quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

The love cock

Já toda a gente deve saber que eu odeio o dia dos namorados. Mas se não for inteiramente claro, eu certifico-me em breve de que não haja dúvidas quanto a esse particular!
Odeio lamechice, detesto lamechice (sobretudo quando cheira a falsidade ou insegurança), detesto carinhos com data marcada como manifestação de histeria colectiva... baaaaaaaaaaaaah, odeio!

Naturalmente isso estende-se às prendinhas de dia dos namorados... ursinhos com corações, caixas de chocolate em forma de coração... dá-me urticária! E essa cena do coração... seca! O amor é uma coisa do cérebro, mas só porque o desgraçado é menos estiloso, é preterido em favor do coração! E daria para fazer piadas com "cabeça".

Hoje, contudo, estava capaz de abrir uma excepção e achar piada a dar isto como prenda: o galo do amor. Aqui à venda, na loja de Serralves. Não é bonito, não o colocava em cima de móvel nenhum (mais que não seja porque quase não tenho móveis), mas dá para fazer uma troca de mimos excelente e picante (e nada daquelas lamechices que se vê neste dia):

- Meu menino, cá tens o love cock.

- Ordinária, não sabias dizer love rooster? Ou só galo do amor?

- Sabia, mas estava com esperança que fosses bom a línguas!!!!!!
E dá para dizer mais um monte de porcarias à volta disto! Estejam à vontade!
A merda toda é se ele também tivesse a ideia de cobrir um galinheiro inteiro... em vez de usar o pinto em exclusividade... mas aí... começa-me a dar desejos de arroz de cabidela!
Então não és vegetariana? Tem dias que não...

36 comentários:

NI disse...

É fora do comum mas também não me convence.

Quanto ao dia dos namorados para mim não há confusão. A minha cara-metade lembra-se do dia quando começamos a jantar em casa, ahahahahahah

pinxexa disse...

O que eu me ri com este post moça!
Do que te foste lembrar!

Eu nem quero entrar no trocadilho que daria pano para mangas do "cock" e das "linguas" que se não, descamba!

beijooooo

Eu mesma! disse...

o que eu me ri com este post!!!!!

tb não gosto do dia dos namorados...para mim namorar deve ser em todos os dias do ano e não apenas no unico dia em que todos os restaurantes estão à abarrotar!!!!!

e o cor de rosa???? minha nossa!!!!

Tudo pisca!!!!

francis disse...

respect the cock...

viste Magnólia ?
Um dos melhores papeis do Tom Cruise.
http://www.youtube.com/watch?v=_n2IVF9a2IA

Blondewithaphd disse...

Também detesto! Mas assim gozado por ti até dá para achar graça!

Caranguejo disse...

Epá eu também não gosto do dia dos namorados e de ter um dia marcado para fazer o que quer que seja mas dai a amaldiçoar a troca de carinhos já é exagero, bom o que é demais também enjoa.

Ps não tens móveis em casa?..lol

Salto-Alto disse...

Estamos 2 a não gostar do dia dos namorados. E peço que nunca ninguém me dê um love cock. Ou as coisas vão correr muito mal! XD

rds disse...

Mas não vais ofertar nada ao noivo?! Bacardi?

Incapaz disse...

Assim que vi o título lembrei-me logo dos trocadilhos com cock, mas depois li o post. :D
Ainda te digo outra.
em vez de "Sabia, mas estava com esperança que fosses bom a línguas", experimenta "Sabia, mas estava com esperança que fosses bom DE língua" :D :D

Mas sim, detesto o "dia da papelaria".
Quando era mais novo ainda cheguei a cair na parolice de ir jantar fora nesse dia.

Krippmeister disse...

Mais querido seria ofereçer um bonequinho da Hello Pussy. Ou será Kitty? Já não sei...

Krippmeister disse...

Mais querido seria oferecer um bonequinho da Hello Pussy. Ou será Kitty? Já não sei...

Bacardi disse...

