sexta-feira, 8 de maio de 2009

Primeiras impressões da Playboy nº 2

Os dois questionários ao lado são, como os mais atentos (e os que têm a paciência de ler o meu tasco) sabem, destinados a acompanhar a minha leitura da Playboy.

Eu podia ter comprado o número 1 da Playboy, mas estou a ver que além de ter apanhado com a carinha de enjoada da Mónica Sofia (não me convenço: aquele avião, boa como tudo, com cara de enjoada!) ainda tinha que gramar com a ilegível crónica da Ana Anes (em minha defesa, a Storyteller também não a conseguiu entender!). E não seria original! Original é analisar a nº 2, porque a nº 1 qualquer um analisa e tem vontade de analisar!

Ora bem, temos na nº 2 coisas muito interessantes como a entrevista ao Mário Crespo, à Inês Castel Branco (que entre outras coisas namorou com o Joaquim), uma reportagem sobre incêndios e uma merda qualquer sobre a fórmula 1 portuguesa... por isso vamos começar por analisar as gajas nuas!

Ora a coisa descamba logo quando na capa diz "Cláudia Jacques - despida de preconceitos". É mentira! Ela está despida é de roupa! Os coelhinhos anões, os brilhantes e o glitter não contam como roupa! Nem como preconceitos! A não ser que alguém tenha algo contra a cunicultura (que é, como os mais atentos sabem, a criação de coelhos).

Antes de mais, quero dizer-vos que aquilo não é nada verdade: é tudo photoshop! Mas isso não é o que me incomoda. O que me incomoda é que eu não sei onde é que vende photoshop, que é para eu ter aquele aspecto. Já tentei desde o Continente às Galerias Marques Soares e mesmo num par de lojas do chinês e não encontro desse photoshop em lado nenhum. Houve um menino que me tentou enganar a dizer que o photoshop era um programa de edição de imagem, mas tenho para mim que isso não justifica aquele bom aspecto!

As fotos estão giras. Digo eu que talvez lhes falte qualquer coisa. Qualquer coisa para além de "giras", sei lá!

Quanto à Playmate, a famosa (ou talvez não) Margarida Gonçalves, tenho a dizer-vos que é muito gira! OK, sai ao pai, mas as mamas pequenas também têm direito à vida e à objectiva da Playboy! Ela tem uma alvura que eu aprecio (e não sou nada assim) e que é muito fotogénica. Aliás, ela não está branca, mas meia cor de rosa... parece um porquinho! Em algumas fotos está com cara de choca, mas noutras não, pelo que concluo que a culpa deverá ser do fotógrafo que ou não a soube apanhar sem cara de choca ou pô-la à vontade. E fizeram-lhe uma maldade: descalça num chão de gravilha? Ui, não havia necessidade!

De referir que quem faz a depilação da Margarida não é grande profissional: deixou um risquinho, parece aquela mosquinha que os meninos fazem com a barba e que lhes fica tão mal. Mas agora que penso no assunto, é capaz de ter deixado aquilo de propósito! ... sendo que a questão se mantém: porquê?

Temos ainda a Andreia Guilherme e a Telma Falcão. Estão a ver as mamas da Margarida Gonçalves? Ora bem, não tem nada a ver: as mamas destas são ainda mais pequenas! Estas duas cidadãs "aceitaram a proposta de fotografar para a Playboy porque ambas gostam do mundo da moda e da fotografia". Digo eu que aceitaram posar e não fotografar mas pronto, isso sou eu a ser preciosista. E não ter roupa não será uma afirmação anti-moda? E eu gosto de moda e fotografia... mas o que é que uma coisa tem que ver com a outra? Elas não se terão deixado fotografar porque queriam ser fotografadas sem roupa? Ou porque pagavam bem?

Pena a Andreia e a Telma não gostarem (ambas, de preferência) do mundo do lesbianismo. É que assim podia ser que as fotos ficassem credíveis. A esteticista da Andreia não optou por mosquinhas mas por um relvado extenso muito bem aparado a pente 4. A da Telma optou por construir um ringue de patinagem em gelo: sem pelame nenhum! Que foi também a opção da Cláudia Jacques (ou do Photoshop).

Resumindo e baralhando: acho que as fotos começam a aquecer, mas... falta qualquer coisa! Não sei dizer o quê, mas falta! Mas também não faz mal, porque não tenciono comprar a revista de novo. Bem... só se aparecer a Maia, mas só porque ela disse que ficava melhor que a Mónica Sofia!

Ora bem, e chega de gajas nuas por agora. Noutro dia terei que vos apresentar o consultório sexual da Playboy, que ainda é mais louco que o meu consultório sexual. Quero crer que as perguntas eram feitas com a mesma intenção... mas eu já vi tanta coisa que já nem digo nada!

Entretanto o questionário que coloquei à vossa consideração acerca da eleição da Playmate de Maio revela a imensa ignorância do maravilhoso povo do Abobrinha em relação à Margarida Gonçalves. Ora agora que eu tenho a revista... posso dizer-vos. Mas isso fica para outro dia!

18 comentários:

Icon disse...

