terça-feira, 6 de janeiro de 2009

B.I. - Sim, eu sei que normalmente aqui não se aprende um boi

Uma vez sem exemplo (quantas vezes é que eu já disse isto?) vou ensinar a uma coisa útil: validar um número de bilhete de identidade.

Jovem, já pensaste qual é a lógica do teu número do bilhete de identidade? Já pensaste para que serve o algarismo extra à direita deste (se dizes que é o número de pessoas com o mesmo nome que tu, desafio-te a encontrar as outras 8 com o lençol que uso para nome).
Ora faz assim:

- Pega no número completo ("suplementar" incluído) e inverte-o;

- Multiplica o primeiro algarismo do número assim obtido (no caso, o "suplementar") por 1, o segundo por 2, o terceiro por três e por aí adiante até se te acabarem os algarismos;

- Soma estes produtos e obténs um número;

- Divide este número por 11; se o resto da divisão for zero, o número de BI é válido. Se não for, o número não corresponde a um número de bilhete de identidade.

Isto está melhor explicado aqui.

Contudo, há uma falha que não é explicada neste site: alguns números dão erro na verificação com este algoritmo. Concretamente, alguns números de BI em que o número "suplementar" é o zero. Se encontrarem um caso desses, substituam o zero por dez e experimentem, que deve dar. Isto aprendi num livro do Jorge Buescu (um daqueles que teve só "v" de ida e não "v" de volta", por isso não o tenho comigo) que se deve a alguém ter tido a brilhante ideia de não colocar como caracter suplementar um X, mas um zero. O que deu asneira!
Já agora, alguém sabe qual é o algoritmo de verificação para o número de contribuinte? É que eu não o sei e gostava de saber. Só porque sim!

E perguntam vocês: e exactamente quantos comentários estás à espera de ter com esta merda? Não sei, mas as imagens abaixo eventualmente renderão alguns. Algo como: menina, a de baixo mostra mais para 40%, não 30... mas não é uma queixa! E diz a malta que a Matemática não é divertida! E não, estas mamas não são minhas!



42 comentários:

L!NGU@$ disse...

Curioso. Já tinha ouvido dizer que aquilo era algo que tinha a ver com o arquivo. Afinal não é. Sempre a aprender. :)

Bacardi disse...

Olha, mamas. Ah, e há um texto por cima a falar de qualquer coisa. Mas não interessa. MAMAS!!!! :P

Já sabia que havia um algoritmo qualquer para calcular aquele número, não sabia que era publico. Mas sinto-me a aprender qualquer coisa aqui neste blog. Abobrinha, isto não se faz... :(

Abobrinha disse...

L!ngu@$

E não disseste nada acerca das mamas! Fantástico!

Abobrinha disse...

Bacardi

OK, apanhaste-me: o post era acerca de um assunto que ocupa a imaginação de todos e que é a validação do número do bilhete de identidade.

A intenção final, contudo, era desviar o assunto para as mamas, que não têm tido atenção suficiente por parte da comunicação social que se diz séria neste país, nem da comunidade médica e menos ainda dos machos que se querem reclamar latinos e tarados sexuais. As consequências são devastadoras: mamas sem atenção, carinho e olhares babados.

Aos extremos que uma mulher vai só para ter atenção! Mas não fiz isto pelos meus 30%: fiz por todas as mulheres! Solidariedade feminina!

Bruno Fehr disse...

Entao e existe algum prémio para quem perder minutos da sua vida a fazer essas contas? Nem que seja um biscoito?

Anónimo disse...

Devem ser tipos do norte, ou melhor, que vivem acima do montejunto-estrela. Só esses é que gostam de peitos fartos, como os ingleses, americanos etc..
É sabido que o pessoal do sul (latinos etc) gostam é de rabos, as mamas podem so caber numa mão, (enche-la claro).
Neste post, tudo é exagerado, as contas as mamas , sei lá ... tudo
Valetorno

pinxexa disse...

As coisas que esta miuda sabe!
:-)
beijoooooossssss

- com - da + disse...

Courguette, desta vez conseguiste captar a minha atenção: Essas miúdas têm ums @lh@s lindos!

E pra que a malta não pense que a matemática não é sexy aqui tens mais do mesmo.

Eu mesma! disse...

Espectaculo!
Tenho um BI verdadeiro!!!!!

