sexta-feira, 19 de outubro de 2007

Como o José Rodrigues dos Santos perdeu os três

A pedido de várias famílias, um post ligeirinho. Afinal, Abobrinha não é só cultura!

O José Rodrigues dos Santos é o homem do momento. Qualquer coisa com uma cena de interferências políticas na RTP (nãaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaao! Isso nunca aconteceu na vida!), mas coisas sobre as quais não me informei o suficiente para opinar. E como o tema é superficialidade, nem interessam aqui para o caso.

Ora o Zé consegue vir na capa de 2 ou 3 revistas. A Focus (que é uma seca de um franchising da alemã, a última vez que tive a brilhante ideia de comprar aquela porra, há anos) tem como título:

A nova guerra do Sr. RTP - José Rodrigues dos Santos acusa governos de manipulação

Fugiu de Moçambique, casou numa pizaria e usou o metropolitano como limusina na boda.

A última parte pareceu mais interessante (e prova como a Focus deve continuar uma bosta!).

Ora frequentemente a verdade vem da boca dos inocentes. A TV Guia é uma revista saudável e despretenciosa que ainda tem o bónus de nos informar dos resumos das telenovelas e do novo tamanho de copa dos "argumentos" da Floribela e da Solange (bem mais gira e não tem um pingo de choca) e a vida da Bárbara Guimarães (ver o post "ser loura é um estado de espírito). Daí a comprar a revista vai uma diferença, de modo que li o que me interessava no hiper-mercado mais perto de mim.

E o Joaquim a pensar: então e a virgindade do José Rodrigues dos Santos? Calma! Paciência é uma virtude... que eu não tenho! É de ser vegetariana: mau feitio. É um pequeno pormenor que só seja vegetariana há 3 anos e sempre tenha sido impaciente, mas não vamos deter-nos em pormenores.

Ora vamos aos títulos:

Florbela foi a única namorada de José Rodrigues dos Santos.

Aha! Um nome aparentado com Floribela! Cheira a implantes mamários! Nem por isso: era só para dar um ar dramático à coisa. A Florbela é uma loura (possivelmente loura como eu) perfeitamente normal, estilo rústico.

Depois ao lado da fotografia:

A mulher que domina o Zé

Andou ano e meio a tentar conquistá-la

Perdeu a virgindade com ela

Quer um filho, mas ela não deixa

Com este último fiquei preocupada: isto teria implicações a nível da saúde sexual dos dois, ou seria meramente um problema reprodutivo? De um tipo que diz em público com quem dormiu e quantas vezes não seria de estranhar nada!

Estranhei que um homem que quer f.... ornicar a RTP fosse tão atadito! Ao ponto de não conseguir convencer a mulher a ser f... ertilizada! Dito isto, perdeu a virgindade com ela. Não sei para que é que é relevante, mas quer fazer perder os três à RTP!

Uma leitura mais atenta revela que não é bem assim, mas pensando bem até é e muito pelo contrário! O que se passa é que realmente o Zé só andou com a Flor(i)bela e perdeu a virgindade com ela. Claro que há sempre a velha questão: fora escrever um post superficial, em que é que isso contribui para a minha felicidade? Estou em crer que nada! E depois, não tenho grande impressão de quem discute a vida sexual em público. O que me faz é impressão, mas isso são coisas que não posso contar, porque 1. vocês não iam acreditar no que volta e meia me contam e 2. eu ia sentir-me embaraçada demais ao contá-lo!

A história do filho afinal é alarmismo: o Zé já usou o Zézinho para pelo menos perder a virgindade e fazer duas filhas. A Flor(i)bela é que não quer ter um terceiro filho, mas o Zé quer! Não admira como é que ele anda tão zangado com a RTP: um ego tão grande não deve admitir ser contrariado. E vinga-se no pé que está mais à mão!

Trocando cromos com a Focus, "confirma-se" a cena da pizaria e do metropolitano (e em que é que isso contribui para a minha felicidade. Mas a TV Guia revela-se mais da intimidade do casal:

"Não faz nada em casa, não gosta" conta a mulher. "Todos os dias de manhã, por volta das oito senta-se ao conputador e escreve os livros".

Para quem se estava a questionar sobre a melhor maneira de não fazer nenhum em casa e ainda fazer uns troquitos por fora, lá está: escrever os livros! Ou pelo menos fingir! Revela ainda a TV Guia que ir às compras é com ele e que até sabe distinguir as melhores comidas, tanto as corriqueiras como as "gourmet"... mas por esta altura já alguns dos meus (poucos) neurónios se tinham auto-suicidado (muito mais grave que se terem simplesmente suicidado!).

Moral da história: a TV Guia está na vanguarda do jornalismo nacional. Estou em crer que o Zé se estava a fazer a um lugar (de chefe, claro!) na TV Guia.

