quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Provocação da semana - a vez das gajas

Ora bem, há um tempo lancei a provocação da semana para gajos. Hoje é a vez das gajas. Segurem-se que é forte:

Porque é que há gajas que dizem que preferem que o ginecologista seja um homem?

Ah, porque é mais meiguinho! Meninas, para meiguinho quero namorado! De preferência um namorado que não me visite em regime "visita de médico". Se bem que, a cada visita que faça... convém a especialidade seja a mais ou menos essa, senão é esquisito. De um médico eu não quero miminhos, nem nesse nem noutro departamento: quero competência e bom senso.

Ah, porque as gajas magoam! Primeiro: não vejo o sentido que isso faça, porque elas também têm o que "consultam" (if you know what I mean). E se realmente magoam, devem fazer o que fariam (espero) quando um gajo magoa: páre, se faz favor, que me está a magoar! Ou se for mais brutinha/brutinho digam qualquer coisa como "sabe, isso não é carne de cão"! É assim tão simples! Vocês têm boquinha, não têm? Então usem-na! E com ginecologistas (gajos como gajas) até é mais simples que com um namorado!

De resto, um exame "daqueles" é constrangedor seja com quem for. Seja como for, recomendo que se escolha o médico desta e de qualquer outra especialidade conforme a competência e não pela meiguice!

A outra variante disto é: eu prefiro trabalhar com homens. A mim tanto me faz, sinceramente!

37 comentários:

Anónimo disse...

Olhe, pera mim, que já fui a 2mulheres ginecologistas diferentes, posso dizer que não dói nada.
Já ficar nuinha da silva, de alto a baixo, em frente a um homem para que me apalpe os seios e me invada as parte mais sensíveis, gosto muito de o fazer no sexo. E até podia ser no consultório. Mas com o meu gajo tá?

Sofia

Eu mesma! disse...

eu cá tenho um ginecologista homem....

pessoalmente digo-te que prefiro... homens a mulheres... porque?

porque todas as ginecologistas mulheres que conheci até hoje eram parvas como à quinta casa e porque este ginecologista... é lindo de morrer, morenaço de olho azul que é assim uma coisa completamente tacham....

pela primeira vez na minha vida nem me importo nada de ir ao ginecologista!!!!!

Storyteller disse...

Eu concordo com a Eu mesma!, pois já tive Gin/Obs mulheres e homens e prefiro homnes. Aliás, o meu Gin/Obs é um giraço alto, moreno, de olhos azuis... espera lá! O meu será o mesmo que o teu, Eu mesma!?
Ele é tão engraçado que vou "à revisão" mais vezes que as preconizadas visitas anuais.
Ele bem me pergunta porque é que vou lá tantas vezes...
Definitivamente, para mim um Gin/obs tem de ser homem!

Eu mesma! disse...

será que "utilizamos" o mesmo Gino Storyteller????

Storyteller disse...

O meu é junto à Gulbenkian...

francis disse...

eu já ouvi várias versões...
mas estas histórias aqui em cima deixam-me pensativo...vou perguntar à minha mulher quantas vezes ela vai ao dr.

NI disse...

Desculpem lá, mas acho que neste post quem manda sou eu. É que para além de ser mais velha e ter duas filhas no curriculum, dificilmente alguém me baterá nas idas às consultas de ginecologia. Não deve existir intervenção cirúrgica de ambulatório que não tenha feito.

Portanto, minhas amigas, falo de cátedra.

Decididamente a especialidade de ginecologia só devia ser exercida por HOMENS. São muito mais cuidadosos (meigos se quiserem esta expressão) e respeitam-nos muito mais.

É óbvio que existe sempre algum constrangimento até porque o raio da posição em que temos que estar para um simples exame é, no meu ponto de vista, degradante. Mas, com o tempo, lá nos vamos habituando.

Acreditem, fazer, por exemplo, uma biopsia não é nada fácil. Eu já tive que fazer uma com uma médica porque o meu médico estava de férias. Apenas digo isto:malditas férias...

Abobrinha disse...

