quarta-feira, 23 de julho de 2008

A fome e carência eram tantas que tive que me satisfazer com os genitais de um galinácio


No caso, quilhões (ou colhões) de galo. Que é o que chamamos a estas ameixas deliciosas!

Quatro bastaram e sobraram para satisfazer a minha fome e carência de água, nutrientes e fibra.

Espero que não estivessem a pensar noutra coisa...

6 comentários:

Joaninha disse...

Parecem-me abrunhos...

São mesmo ameixas? Eu adoro ameixas!

Carol disse...

Hum... E vermelhinhas como eu gosto!

Joaquim Simões disse...

Quatro?! Andas a comer que te fartas! Depois admiras-te...!
A sério: quatro (ou cinco!) dessas, um pãozinho com queijo e um café é um dos meus pequenos almoços favoritos. Há variantes, com outros frutos, conforme os dias e a estação do ano.
As alternativas metem ao barulho pastéis de espinafres ou de bacalhau. (ok! calculo que esta última me ponha na tua lista de dispensas de amigos e conhecidos quer por não ser vegetariano quer pelo mau-gosto, mas com um blog destes de quem é que estavas à espera?!)

Abobrinha disse...

Joaninha

Agora é que me lixaste: eu não sei o que são abrunhos. Eu chamo-lhes ameixas.

Costumo ter montes de ameixas, mas este ano acho que correu um bocado mal. Esta ameixoeira em particular nunca deu tantas. E é pequenina, por isso promete!

Abobrinha disse...

Carol

Estavam madurinhas, isso estavam!

Abobrinha disse...

Joaquim

Este blogue é essencialmente carnívoro, não sei se já reparaste.

Bacalhau é excelente. É que eu sou vegetariana, não sou burra!