Mas como é que se expõe detalhes destes da vida privada em público? E pensava eu que o pior problema do Zé era ter orelhas de abano (que já reparou), uma cabeça com um formato estranho, um tique nervoso que lhe dá para piscar o olho no fim do telejornal como se me conhecesse de algum lado e dizer "mánchestâ iunóited" em vez de "manchéstér unaited". Sim... pensando bem, são muitos problemas! Os dois primeiros não são da responsabilidade dele, mas os dois seguintes já são! Depois eu é que falo de badalhoquices!

Mas preocupante mesmo é o motivo por que eu resolvi dedicar um post à virgindade do José Rodrigues dos Santos. O motivo é simples: a Cosmopolitan deste mês não tem um único artigo que valha a pena dissecar (logo, não comprei a dita cuja: a vida está cara e a secção de moda não me interessa). Tem títulos como "o que não pode fazer quando tenta emagracer", "como eles se apaixonam - porque é que ele demora tanto a dizer-lhe que a ama" e "como ser promovida"... paneleirices! Nada que interesse à mulher nem ao homem modernos! Temos que fazer um abaixo-assinado: mais badalhoquice para a Cosmopolitan!! E uma mordaça para o José Rodrigues dos Santos.

23 comentários:

ZumZumMataMoscas disse...

Abóborinha,
Deixe-me confessar que até abanei as orelhas ao ler o seu post. É mesmo mau!

Durante a minha ausência, você não se controlou e agora está viciada nisto. Tem de meter uma dosesita ou duas todos os dias e claro, nem sempre corre bem, e depois dá nisto.
Não tinha sobre o que falar e começa a escrever sobre os apêndices salientes do José Rodrigues, que as orelhas de abano, que não usava o instrumento, só tenho duvidas se lhe poupou o nariz, ou se aquela de ele ser bom a escolher a comida era uma indirecta para a penca.

Você está completamente apanhada, pobrezinha!!!

Tem de fazer uma reabilitação, pois isto é para usar moderadamente.

rds disse...

quando a Abobrinha vai escrever sobre o personal... uma das coisas mais sonsas e idiotas do mundo da beleza atual?
tem de ser uma mistura de tudo...de comentador de futebol, de psicólogo, de telespectador de novela, de confissionário.. e mais , nutricionista, mãe, estilista..........

Abobrinha disse...

ZumZum

Caladinho! Cada qual vicia-se no que pode e a mais não é obrigado! E eu sou excessiva por natureza! Se for a ver, o que eu escrevia no roupa para lavar "in the old days" ainda dava crédito.

Mas mudei de vida e é previsível que este blogue também diminua de produção. Mas por enquanto (e até nova tendinite) continuo a teclar.

Tem que ler é os posts das fufas e da Lady Chatterley! Mas olhe que os comentários são melhores ainda que os posts!

Abobrinha disse...

Raiodesol

Lamento, mas não se entende...

antonio disse...

Finalmente um post cultural!

Adorei e aprendi imenso!

Eu uso a desculpa que tenho que responder a um idiota que me irritou e fico no PC a blogar...

ZumZumMataMoscas disse...

Abobrinha,

Essa sua má disposição é tipica dos viciados.

Abobrinha disse...

António

Depois diz o ZumZum que eu é que estou agarrada! Uma coisa é certa: isto é bem melhor (e mais saudável) que fumar! Um pouco sedentário, mas daqui a pouco vou a uma aula de push power... já me doi só de pensar no assunto!

Além de tudo faz bem ao stress, n'est-ce pas?

Estou a pensar em mais posts culturais. Pena a Cosmopolitan não ter nenhum de jeito este mês. Aquela dos rabos arrebitados foi excelente... para dizer mal! Mas entre as declarações do Dr. Watson e a problemática da evolução vs criação, de certeza que se arranja qualquer coisinha. E se não arranjar... eu invento!

Abobrinha disse...

ZumZum

Sabe como é que se diz que se cura bem uma ressaca? Mantendo-se bêbedo! Como eu não bebo, blogo! Siiiiiiiiiiiiiiiiiiii, estou agarrada!

Olhe, o outro já está agarrado e queria chupar os dedos dos pés ao meu ginecologista. Ora bem, ele até é boa pessoa, muito simpático, mas estou em crer que não deixaria e/ou que ao fim de um tempo de crocs (yuk) começará a cheirar mal dos pés. Qual será a desculpa desse? Snifar canos de escape de carros diesel antigos sem afinar?

Já agora, o que sugere como desintoxicação?

Joaquim Simões disse...

"o outro já está agarrado e queria chupar os dedos dos pés ao meu ginecologista"???!!!
O que é que eu estou a perder???!!!
Abobrinha, isso não se faz! É muuuuuuito pior do que fazer negaças com chocolate a uma criança!

Joaquim Simões disse...

Ah! Tu bem tentaste colorir o homem, o baby war, mas ele é mesmo assim, desinteressante.
Reconheço, no entanto, que foi um bom esforço. Pelo menos resgatou-me um bocadinho ao facto de hoje ter ouvido um catedrático a dizer "isto não tem a haver com...".

annita disse...