Sofia

Como me compreendes! Eu penso o mesmo (mas não com o teu gajo, possivelmente).

Abobrinha disse...

Eu Mesma e Storyteller

Lá está: esse seria um excelente menino para eu pedir o telefone e dar umas voltas. Mas não necessariamente para me ver as minhas vergonhas! E definitivamente não para me levar dinheiro da consulta escusadamente!

E vocês acham normal estar a trocar apontamentos sobre "usar" o mesmo ginecologista? Pior: ninguém lhe sacou a porra do telemóvel ao menos? Francamente!

Abobrinha disse...

Francis

Se a tua senhora for ao ginecologista ao pé da Gulbenkian... eu não sei... não será melhor trocar para uma gaja?

Abobrinha disse...

NI

Bem, uma biópsia deve ser doloroso por definição. Mas não sabias refilar, caramba?

Não concordo de todo com a ideia de que um homem é melhor ginecologista que uma mulher. Eu troquei para uma mulher (por mero acaso) e gosto muito dela. O magoar é naquela: é só uma parte da consulta. Mas já me magooou um porque me deixou incomodada (logo, tensa) com o que disse... o que resultou em eu NUNCA mais lá ter posto os pés. E era feio todos os dias!

Sinceramente eu tendo a gostar mais de médicas em geral. Tentem a ser mais competentes e mais sensíveis. Alguns médicos falam um bocado de cima da burra!

Cor do Sol disse...

Bem, a minha mãe ínfelizmente já foi tratada por muitos médicos e médicas e nunca a ouvi dizer que preferia um homem a uma mulher. Por acaso, o dela é um homem. Eu, encontrei a minha por acaso. Adoro-a. A minha irmã e as minhas amigas mudaram todas de homens para ela. É simplesmente fantástica, humana, cuidadosa.

A mim também me faz impressão quando dizem que preferem trabalhar com homens ou que os homens é que são bons como amigos. Cada pessoa é como cada qual e estar a julgar pelo genero...hum...

Olha, eu trabalho com montes dde mulheres e o pior de todos é o patrao, que é homem.eheh.

Quanto aos médicos, depende de tanta coisa. Generalizar é radical.

Blondewithaphd disse...

Mas também há preferências neste departamento?! Olha, eu basta-me que seja ginecologista daqueles com um diplomazinho da especialidade!

Storyteller disse...

Eu tenho o telemóvel dele! Afinal, já contribui para o excesso de população mundial por duas vezes e a partir de certa altura da gravidez as criancinhas podem decidir vir cá para fora a qualquer momento, por isso dá jeito ter o telemóvel!
Como em qualquer profissão, há Gin/Obs excelentes e medíocres (e eu, na minha profissão, tenho encontrado médicos de todos os tipos); infelizmente, as experiências que tive com senhoras não correram muito bem e eu acabei por me identificar com este. Claro que o facto de ele ser engraçado tem as suas vantagens...

VCosta disse...

Abstenho-me...
Concordo apenas que com médicos, generalizar é radical!!!
Se gostarem do vosso(a) fiquem p lá...

Tinta Permanente disse...

Nunca me preocupei muito com isso. Curioso é que, quando se marca numa clínica nova, lá vem a pergunda: "Prefere doutora ou doutor?"
Bjs

indomável disse...

'bobrinha, queriducha, ai que saudades de te cumprimentar...

Eu tenho um ginecologista homem, e ele não é nem meigo, nem mais simpático que uma médica.
Porque é que me sujeito?
Porque o senhor é muito profissional, porque foi o unico a diagnosticar-me correctamente, quando outros nem sequer sabiam o que andavam a fazer, porque me diz na cara o que tenho de saber, sem florear a coisa nem me tratar como se fosse estupida e porque dá gosto olhar para ele!

Aha! era isto que querias saber mesmo, não era?

Abobrinha, lá voltamos nós à badalhoquice, pá!

Já estava a sentir falta...

GATA disse...

Parte 1: nem homem nem mulher, se pudesse escapava mesmo! E venha o dentista e as anestesias em que fico a babar tipo São Bernardo (o cão e não o santo!)

