terça-feira, 9 de outubro de 2007

Mas hoje é outro dia!

Para já, começo com um ponto de exclamação, o que só pode ser bom!

Isto faz-me lembrar o "Música no coração", a cena do "these are a few of my favourite things". Deixo-vos coisas que me põem bem disposta: cores quentes! Estão a ver porque é que nunca optaria por um fundo preto! Porque preto (excepto em pessoas) não é cor!

Nunca entendi qual é o meu fascínio pelo quadro girassóis do Van Gogh. Não sei se me fascinam as flores se a cor, não sei qual é a causa nem a consequência. Mas nem tudo tem que ser pensado até à exaustão, por isso gosto e gosto mesmo e acabou!


Das outras flores (não sei o nome, nunca fomos apresentadas) gosto pela cor e pela maneira como foi tirada a fotografia (que mostra uma simetria natural, não forçada das florinhas). E depois, são cores quentes.


O nascer do sol é um evento que já tentei mas nunca consegui captar satisfatoriamente em fotografias. Além de lindo, onde quer que seja, quer seja mais tristonho ou mais exuberante, diz-nos que todos os dias há mais dia e mais vida. Conhecendo o mundo como conhecemos, continua a ser um dos pequenos "milagres" de todos os dias.

Também gosto de verde luxuriante, mas não tenho tempo e já chega de lamechices!

I'm back!

14 comentários:

Com tranquilidade disse...

BOM DIA ABOBRINHA!!!

QUE LINDO SORRISO COM A A NATUREZA NOS BRINDA, DESEJO-LHE UM BOM DIA PLENO DE FELICIDADE!

indomável disse...

'Bobrinha, deste-me uma ideia genial.
Ora aqui está um excelente desafio ao qual vou responder com um post muito ao meu jeito lá no meu estaminé...
espero que não te importes, afinal, tu é que começaste com esta coisa de posts roubados. Não, não vou roubar-to, vou só pedir-to emprestado para copiar algumas coisinhas.
Beijocas na testa e um até já
indomável

Abobrinha disse...

Indomável

As ideias vendem-se, dão-se ou guardam-se nas gavetas. Estas dão-se. Não estás a roubar nada: estás a aceitar o que te dei. Depois vou espreitar!

Allanah disse...

Das coisas que mais gosto de fotografar são flores e o por do sol, mas sim, nunca acho que a fotografia apanha totalmente a beleza desse momento, as flores são mais faceis.

Abobrinha disse...

Allanah

Curioso como há coisas que ficam melhor em fotografias que ao vivo e a cores. É o caso de produtos de má qualidade, que parecem absolutamente brilhantes por obra de um fotógrado mais talentoso.

É também o caso de pessoas pouco interessantes que parecem o máximo sob determinada luz e pelo talento de um artista.

Contudo, é curioso que por bem que fique uma coisa tão poderosa como um nascer de sol, fique aquém de uma fotografia! Não é mau: é porque a Natureza é mais poderosa que o Homem. O que, por evidente que seja, nem sempre parece assim tão óbvio para alguns. Talvez seja um convite para vivermos mais e deixarmos de viver as coisas pela janela e pela televisão (ou pelo computador, onde tem parecido que vivo muito tempo, possivelmente por ser meio verdade).

Tenho que repensar a minha vida. Mais uma vez!

Joaquim Simões disse...

Como dizia um amigo meu, o pôr-do-sol tem cores que não são deste mundo. As flores parecem mesmo mais daqui. Deve ser do cheiro...

Com tranquilidade disse...

Abobrinha,

Você é mesmo uma caixinha de surpresas. Adorei o seu texto dirigido a allanah; sensibilidade à flor da pele.

Não precisa de repensar a sua vida, você é uma pessoa de ideias e pensamentos claros. Isto não quer dizer que tenha sempre razão mas... muitas vezes tem.

Abobrinha disse...

Com Tranquilidade

O problema é que vocês acham que eu estou sempre na brincadeira: Abobrinha não é só badalhoquice! Abobrinha é mesmo muita coisa! Eu mesma ainda não sei exactamente o quê e ainda estou a recuperar de muita cornada que dei na vida (ou que a vida deu a mim?)!

Talvez não tenha as ideias assim tão claras! Ou talvez de vez em quando a sensibilidade seja tanta que me tolda o pensamento. Não sei! Já não sei nada, se é que alguma vez soube!

Sei que a troca de ideias que tenho os leitores me ajuda a pensar. Isso não é mérito, mas sorte em ter encontrado por muitos acasos e improbabilidades/impossibilidades um conjunto de pessoas tão extraordinárias e que me faz pensar tanto.

Não se preocupe, isto mais dia menos dia volta à boa velha badalhoquice, menos a lamechice... acho eu! Já não sei nada!

rds disse...

que flores tão lindinhas..
como vai Dear? já sei antecipadamente que não vai responder obvio!..
esteves mal? e hoje estás bem, que bom, isso prova que não somos formatados e sim em formação inacabada..
melhoras p/ vc.

Com tranquilidade disse...

Abobrinha,

BOM DIA!

A badalhoquice faz vir ao de cima somente o seu humor. A lamechice, pelo contrário, o seu ser em pleno (o produto com qualidade).

É como o exemplo que deu sobre o nascer do Sol. Não deixe a lamechice, é a sua parte verdadeira... parece :).

Com tranquilidade disse...

Abobrinha,

Sobre as cornadas da vida, como sabe, ainda não deu nem recebeu todas. E ainda bem. É a prova de que vive vivendo.

Triste seria passar impune às cornadas... aos encantos e desencantos do dia-a-dia.

E agora basta de lamechices :). BOM DIA!

indomável disse...

'Bobrinha,
já i algures que as mulheres hoje são mais desinibidas mas ocas... conversa de homem é claro, mas em algumas ocasiões acho que até tem alguma razão. A badalhoquice mostra o lado feminino que tem andado escondido por tanto tempo, mas que não faz de nós menos femininas. A lamechice revela quem temos revelado sempre, o nosso lado mais sensível, e que ainda assim não estaria completo se não fosse pela badalhoquice que nos apimenta os dias!
Nós nunca somos só uma ou outra, somos todas e às vezes nenhuma... isso faz de nós os seres completos que os senhores homens adoram mas que temem, por sermos tão complicadinhas.
Ainda assim, como diria um amigo, é melhor que sejamos complicadas do que ocas, don't u think so my dear?

Joaninha disse...

Abobora menina.

Afinal sempre tens um lado lamechas. Boa, se não tivesses não eras gaja e eu sei que és gaja por isso tinhas de ter. Agora só tens é de o encarar de frente, ser lamechas não é tão mau como parece, ou como está conotado hoje em dia.
Viva a lamechice!!!

As fotografias tão muito giras |:)

Krippmeister disse...

Se quiserem eu preparo um Lamechómetro para pôr aqui no Abobrinha. Mas lá está, é bom saber que também partilhas esses momentos conosco...

...desde que vás alternando com posts de fufas :-)