Desista da Cosmopolitan e "invista" na Happy, tem lá material de sobra p/ análise, tipo "Como um amante salvou o meu casamento" ou "Quando nos apaixonamos pela pessoa errada", etc., etc.
Beijocas, ana

ZumZumMataMoscas disse...

Olha a minha vizinha annita deu ar da sua graça.
Olá Annita como é que está?
Agora que vivo na sua zona, será que já nos cruzamos?
Olhe que a sua recomendação foi chave no facto de ter incluido as zonas de Algés a Carcavelos na minha busca de casa e que acabei por ficar por ai.
E olhe que não estou nadinha arrependido, mesmo apesar de ter de ir e coltar para o Parque das Nações diariamente, e a familia está super contente.

Muito obrigado e um grande beijo de agradecimento.

Magri, estou a usar o seu blog para uma mensagem um tanto pessoal, se não gostar e quiser insultar-me, sugiro que procure inspiração em
http://zumzummatamoscas.blogspot.com/

Abobrinha disse...

Annita

Happy parece um bom título para uma revista! Parece-se pouco com o nome de uma bebida fatela e como estado de espírito parece-me bem. Mas tem que ter badalhoquice, porque eu já estou a pagar juros de sobreutização do lamechómetro (e os juros estão pela hora da morte!).

Vou investigar isso e a problemática das pilinhas dos bebés... é uma longa história!

Abobrinha disse...

ZumZum

Use este espaço à vontadex. Se não fossem os dois (bem) casados, a única coisa que pedia era para ser convidada para o casório, mas sendo assim restava-me insultá-lo por elevar os níveis de lamechice aqui do burgo (ver comentário anterior por quanto me está a ficar o lamechómetro).

Dito isto, fui ver o seu post, e eu não tenho arcaboiço para dizer aquilo tudo a brincar, fará para insultá-lo!

Ficamos assim mesmo! Mesmo porque também gosto muito da sua nova vizinha!

Abobrinha disse...

Joaquim

O Jatagarro é pior que uma carraça!

O José Rodrigues dos Santos, na mesma revista, tinha uma colega de profissão (não me lembro qual) a descrevê-lo como chato... ... ora bem, dizem que os chatos ainda são piores que as carraças. Não sei se será seguro inferir que o Jatagarro é o José Rodrigues dos Santos, mas é tentador! Perturbador também.

Mas isso não tem nada uma coisa a ver com a outra ;-)

annita disse...

ZumZum,
Se calhar já nos cruzámos no Parque das Nações ou mesmo na praia de Sto. Amaro, que agora, infelizmente, já não dá p/ andar de bicicleta .Vou participar no próximo dia 11 Novembro na corrida "Sempre Mulher" no P.N., cujo verba reverte p/ a Assoc.Port.Apoio ao Cancro Mama, apareça e traga a sua mulher. Por acaso até era giro conhecermo-nos, bjs ana

annita disse...

Magri
Badalhoquice, como você diz, é coisa que não falta na Happy, é mensal e só custa 1,5 €. Há uns meses atrás publicou uma reportagem sobre swing em Portugal, que a ser verdade, é de deixar qualquer um de boca aberta ...

Abobrinha disse...

Annita

Por acaso quase participei numa dessas corridas, mas entretanto era preciso ir buscar a t-shirt longe para burro e não deu. E depois estava a chover a potes, o que dá pouquíssima pica! Ficou a intenção.

Fica a saber que o IPO aqui no Porto vai abrir umas instalações todas kitadas para dar algum optimismo e humanidade mulheres a fazerem tratamento. Pelas imagens que vi, se não fosse saber o que lá se faz, não me importaria de frequentar o espaço.

Felizmente hoje em dia o factor optimismo é mais facilitado pelo facto de ser uma vergonha para um médico deixar uma senhora morrer de cancro na mama. Mas não se pode facilitar!

Abobrinha disse...

Annita

Vou hoje mesmo comprar a happy! Isso promete!

ZumZumMataMoscas disse...

Annita,

Serà complicado aparecer no PN no dia 11 pois tenho amigos que vêm passar esse fim de semana cá a casa. No entanto, pensando melhor, até pode ser um bom passeio para eles e aproveitamos para levar a criançada ao Oceanário.
O que será mais complicado será reconhecê-la, excepto se for a unica participante. De qualquer modo ficamos assim, você vai de sapatilhas, calças de treino e t-shirt e eu irei de calças de ganga e polo. De certeza que nos reconheceremos imediatamente.

;-)

Anónimo disse...

josé rodrigues dos santos é o maior! n prestas

Anónimo disse...

És uma valente merda.

Anónimo disse...

SENHOR jose rodrigues dos santos como se escreve maricas ou devo escrever paneleiro??????? o sor tem muito nível.