Parte 2: eu prefiro trabalhar com homens, simplesmente porque não tenho paciência para as conversas típicas da maioria das mulheres.

Anónimo disse...

Opá possivelmente? Só se eu também tirasse algum proveito da situação, abobrinha! hahaha

Sofia

Joaninha disse...

Quer dizer, o meu é homem, mas tem um piquinho a...enfim tu sabes.

Gosto imenso dele. Não é bem questão de homem ou mulher, é sentires-te confortavel, acho eu.

Beijos

francis disse...

Já estou mais descansado. Fui lá com ela e não é esse gajo, é um cota uma beca de atravancado, mas bom diz ela. No exercicio da profissão pá.

Pedro M. disse...

Dito por ti, Abobrinha:

"Vocês têm boquinha, não têm? Então usem-na!"

Sou exactamente da mesma opinião.

Abobrinha disse...

Cor do Sol

Espero que a tua mãe tenha tido bons resultados, já que pelos vistos do tratamento não tem queixas.

Pronto, concordamos! Eu trabalho com muitos homens e a maioria deles... só se fosse por amor, porque o interesse é francamente pouco! Seja quem for, desde que seja boa pessoa e boa no que faz está-se bem.

Abobrinha disse...

Blonde

My point exactly!

Abobrinha disse...

Storyteller

COmo disse no comentário acina... eu estou interessada é no telemóvel... e eventualmente em contribuir para a reposição da populaçao. Ah, e tu não contribuiste para o excesso populacional: para isso terias que ter mais um!

Abobrinha disse...

VCosta

Pois... assumo que não sejas esquisito com o ginecologista ;)

Abobrinha disse...

Tinta

Olha, a mim nunca me perguntaram nada disso. Possivelmente porque demora tanto tempo a arranjar uma porra de um médico na maior parte das vezes que a dada altura fica igual ao litro!

Abobrinha disse...

Indomável

Que saudades!!

Olha, é exactamente isso que eu procuro em qualquer profissional de saúde! E pronto!

Abobrinha disse...

Gata

Bem... eu acho que se tivesse opção eliminava era os dentistas... aaaaaaaagh! Mais que não seja porque há menos agulhas envolvidas na ginecologia. Que horror!

Quanto às mulheres e aos homens, suponho que estejas a falar das mulheres que a dada altura se resumem a filhos e empregadas. Ou a gajos e a como as outras gajas são vacas. Mas quanto a homens... tinhas que trabalhar onde eu trabalho para fazer um juízo mais acertado.

Abobrinha disse...

Joaninha

Pois, eu sei... é realmente estranha a opção profissional do homem, mas pronto!

E sim, tem tudo que ver com profissionalismo e a pessoa sentir-se bem.

Abobrinha disse...

Francis

Ainda bem que pude contribuir para a harmonia do lar!

Abobrinha disse...

Pedro M.

... sabes, isso tem dois sentidos... e eu queria dizer os dois, porque são os dois verdade!

Abobrinha disse...

Sofia

... sua maluca! Vieste ao sítio certo!

Salto-Alto disse...

Para mim também me é indiferente!

Marycarmen disse...

Eu só me deixo "ver" por um ginecologista homem se não conseguir fugir a tempo. Tive um trauma estúpido na adolescência, e até hoje dá-me a volta ao estômago só de pensar nisso. Já me sinto como uma vaca seja como fôr, empoleirada naquelas marquesas horrorosas, quando mais se a mão enluvada que me toca for de um gajo...
Eu sei que dizem muitas vezes que aquilo (ver passarinhas) é o trabalho deles, mas felizmente o meu não é mostrá-la, pelo que não me sinto á vontade, nem tenho grande esperança de vir a sentir. Além disso eu raramente faço a depilação de inverno e prefiro sempre ser vista com pelos nas pernas e noutros lados por uma mulher, do que por um homem.
Esquisitices...

Abobrinha disse...

Marycarmen

Lá está: os teus argumentos, para mim, fazem sentido!

Marycarmen disse...

Ai abobrinha, pelo menos num post...já me andava a desanimar com a nossa incomunicação.