quarta-feira, 23 de julho de 2008

Uma gaja apercebe-se que está a ficar senil...

...quando põe uma grande cruz na mão para não se esquecer de uma coisa muito importante e passados 5 minutos já não se lembra porque é que a pôs. E quando é que se lembra? Fácil: quando a pessoa com quem tinha que falar se foi já embora!

Não sei se estou senil, mas lá que estou a precisar de férias isso estou!

5 comentários:

Blondewithaphd disse...

Ehehehe, join the gang!!! Eu chamo-lhe P.D.I.A. (o p.d.i. já sabes, o A é de avançada)!

Carol disse...

Eu já sofro do mesmo mal, mas só lhe chamo PDI!
E é tão ridículo ficar a olhar para a cruz a pensar no que seria o seu significado...

quinttarantino disse...

E um "cãmone" quando é que topa que está caquético?
No final de dar um "vistaço" aqui pelo recanto não é de certeza absoluta, pois aqui predomina a fina ironia.
Mas, raios, quando é que estarei mesmo com o p.i descalibrado?

Abobrinha disse...

Blonde e Carol

Nós não estamos a ficar velhas: estamos a melhorar com a idade. MAs selectivamente. E depois, os blocos de apontamentos e telemóveis cheios de agendas e lembretes e o carago servem para alguma coisa!

Temos que investir é nas coisas certas, como tratamentos anti-rugas e anti-celulite. O resto não interessa muito!

Abobrinha disse...

Quinttarantino

Aqui não há caquéticos também. A ironia fina... tem dias! Há dias em que a delicadeza é a de um elefante saltando de nenúfar em nenúfar. Mas por norma não há maldade! Volta sempre!

Abobrinha patrocina o exercício dos neurónios... mas estes dias não, que não ando capaz de escrever grandes posts... estou a precisar de férias!