Quem diria!
E eu a achar que existiam 8 pessoas no mundo com o mesmo nome que eu... fico muito mais feliz por saber que sou unica...:)

Eu mesma! disse...

e Bacardi...
vais-me explicar como chegaste as mamas sem ler as frases antes!!!!

visão raio-x?

Rita disse...

UAU... E pensar que se chega a determinada idade e ainda se aprendem coisas "úteis"... Fantástico. Obrigada Abobrinha. E parabéns pelo BLOG. Já cá tinha vindo mas nunca postei...

PS: concordo com o Valetorno, latino à séria gosta mesmo é de cús...

Salto-Alto disse...

LOOOOL! Isto é que é um bom post! Variado e divertido! :)

Beijocas!

Lança disse...

:|

Estes vi...

Estava a falar de quê? Mesmo?

LOOOL

Blondewithaphd disse...

Cruzes mulher, deixas-me o neurónio derreado! E olha que eu preciso do tipo! Matemática e gajas! Olha-m'esta, hein?!

Abobrinha disse...

Bruno

"Entao e existe algum prémio para quem perder minutos da sua vida a fazer essas contas"

Bem... mamas? Não estou a brincar: eu acho a Matemática elegante e sensual e há mais quem tenha este tipo de pancada! Ou seja, o resultado pode mesmo ser mamas.

Outra coisa por que tenho pancadas é por línguas. E sim, eu sei que há dois sentidos nesta frase. E eu estou a falar dos dois!

Abobrinha disse...

Valetorno

Mais vale uma mama na mão que duas nádegas a voar. Ou seja, vale tudo! E depois, quando uma gaja está sentada, se não se tem as mamas para apreciar, mais vale... sei lá, fazer as contas ao BI do vizinho!

Abobrinha disse...

Pinxexa

A internet não é só porcaria. E no meu blogue volta e meia também tem coisas que não são porcaria. Só para desenjoar!

Abobrinha disse...

- com - dá +

Eu sei como captar a atenção de muita gente. Quer com Matemática quer com mamas! Ou terá sido a combinação de ambas? Estranhamente o pessoal aqui ficou mesmo fascinado com a cena do BI!

E sim, as moças têm uns olhos muito bonitos... é o que mais salta à vista!

Gostei do site! Fui direita à procura do algoritmo para o NIF, mas ainda não o encontrei, tenho que ler com mais calma. MAs ESTE é que é o atractor... ou pelo menos as mamas destas duas cidadãs são atractoras... ... eu devia ser convidada para trabalhar no Ministério da Educação! Pedagogia da educação sexual e da Matemática!

Abobrinha disse...

EU mesma

Claro que és única, moça!

Quanto ao meu noivo/teu amante... ele é esperto de carago! E é uma doçurinha!

Abobrinha disse...

Rita

Benvida (aos comentários, pelos vistos). Que leias o meu blogue só demontra que tens bom gosto, ficas a saber!

Nunca é tarde para aprender! E eu já aprendi que latino a sério gosta mesmo é de tudo! Se é capaz de dar conta do recado é que já é outra história!

Abobrinha disse...

Salto Alto

Melhor que cinema blockbuster, não? Eu ainda não me convenci que dei dinheiro para ver o "yes man"...

Abobrinha disse...

Lança

"Estava a falar de quê? Mesmo?"

Duuuuh! Mamas, claro! A Matemática foi só um isco para atrair leitores incautos sedentos de conhecimento.

Abobrinha disse...

Blonde

Na, isto é para exercitar o neurónio! Ou melhor, isto é o equivalente à massagem! QUer-me parecer que o teu neurónio é resistente!

A Gata Christie disse...

Contas a mais para o meu cérebro de gata... As mamas são um bocadinho (de nada) grandes.

Ah, e latino que se preze gosta mesmo é de cus e de mamas!

Eu mesma! disse...

por acaso o teu noivo meu amante é um doce! tens que o conhecer!!!

agora vai embirrar conosco porque andamos a chama um HOMEM MACHO de docinho....

Bacardi disse...

Eu mesma

No ecrã do meu pc cabe o post completo. Assim que abri a página, saltaram logo à vista as ditas. Aliás, se fosse de outro modo seria contra-natura.

Valetorno

Na minha humilde e sincera opinião, os seios são muito mais importantes que os glúteos.

