
Mas, ao ler este post e comparando-o com o do ninja! de aqui há uns tempos sobre o mesmo assunto, notam-se as diferenças intrínsecas entre homens e mulheres...

Fada disse...

Lol

Abobrinha, estou contigo, subscrevo cada regra que enumeraste!!!

E concordo com o Icon, sobre o tal post do Ninja!... Lol

Beijitos e que os flatos NÃO estejam contigo!!! :p

Abobrinha disse...

Ricardo

E achas que eu não pensei nisso? Mas havia duas coisas:

1. Não tinha comido nada que produzisse o efeito desejado;

2. Uma senhora não se peida. Ou melhor, peida, mas nunca o assume em público! ... é lixado, não é?

Abobrinha disse...

Chocolate

A quem o dizes! E eu que estava na minha vidinha, sem fazer mal nenhum a ninguém!

Abobrinha disse...

Icon

Agora que falas no assunto, pensei no post do Ninja... realmente as diferenças entre homens e mulheres são também nestas pequenas/grandes coisas!

Abobrinha disse...

Fada

Agora temos que tornar as minhas regras em lei e punir os prevaricadores. Apredrejamento público parece-me perfeitamente razoável, não achas?

Caranguejo disse...

Já me aconteceu algo parecido mas com uma senhora :S...

Parece que tiveste um encontro como dizer…diferente :).

Beijo

Fada disse...

Perfeitamente razoável, sim. Isso e ficar confinado num espaço minúsculo com os seus prórpios flatos... :p

Reparei numa quantidade enoooorme de erros que te deixei no post do reencaminhamento, sorry... É o que dá escrever à pressa e andar disléxica de cansaço... Sorry, mea culpa (detesto dar erros).

Beijitos :)

Ps - Para a sinalização para adultos, tenho o Malagueta... ehehe Queres convite?? :)

blu (Icon) disse...

fada e abobrinha: têm consciência que isso do apedrejamento não vai ser aceite pelos homens... especialmente quando estão entre eles, o único castigo que um homem pode conceber para um flato é responder com outro mais alto ou mais mal-cheiroso... somos homens das cavernas... que fazer?

Fada disse...

blu (Icon), disseste: "somos homens das cavernas... que fazer?"

Huuummm... Evoluir?? Crescer??

;)

Beijitos

Sadeek disse...

BOM DE MAIS!!! AHAHAHAHAHAHAHA.....OBRIGADO POR ME TERES DEIXADO A RIR PARA O MONITOR DE FORMA (APARENTEMENTE) DESPROVIDA DE RAZÃO EM PLENO LOCAL DE TRABALHO.....AHAHAHAHAH

Não rir?! Como conseguiste tu não rir!? AHAHAHAHAHAHAHA

Ninja! disse...

Nem penses, hahaha! xD Nascesses homem, já te podias largar em todo o lado. Ninguém espera menos de um homem. :P

blu (Icon) disse...

fada: parece-me que o ninja! já te respondeu por mim ;)

Blondewithaphd disse...

Ai que lol!!!!!! Tou desfeitinha de riso!

ManUel disse...

ahahahahahahahahaha muito bom!!!!

Mas olha que homem que é homem peida-se onde estiver! Não percebo o ele estar a olhar à procura de pessoas para flatular à vontade !! :P

o que já me ri com este post ahahahah

Fada disse...

Ninja!: Eu espero MAIS de um homem e aquilo que eu espero dele NÃO TEM NADA A VER COM FLATOS!!!

Blu(Icon): Mantenho o que digo! :p

Beijitos, meninos.

PS - A VOCÊS não convido para um chilli com carne, nem uma feijoada à transmontana, nem grão com bacalhau, nem coisa nenhuma que seja passível de vos causar flatulência... Livra!!! ;)

Abobrinha disse...

Caranguejo

Vamos lá esclarecer uma coisa: as senhoras não se peidam! De certeza que o que ouviste foi... sei lá... trovoada! Isso: trovoada!

Abobrinha disse...

Fada

Isso é guerra química... agrada-me: é rebuscado, refinado, cruel!!

Já entrei no da bolinha. Ainda não tive tempo para ler em condições, tenho que me dedicar.

Abobrinha disse...

Fada... evoluir... não achas que estás a pedir demais? E depois, qual era a piada? E de que é que nos íamos queixar depois?

Icon... deixem-se estar primitivos. E nós sarnamos-vos o juízo!

Abobrinha disse...

Sadeek

... tenho que confessar que me esforcei para não me rir na cara do homem. Em vez disso fiz um ar entre indiferente e indignado e caminhei mais rápido.