Achei o galo uma excelente prenda de dia dos enforcados. Mas existem 2 pré-requisitos ao funcionamento do mesmo como boa prenda:

1 – A outra pessoa tem de ser boa (com) a língua(s). Se não for, o trocadilho passa despercebido, e perde-se aquele efeito “quero fazer O amor” (atenção, não confundir com “fazer amor”. “Fazer O amor” é muito mais profundo), e acaba por se estragar a noite.

2 – O cabrão do galo custa 60€. Com este dinheiro compra-se um vibrador, umas algemas, um chicote, preservativos perfumados, com sabor, estriados, com piquinhos e que brilham no escuro, e mais umas quantas coisas para apimentar a noite. Potencialmente fica mais barato, a noite é mais bem passada e não há cá espaço para mal entendidos.

Se, por ventura, ainda assim, optarem pelo raio do “love cock”, tenham cuidado. Se acharem que a vossa cara-metade não vai gostar, ainda estão a tempo de mudar de prenda. Se acharem que ela possivelmente gosta, talvez devessem tentar escolher algo que tenham a certeza que ela real e certamente gosta. Se tiverem 110% certeza de que é essa a prenda ideal, isso significará apenas uma coisa: namoram com alguém da linha de Cascais, muito queque, que só veste roupa da Quebramar (comprada nos saldos da feira de Carcavelos). Mudem de cara-metade. Rápida e desesperadamente. Ainda estão a tempo de salvar o resto das vossas vidas.

Bacardi disse...

Ah, e só para clarificar: eu e a Abobrinha somos casados, não namoramos. Como tal, não trocamos prendas de dia dos namorados, porque isso implicaria amor, e o nosso casamento não assenta nesse sentimento banal.

O nosso casamento, forjado no passado dia 25/12 (dia de Natal), assenta no mais profundo ódio ao Natal. Assim, para celebrar o nosso matrimónio, oferecemos um ao outro munição abundante para caçadeira, e saímos juntos à rua, atirando sobre todo e qualquer Pai Natal que se cruze no nosso caminho ;)

Boop disse...

Eheheh

Nem assim!!!!!
Mas pronto um trocadilho pode sempre resultar se for dito a uma pessoa com dois dedos de testa!

(o dia dos namorados deixou de o ser quando nasceu a minha filha há 5 anos - passou a ser o dia da S)

Boop disse...

E as saudades que tenho de n~
ao ter mveis em casa!!!!
Na minha primeira casa tive uma sala de quase 50 m2 que durante algum tempo só tinha o sofá e a TV. Adorava!
Mas já nem tenho a sala com 50 m2!!!

Eu mesma! disse...

meu lindo Bacardi...
tu até podes não trocar prendinha do dia dos namorados com a Abobrinha ams como tua amante exijo uma prenda...

é o minimo sendo eu a menina das alianças do vosso fatidico casamento....

GATA disse...

Dia dos quê?! Não conheço...

É que eu sou portuguesa com sangue espanhol, criada e educada num ambiente latino. Coisas anglo-sáxonicas... só na música e no cinema!

PS: mas gostei do Galo... até porque é o meu signo chinês! :-)

Sadeek disse...

Eu tenho a esperança que quem recebe o "love cock" não o use apenas e só como bibelot....

Há que tratar do bicho com carinho...umas festinhas, umas beijocas....AHHAHAHA

BEIJOOOOOOOOOOOOOO

Abobrinha disse...

NI

Isso é que é uma cara-metade de kólidade! Estima-o!


Pinxexa... até tenho medo! NOOOT!

Abobrinha disse...

Eu Mesma

Alguns desses namoros devem ser tipo hiena: comem merda, dão uma queca uma vez por ano (no dia dos namorados)... e riem-se!!

Deixa lá, ao menos os restaurantes consolam-se!

Abobrinha disse...

Francis

Nah, o cock é que tem que se fazer respeitar. Digo eu!

Estupidamente não vi o Magnólia... imperdoável! Tenho que fazer uma lista de filmes que quero ver e que perdi a dada altura. Mas não é normal eu não ter visto o Magnólia...

Abobrinha disse...

Blonde

Só rindo-nos dele é que ele tem piada. De outro modo não tem mesmo piada nenhuma. Estranhamente... nem romantismo!

Abobrinha disse...

