quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Sapatinhos são sapatinhos

Joaninha. Cá estão os sapatos-maravilha e as botas.

Ou when the going gets tough, the tough go shopping!


Não, não foi em lojas de fábrica.

Sim, estou consciente de que preciso de apanhar sol.

Não, não estou leprosa: as feridas nos pés são consequência de uns sapatos que usei muito no Verão para chegar à conclusão que tinha alergia a uma porra qualquer que eles continham.

E se alguém diz qualquer coisa relacionada com montar a respeito das botas, apanha um tiro!

7 comentários:

Krippmeister disse...

A velha terapia do consumismo desmesurado! Nunca falha.

Os sapatinhos são giros. E as botas parecem poderosas.

Pode-se dizer "Cowboa"? :-)

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

A terapia do consumismo não ajuda: fica a alma tão vazia como a carteira e poucas pessoas se dão conta disso. Claro que tudo à nossa volta nos diz que se comprarmos x e y a nossa vida fica muito melhor! E fica: os 5 segundos a 5 minutos a 5 dias de excitação que dura a compra. Depois é só meter para o monte!

Suponho que seja como beber ou drogar-se para esquecer: o tempo que dura a anestesia deveria compensar o vazio que se instalou. Em vez disso, muitas vezes o problema ainda se agrava! Com 2 problemas muitas vezes realmente o 1º passa para 2º plano porque o abuso da bebida ou das drogas abafa o que se pretendia disfarçar em 1º lugar.

OK, não foi badalhoquice nem bem lamechice, mas psicologia de café! Também é preciso de vez em quando!

Mas sei que a intenção foi boa, por isso estás "aperdoado". Eu não comprei sapatinhos por consumismo, mas porque estava a precisar de reabastecer o parque de sapatos (OK, houve um bocadinho de consumismo, mas eu não sou santa nenhuma, como já disse!).

Quanto ao "cowboa"... eu queria mandar-te um tiro, mas não consigo porque és um querido! E depois, cheira a elogio, por isso deixo passar!

Joaninha disse...

Abobrinha!!

Belas compras sim senhora, os sapatinhos são dignos do nome sapatinhos e as botas são muito ao estilo Power botts com muito estilo. Aprovado!

rds disse...

DEARRR, adorei o sapatinho tipo "boneca", numa boa, vá lá!
quanto às botinhas, são bonitinhas, não fazem bem meu estilo, mas vão dar exactamente para andar muito bem em um belo passeio a cavalo!
bjocas!

Abobrinha disse...

Raiodesol

Sapatinhos de boneca... por acaso coincide com o que eu pensei da forma deles! Ainda por cima porque assim redondinhos e altos (tem que ser para a forma do meu pé) parecem mais pequeninos do que aquilo que realmente são.

Em relação às botas... eu avisei para não alidir ao montar! Mais um bocadinho e tinha que lhe mandar um tiro! Dito isto, daqui ao Brasil nem com tiros de zagalote (munição para caçar javalis). Mmmm... nem para elefante... pensando bem, tinha que arranjar um míssil balístico intercontinental! Não vale o esforço! Mesmo porque não usou a palavra maldita!

Não interessa! Isto hoje foi um dia estranho, não ligue! 12 na escala de esquisitómetro (que só vai até 10!)... e o dia ainda não acabou!

rds disse...

Dear, estive a pensar no estado em que está e lembrei da tal Lady do filme com que nos brindou a resumi-lo, pois bem, acredito que deve adotar o Maria Antonieta às avessas! explico, aplicar a máquina de cortar cabeças à torto e à direita! boa sorte.

Abobrinha disse...

Raiodesol

Não cortei a torto e a direito (não foi falta de vontade!) mas cortei umas quantas. É uma porcaria: fica muito sangue, mas... às vezes tem que ser!

Já estou melhorzinha, não se preocupe. Isto é preciso estupidez natural! (Não se incomode em entender a expressão: é maneirismo em Portugal)