Queres dizer com isso que o people aí do trabalho ainda pensa que podes não ser tresloucado?

Abobrinha disse...

Ninja

Não sou gajo, mas tenho um par de tomates virtuais.

... mas continuo a não me conseguir peidar em público!

Abobrinha disse...

Blonde

Cuidado, não te... descuides...

Abobrinha disse...

Manuel

Pois eu acho que o flato tem regras. Dito isto, eu sou uma gaja, não é?

Mas dás razão a uma das observações que eu fiz acerca do filme "Bruno": um cú não serve só para cagar, mas também para mandar bufas. E isso é de macho!

Já agora, sabes o que está escrito nas t-shirts de mulheres em manifestações anti-gay? "Eu também tenho cú".

Abobrinha disse...

Meninos

Estão a ver? Como castigo pela vossa apetência para o estado (ahem) gasoso e mal cheiroso, não há convite para jantaradas para ninguém! Bem-feitos! Dá-lhes, Fada!

Eu Mesma! disse...

Confesso que nem consigo comentar....
acho que qualquer pessoa que faz isso é nojenta.....

nojenta mesmo!

Olá :)

Já estou de volta!

:)

Abobrinha disse...

Eu Mesma

Benvinda de volta!

Em defesa do senhor, ele já tinha bastante idade e parecia aflitinho... mas podia ir peidar-se para casa dele, caramba!

blu (Icon) disse...

Isso da falta de convites é que já não me parece nada bem!!!
A gente faz um esforço e vai fazer as nossas necessidades ao sítio certo...

Sadeek disse...

Deixa-me dar-te os parabéns, ó amiga! Foste uma heroíma. pá! Eu não só não ia conseguir como, inclusivé, ia acompanhar a gargalhada com um comentário do género "éééééé caraçaaaas......isso está mau, não?"..

E sim...acho que alguns dos meus colegas ainda têm alguma fé que eu não seja totalmente alucinado...ou que isto seja efeitos de drogas ou alcool...HAHAHAHA

BEIJOOOOOOOS

Fada disse...

Blu (icon):

Ao sítio certo???
Huummm... A 50 kms de distância??? :p

Só "um esforço" não me parece suficiente......

:D

Bom dia a todos!
Beijitos

Mister Peter disse...

LOL!

Krippmeister disse...

Não deixes de ir a pé. Imagina que apanhas esse velho num autocarro cheio num dia de verão...

francis disse...

ahahahahahahahahahahahahahahahah
fosga-se pró cidadão...

inwhitelight disse...

Ai que nojo!
Mas eu ri-me tanto com o : "Fogo, vai peidar-te para tua casa!"
Que sorte a tua...

Abobrinha disse...

Sadeek

Os teus colegas são uns inocentes. Uns meninos, é o que eles são! E o que há de errado com uma dose saudável de loucura?

Abobrinha disse...

Fada e Blu

Ora bem, temos que chegar a um consenso quanto ao alívio e à jantarada.

Abobrinha disse...

Krippmeister

Ui! Isso e cheirinho a sulfato de sovaco... categoria! Obrigada por me pores de novo no caminho certo!

Abobrinha disse...

Mister Peter

Queria-te ver a rir assim se estivesses lá!

... OK, confesso: eu devia ter-me rido!

Abobrinha disse...

Francis

Não tenho sorte nenhuma!

Abobrinha disse...

Inwhitelight

Como disse ainda há bocado: não tenho sorte nenhuma!

Sadeek disse...

Pois...eu bem lhes digo isso mas nao acreditam........ HAHAHA

Ninja! disse...

Hahaha, ainda bem que admites, eu já está assustado com os gases das mulheres, nunca se ouviam... xD

Abobrinha disse...

Ninja

Não há motivo para ficares assustado. A questão é que nós somos discretas. E aí é que está a diferença!

Anónimo disse...

olha ...tu es mesmo parva!!!
perder tempo na net com coisas destas é ser parva, nao ter nada que fazer e ser uma frustrada

Abobrinha disse...

Anónimo

A ser verdade (e é!), o que é que faz de ti andares a ler as merdas (ou no caso, os peidos) que eu escrevo na net? Nada de bom, imagino!

Sugiro-te um outro passatempo mais construtivo. Masturbação, por exemplo: é simpes, não exige grande mão de obra (por assim dizer), não exige amigos (imagino que não tenhas muitos) e evita que estejas frente ao computador a fazer merda (como tentar chatear-me, por exemplo).

Ou deita-te a dormir!

Fica bem! Bom Natal e cumprimentos à família!