Caranguejo

Toda eu sou miminhos e carinhos: eu trato muito bem quem me trata bem. Mas tudo espontâneo, relativamente discreto e sem ser por obrigação. O oposto é o marcado no calendário, por obrigação e sem sentimento ou com o sentimento induzido por histeria colectiva. Entendeste? É complicado mas simples ao mesmo tempo.

Eu tenho poucos móveis, mas tenho alguns... mas tive menos ainda e vivi naquela casa à mesma!

Abobrinha disse...

Salto-Alto

Espero que o teu moço partilhe do teu ódio ao dia dos namorados, senão a coisa vai mesmo correr mal!

Olha que o love cock tem o seu encanto! Quer dizer, é tão... kitsch que... .. não, pensando bem tens razão: ia correr mal!

Abobrinha disse...

Raiodesol

Mmmmm... tenho que amadurecer essa ideia para um post futuro! Bem lembrado!

Abobrinha disse...

Incapaz

Não sei se reparaste, mas não há decoro neste blogue! Se tens trocadilhos, usa e abusa deles! É que eu tenciono fazer uma adenda a este post com mais trocadilhos, estás a ver? O bom "a" línguas é para ele chegar lá se tiver dois dedos de testa... testa... cabeça... entendes???

Dia da papelaria? Isso é pelos cartõezinhos, é? Aaaaaaaaaaaaaagh!!

Abobrinha disse...

Krippmeister

Só tu para te lembrares de transformar uma coisa tão infantil e tão nhenhenta de tão horrivelmente cor de rosa num objecto de badalhoquice. Por isso é que eu disse que me fazias falta deste lado!

Podes pegar na ideia, desenhar um boneco vender para sex shops!!

Abobrinha disse...

Bacardi

1. Sim, fazer "o" amor é mais profundo... ou seja, é para gajos que precisam de se esforaçar menos! E não estou a falar de um palminho de cara!

2. Excelente ideia! Não tinha reparado que era tão caro! Sabes, é design! Alternativamente imprime-se a foto do bicho e diz-se: ia-te comprar o love cock, mas concluí que tinha aqui um completamente grátis e que te dou quando quiseres...

3. Maridinho, comprei munições... importas-te que mudemos de alvo e atiremos sobre coraçõezinhos? Ia ser super-divertido! Ah, e comprei um camuflado que te vai ficar o máximo!

Abobrinha disse...

Boop

Qualquer coisa resulta se dito à pessoa certa.

Quanto à tua herdeira... porque é que não mentiste em relação à data de nascimento? Tadinha: fica com o estigma para o resto da vida! Ao menos não se chama Valentina, por ter nascido no dia dos namorados!

Em relação aos móveis... eu não tenho televisão... mas tenho o sofá e uma cadeira XPTO. Não sei a medida da minha sala, mas deve ser por aí!

Abobrinha disse...

Eu Mesma

Bem, se a minha prenda for um galo, no mínimo tens que ter um pinto... ... engraçado... no Brasil isto dá um grande trocadilho!

Nah, tu é que te vais certificar que as nossas armas estão sempre carregadas: há muito coraçãozinho por aí que precisa de ser abatido!

Abobrinha disse...

Gata

Pois o problema é que, mais ou menos sangue espanhol, a esmagadora maioria dos tugas também foi criado em ambiente não anglo-saxónico. E que fosse, os anglo-saxões são uns parolos nestas (e noutras) coisas, como se está a ver!

OK, já sei o que te vou oferecer nos anos... e tens sempre direito a alto trocadilho! HAHA!

Abobrinha disse...

Sadeek

Pois... umas lambidelas, umas...


... esquece... um homem casado, "frangamente"!

Eu mesma! disse...

combinado!

Sadeek disse...

Umas lambidelas?! Isto é que ela é uma badalhoca, hein?! :D

So para esclarecer...um homem casado não é um homem morto...e gosta que cuidem do seu "galo do amor" tão bem como antes de casar...AHAHAHHAHA

Bruno disse...

Tanto aprecio o dia dos namorados, que este ano tenho a sorte de estar... a trabalhar.

Abobrinha disse...

Bruno

Amor ao trabalho... LINDO! E se o trabalho ao menos retribuir com remuneração, melhor ainda!