quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Má língua

Isto é assim: eu valorizo a capacidade de expressão e o bom uso da língua (sim, é para também levar no sentido em que estão a pensar). Já estou habituada a mau português e/ou erros de digitação resultantes da pressa, embora me entristeça e tema pelo (ab)uso de correctores de texto.

Escrever "á" em vez de "à" é mato. Eu mesma faço isso quando não chego ao "shift" a tempo, mas é completamente por acidente.

Escrever "esta-mos" em vez de "estamos" é... relativamente normal. O mesmo para va-mos, fala-mos e encomenda-mos. Mas mete-me impressão!

Acentuar advérbios de modo enerva-me mas compreendo porque não vejo lógica em não serem acentuados.

Mas... "Exmo.(és) Sr(és)" é nova e ainda não consegui descortinar qual é o sentido! Pensei e pensei e não chego lá.

E agora recebo uma mensagem de SPAM que tem em assunto "Mocas perversas chupam com avidez penises"... quer dizer... a falta da cedilha nas moças pode ter algo que ver com uma posição particular em relação ao acordo ortográfico ou os "pierçings" (ver este post)... mas chupar penises é pura e simples má língua!

17 comentários:

Carol disse...

Eu sou professora de Língua Portuguesa, pelo que me passo completamente com esse tipo de erros. Mas esqueceste-te de um que me irrita solenemente: o acrescentar "s" nas formas verbais da segunda pessoa do singular (dissestes, falastes, pusestes, escrevestes...)!

Eu sei que, em Inglês, se acrescenta "s" na terceira pessoa do singular, mas alguém disse que tínhamos adoptado essa regra na nossa língua?! Sinceramente!

Penises faz-me lembrar o Herman... Má língua, não é isso que estás a pensar! Faz-me lembrar o Herman quando fazia de Diácono Remédios! ;)

Abobrinha disse...

Carol

Por acaso essa do penises até está bem lembrada! Adorava esse personagem!

E "fazeindes", gostas? É um clássico na oralidade de muita gente... ou seja... más línguas!

ZumZumMataMoscas disse...

Aboborinha,

"Isto é assim: valorizo a capacidade de expressão e o bom uso da língua ... ", diz esta pérola logo nos preliminares (... como é normal...), mas isso parece-me pouco coerente e está.me a causar um pouco de confusão.

Então, ... se se estiver a usar bem a lingua, a capacidade de expressão não fica um pouco limitada?!
No máximo emitir-se-ão uns grunhidos e gemidos, mas não muito mais do que isso.

Experimente falar com a lingua de fora. Diga por exemplo: "Não gosto de tomate!"
Conseguiu dizer alguma coisa de jeito? Entendeu o que disse?

Está a ver?!
Uma coisa impede a outra!

A não ser que por capacidade de expressão você entenda a capacidade de um se fazer entender através de grunhidos e gemidos!


PS - Já agora, se não gosta de tomate pode provar cenoura:

Salto-Alto disse...

LOOOL! Muito bom! Gostei imenso deste teu post!

Beijocas!

Carol disse...

Fazeindes também é fixe!

Blondewithaphd disse...

Bem, se a língua em questão tiver um "pierçing"... ui... deve doer...

Abobrinha disse...

ZumZum

Eu digo isto e pior nos preliminares... e sou coerente...

Há vários tipos de capacidade de expressão, mas eu não vou perder tempo a explicar-lhe porque você até é casado. Mas digo-lhe já que na minha terra se diz "enquanto se capa não se assobia"... e se você entendeu tudo o que esta expressão quer dizer, perdeu um bocado a pica que tinha ganho nos preliminares.

Cenoura? O que está a dar, nitidamente são as courgettes... que são as abobrinhas... eu estou completamente na moda!

Abobrinha disse...

SAlto Alto

E eu aprecio ainda mais que tenhas gostado! Beijinhos, linda!

Abobrinha disse...

Carol

É um clássico! Faz parte da cultura de um povo!

Abobrinha disse...

Blonde

Diria mais: se "mocas" não for erro de digitação... então é que ia ser lindo! Mas dizem que é melhor com "pierçing"... não sei se é melhor que sem "pierçing" ou se é melhor que um buraco na cabeça!

Crest© disse...

Oh,oh meusze senhorezeze, penises é uma palavraze para o Diácono Remédios. Nao havia nececidade-ze


"Exmo.(és) Sr(és)"

Esta é brilhante :) gosto muito de quando após isso colocam uma virgula e escrevem "Vimos por este meio". Ou seja ignoram a virgula e começam como se tivesse colocado um ponto final. Já li documentos governamentais assim e até circulares escolares...

Sadeek disse...

Chupar penises nem é o pior...fala-mos?! FALA-MOS?!?! ARGHHHH....

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Abobrinha disse...

Crest

Lá está: o que mais há são más línguas! Atenção que eu também cometo erros (em coisas que acho que até faço bem), mas estes não considero justificáveis por aí além.

Não percebo a tua surpresa em encontrar erros em coisas que venham de escolas. Dito isto, o que vem das escolas não está escrito em português mas em "eduquês" na maior parte das vezes!

Abobrinha disse...

Sadeek

Se fosse falo-mos, falo-nos... era muito mais giro. E tu perguntas: e isso é suposto ser o quê? Pois... não sei... mas a piada era descobrir! O que nos leva ao correctíssimo falo-te...

Sadeek disse...

Falas-me?! Ou falo-te eu?! Agora começo a ficar confuso...isto vai dar "mega", não!? HAHAHAHA

Abobrinha disse...

Sadeek

Bem... depende... ... ... o que é "mega"?

Não estranhes: este blogue é mesmo para descambar, porque aqui não se aprende rigorosamente nada! Tudo inócuo, garanto-te.

Anónimo disse...

Pó caralho lisboetas da merda! Ide mas é aprender a falar, seus belouros do caralho!