(Daqui para baixo é apenas para ser lido por homens)
Agora que já demonstrei que até tenho algum vocabulário, bora lá falar a sério. De facto, como tu dizes, desde que encha a mão, é bom. Mas quanto maior, melhor (salvo exageros). E quanto à cena dos cus… epá, é fixe e tal e não sei quê, mas não atribuo grande relevância à coisa. Mas enfim, cada maluco com a sua pancada ;)

Bacardi disse...

Abobrinha

Eu sei que estavas a brincar, mas eu vou levar muito a sério essa tua afirmação de as mamas não terem a atenção devida, especialmente na comunicação social. Senão vejamos. Quem vê telejornais sabe que os decotes raramente passam dos 5%. Porque se está a falar de coisas sérias (salvo na TVI). Nos programas de entretenimento temos conteúdo fraquinho, apresentado pela tripla Catarina Furtado / 50% das respectivas mamas. O interesse é nulo, mas menor seria se a rapariga estivesse de gola alta. Aí é que ninguém via.

Por falar nisto, o que é feito daquele programa da Sic Radical, Nuticias?

Bacardi disse...

E já me conformei com o facto de ser o puto fofinho e queridinho aqui do blog. Não há mesmo volta a dar. Ao menos ainda vou recebendo elogios. Obrigado mamãs :P

Eu mesma! disse...

de nada meu lindinho!

Sadeek disse...

Mas porque raio o meu comentário não apareceu aqui?! Enfim, cara amiga, é pena que estas mamas não sejam suas. Porque, assim há primeira vista, me parecem apresentar uma boa saúde. E isso é bom.

Quanto ao BI...mas quem quer saber essa treta do número?! Que seja divisivel ou lá o que quiserem?! Quem quer saber disto quando pode estar a ocupar o cérebro com imagens de peitos saudáveis?! Crazy people... :D

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOO

Abobrinha disse...

Bacardi (aka docinho, fofinho queriducho inteligente)

Gostei dessas considerações sobre a tripla de apresentadoras dos programas da Catarina Furtado: ela mesma, e as gémeas. É um programa excelente porque dá para ver sem som! Aliás, quer-me parecer que sem som até se vê melhor! E realmente, dos 5 minutos que eu vi daquilo, aquilo só por amor... que interesse não tem mesmo nenhum!

Ainda bem que não atribuis importância demasiada a cús. Tenho uns amigos que começaram a prestar muita atenção... e nunca mais voltaram! Agora discutimos gajos!

Abobrinha disse...

Sadeek

Mas as minhas mamas também são saudáveis. O que é, não estão aqui!

Não sei porque é que o teu comentário não apareceu. Na volta o teu computador distraiu-se com a (ahem) validação do teu BI...

O interesse do BI? Desenjoar! Para mostrar mamas de novo, que é para chamar a atenção para o que realmente interessa!

Abobrinha disse...

A Gata Christie

Eu não as acho grandes: acho-as o máximo!

Abobrinha disse...

EU mesma

Ele é mesmo fofinho, não é? Mas eu desconfio que ele gosta que lhe chamemos estas fofuras. MAs também, se não gostar tem dois trabalhos: gostar e deixar de gostar!

Eu mesma! disse...

eu acho que o nosso menino está a ficar deveras convencido....

Sadeek disse...

E alguém consegue enjoar de mamas?!?! Bahhhh.... :P

Lança disse...

(não me canso de ver este post...)

AH AH AH!!!

Abobrinha disse...

Sadeek

Eu tenho amigos que enjoaram mamas... OK, estou a falar dos homem-sexuais!

Mas imagina o drama que deve ser trabalhar em moda ou na indústria do sexo. Achas que eles se cansam? Ou que viram a dada altura, só para desenjoar?

Abobrinha disse...

Lança

Claro que não te cansas: os algoritmos de validação de grande números são fascinantes!

... era disso que estavas a falar, não era?

Abobrinha disse...

Eu mesma

;)

Sadeek disse...

Na moda ou na industria do sexo?! Hummm...interessante relação...não serão ambas quase como que "irmãs gémeas"?!?! ;)

Não...não sei...nunca fiz filmes e não sou propriamente um modelo (embora tenha rabo para tal)de modos que...mas custa-me a querer que se enjoe dessas coisas...

Abobrinha disse...

SAdeek

Pá, não sei. Diz que até os animaizinhos gostam! Mas há stress e cansaço em todas as profissões. O que me lembra outra coisa: os ginecologistas (os homens)... ... ... OK, agora fiquei sem fome para o almoço!