quarta-feira, 11 de junho de 2008

Afinal o preço do gasóleo baixou!

E não só o preço do gasóleo baixou como baixou quase 50%!!! Anda o pessoal aí a fazer bloqueios e a passar camionistas a ferro quando o preço do gasóleo baixou!

Quer dizer, eu fui atestar o depósito e bastaram € 35! Eu estava a gastar € 63! É quase metade, pá! Alguém anda a mentir!

Quando eu disse aqui no trabalho que só gastei € 35 para atestar o depósito disseram-me logo que isso foi porque eu ainda tinha o depósito meio cheio (ou meio vazio?). Mas eu acho que é só inveja e vontade de armar confusão. Não acham? ... ... Não? OK...

10 comentários:

Joaninha disse...

Estás com sorte em Lisboa não há gasoleo já. Lindo!

Mas isso não interessa nada, Portugal ganhou e isso é que é importante ;)

Abobrinha disse...

Joaninha

Deixa lá: gasóleo é só para os parolos. Gasóleo barato é que é mesmo para os parolos! Aqui estão a dizer que o gasóleo também só se aguenta mais 1 ou 2 dias. Tenho o depósito cheio, é esperar para ver. Mas havia filas de carago para as bombas.

Então a selecção vai chegar com sisternas de petróleo debaixo do braço? Fixe! Que ganhem mais vezes! Pá, foi altamente! Sobretudo porque pelos vistos jogaram bem (não vi o jogo).

Anónimo disse...

Em Lisboa também já não há 95, mas ainda tenho meio depósito e acho que em breve os donos do petróleo vão resolver a situação. Não acham que têm mais poder que os piquetes de greve? Eu não estou nada preocupada.
Bjs Karin

Abobrinha disse...

Karin

Aí é que bate o ponto: não têm que ser os donos do petróleo a falar mas os governos a forçar a situação... para que não sejam os donos do petróleo a mandar!

As motivações destas paralizações foram no sentido de compensar a subida do preço dos combustíveis e parece que só agora alguns governos (não só o nosso) acordaram para o sufoco que é ter que particulares e empresas terem que suportar subidas de preços que vêm em consequência dessa subida. Já deviam ter feito alguma coisa antes, mas mais vale tarde que nunca!

Curiosamente até agora deu a sensação que foram a indústria automóvel e os particulares a mexer-se: os primeiros fabricando e os segundos preferindo automóveis mais eficientes. Mas ninguém quer ficar a pé. Nem está certo que as pessoas tenham que ficar a pé. Eu já disse e repito: eu tenho mesmo que andar de carro nem que não queira (vegetar em casa não é opção).

Anónimo disse...

Pois eu deixei-me de merdas e desatei a pôr coisas inenarraveis no deposito. E não só oleo de fritar.´´E o que dá ter um motor diesel, aquela cena aperta de tal forma qualquer mistura que lá pomos , que a dita acaba sempre por explodir.
Inovação precisa-se.
Valetorno

Abobrinha disse...

Valetorno

É tudo psicológico: se se for abastecer com o depósito meio vazio (ou meio cheio?) gasta-se só metade do dinheiro. Assim como assim muita gente faz tantas contas à vida como o peixinho no aquário, que anda às voltas e voltas. Mas como se esqueceu da primeira volta, cada uma delas parece a primeira.

Tenho receio de experimentar essa história do óleo de fritar. E depois há um pequeno problema: eu não como fritos em casa, por isso não tenho óleo para pôr no depósito. E não estou para andar a comprar óleo novinho para pôr no carro... pelo menos por enquanto.

A era dos combustíveis baratos acabou. Mas tem que se arranjar solução para a mobilidade das pessoas, porque é essencial para vivermos com qualidade.

Joaquim Simões disse...

Olha, eu com o sexo já tenho chorado, às vezes de riso. Com a cidade, é mais de c... palavrão para cima. Quanto ao gasóleo, não sei o que te diga, mas experimenta lavar o depósito, talvez ele seja daqueles que encolhem com as lavagens e assim sempre poupas algum.
E, a esta hora e depois do dia que te tive, não te ponhas para aí com exigências quanto à qualidade dos comentários...! Oh...!
NOTA- Boa! A minha sobrinha acaba de assustar toda a gente! Veio pedir ajuda a chorar! O gato acaba de tirar o rato da gaiola e está comê-lo! Isto promete! Bons sonhos!

Abobrinha disse...

Joaquim

Bem... se o gato estava já a comer o gato, parece-me que o assunto está resolvido por natureza. Adoro gatos! De 2 e 4 patas, não sou esquisita: qualquer dos dois tipos me põe a ronronar.

Krippmeister disse...

Eu até andaria de bicicleta, se não ma gamassem de 3 em 3 meses...

Abobrinha disse...

Herr K

Não sabia do drama do "byke-jacking". O que é uma pena: ficavas com um rabo mais sexy ainda!

Também me gamaram uma vez uma e eu usava-a como meio exclusivo de transporte. Tempos interessantes. E o meu rabo sofreu as consequências, assim como a minha mobilidade (andar a pé não dá para cobrir tanta distância).

Pior aconteceu a um primo meu, a quem roubaram as sapatilhas! Mas isso é uma longa história.