Pois então falaste muito bem por isso, não tenho nada a acrescentar.
Quanto às escolhas capilares 'down under', eu sou adepto de

Storyteller disse...

Mas fica a eterna questão; quem é a Margarida Gonçalves????
Calculo que esteja meia blogosfera a chamar-me casmurra e estreita de vistas (infelizmente não é de ancas), mas as Playmates não deveriam ter mamas visíveis à vista desarmada? Poderia ter dito «a olho nú», até porque se adequaria ao tema, mas poderia ser mal interpretada e não estou para isso...

Eu Mesma! disse...

Confesso que não entendo teres gasto dinheiro e tempo para leres essa revista...

mas pronto...
curiosidade feminina correcto?

NI disse...

Podes explicar melhor o processo produtivo do corte pente 4?

indomável disse...

Olha, eu estou com a storyteller - afinal quem é a Margarida Gonçalves e porque é que a convidaram para posar para a playboy?

Começo a ficar preocupada, eu que sou uma rapariga tão curiosa, ainda não tenho a revista, vou mesmo ter de comprar, mas com tanto homem lá em casa, está bem, são só três, pode ser uma compra perigosa...

Abobrinha disse...

Icon

No que toca a gajas nuas, o melhor não é comentar, mas mais... tocar precisamente, não?

E o teu penteado preferido "down under" é...

Abobrinha disse...

Storyteller

Não é eterna: quem comprou a revista já sabe. E quem tiver a pachorra para esperar, eu hei-de levantar o véu sobre essa magna e candente questão. Sim, porque sobre o resto já os fotógrafos levantaram tudo!

E querias ser estreita de ancas para quê? És um gajo, por acaso?

Abobrinha disse...

Eu Mesma

Não te preocupes que não vou repetir a gracinha. De qualquer modo, esta revista vai render uns posts, portanto é dinheiro semi-bem empregue.

De qualquer modo, posso sempre vendê-la em segunda mão, não achas? Há interessados?

Abobrinha disse...

Ni

Bem, é assim: quem realizou o trabalho fui eu. Mas ocorre-me que possa ter sido à tesoura. Contudo, a perfeição nos acabamentos faz-me duvidar. Assim sendo, ocorre-me que a coisa tenha sido feita com recurso a uma máquina especializada com o referido ponte 4 (embora admita que tenha sobre-estimado a coisa e que seja pente 2).

Alternativamente ocorre-me que em primeira análise a coisa tenha sido feita em estilo ringue de patinagem para depois deixar crescer só a área em questão. Toda certinha.

Mas no fundo, no fundo... são só pintelhos!

Abobrinha disse...

Indomável

Bem, se é só pela Margarida, não gastes € 3.5, porque eu vou desvendar quem é a moça.

Se for só pelas gajas nuas... espera um ano até os fotógrafos aprimorarem a técnica de tirar fotos a gajas sem roupa. A não ser que estejas interessada no Mário Crespo, a Fórmula 1 ou noutros assuntos cabeludos abordados. E isto não tem nada que ver com o que acabei de responder à Ni, mas com o Pacman... oié!!!

teh falcão disse...

só para esclarecer...o pente 4 pertence à telma falcão,ou seja, a mim...agradeço desde já todos os vossos comentários, são todos muito pertinentes não haja dúvida.
beijinhos

Icon disse...

o meu penteado preferido acaba de ser respondido na tua sondagem...

e, é de mim ou o teu blog acaba de ter um acontecimento parecido com aquele livro do vergílio ferreira, de que eu não gostei nada, talvez por ter sido obrigado a ler, a Aparição?!

Abobrinha disse...

Teh Falcão

Pois... a questão é a seguinte: pertence-te o pente em si ou o resultado da aplicação do ponte 4, ou seja, o... a... os... bem... digamos... o objecto da objectiva fotográfica, vamos dizer antes assim!

Assim sendo, suponho que possas explicar aos meus leitores a técnica por detrás do "penteado", não?

Assim recebes mais comentários. Ia dizer que recebias e-mails se deixasses o teu e-mail, mas eu fui um bocado mazinha na avaliação da fufice das tuas fotos. E daí...

Abobrinha disse...

Icon

É sempre a aviar! Votos para a sondagem, claro!

Pois tivemos uma aparição: a jovem Telma Falcão apareceu para nos tirar as dúvidas sobre de quem era qual (ahem) pente! Vejamos o que responde.

teh falcão disse...

respondo que não há truque,há técnica!e essa é pessoal e intransmissível(estou a falar em relação ao pente 4 claro).
em termos de fufice pode ficar ao critério de qualquer abóbora, mas eu gosto muito mais de verduras.
ah,e um conselho de leitura:"Viagens na minha terra" de Almeida Garrett; ao passares plo meu ribatejo apita!!!

Telma Falcão

Abobrinha disse...

Telma

Apita??? ... isso é uma palavra ou duas???

teh falcão disse...

depende abóbora...

a tua ignorância vale por uma ou por duas?

Abobrinha disse...

Minha linda

... a minha ignorância é muito vasta! Vale por mais de duas, seguramente!