quinta-feira, 5 de junho de 2008

Sem palavras e nem sei bem poruqê

Já há muito que não faço divulgação científica. Leia-se: já há muito que não divulgo os textos de outra pessoa.

Este post do Luís Azevedo Rodrigues deixou-me de boca aberta e sem palavras e nem sei muito bem porquê. Mas há qualquer coisa naquelas imagens e naquela notícia que me batem forte. Por agora deixo a imagem. Mais tarde tentarei dar a minha visão "resumida" (2000 palavritas?) de porque é que me bate tão forte.


E já agora, visitem o blogue Ciência ao Natural: é que lá vai-se aprendendo qualquer coisinha, enquanto que aqui... nicles!

6 comentários:

Anónimo disse...

Abobrinha,
é fantástico se forem realmente 'selvagens virgens', e espero que não os lixem.
Mas não excluo ainda a hipótese de se tratar dum 'hoax'. Também pode ser um grupo de estudantes universitários a tentar enrolar os media.
bjs Karin

Abobrinha disse...

Karin

Não creio que seja mentira. Li há um tempo de uma fundação para defesa do índio que tinha precisamente como objectivo ver onde estavam estas tribos para por madeireiros e outros fora do caminho deles e não os obrigar a conviver com quem comprovadamente os pode destruir.

De qualquer modo, se for mentira o Luís divulgará com o mesmo zelo.

Ciência Ao Natural disse...

Olá Abobrinha!

Thanks pela referência e pelo elogio.

Em relação à veracidade da notícia, acho que as fontes são seguras.

Luís Azevedo Rodrigues

Abobrinha disse...

Luís

Eu é que lucro com a referência ao teu blogue: fico com a fama de divulgadora científica e nem tenho trabalhinho nenhum! E sempre dá alguma dignidade a este tasco.

Osvaldo Lucas disse...

É uma situação complicada.

a) Devemos, a "civilização", deixar em paz os selvagens? Tipo "espécie rarísssima em zona húmida com estatuto protecção integral"?

b) Fazer a aproximação e aculturação mútua?


Se encontrarmos aliens (ou vice-versa) devemos manter a distância, e eles idem?

Perder uma oportunidade de voltar ao passado e tentar compreender como viemos do estado "selvagem" para a(s) nossa(s) sociedade(s)?

rds disse...

que nada, ....por muito pouco~utilizarão a velha tática técnica, que tal umas miçangas coloridas e um facão, em troca de umas fotos, de quebra te dou um cigarro!
Não os antropólogos, mas os idiotas e ignorantes que lá vivem, amém!