quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Canções de entropia

Recebi um e-mail de Serralves a avisar-me de um concerto de um tal Jandek. Podem ler aqui o mesmo que dizia o e-mail:

"Estreia nacional ao vivo de “uma das figuras mais fascinantes da música do século XX” (e dos dias de hoje), e provavelmente, o homem que levou a solidão e o isolamento no processo de trabalho aos maiores extremos em toda a história conhecida da música independente. Eremita, compositor de canções de abandono, entropia e superação, é editado pela misteriosa Corwood Industries desde o final dos anos 1970. Dezenas de discos e quase 30 anos após o arranque da sua carreira, apresentou-se pela primeira vez ao mundo (sem nunca ter dado entrevistas, sem nunca ter comunicado com os media em discurso directo) num concerto em Glasgow, em 2004, onde não vinha sequer listado. Desde então, realiza um número bastante limitado de actuações por ano, pelo que é um enorme prazer anunciarmos que o Auditório de Serralves e a Filho Único, em co-produção, irão apresentar um concerto deste notável criador."

Não sei se vou gastar €15 euros no dia 10 para ver um "eremita, compositor de canções de abandono, entropia e superação". Tenho receio de descobrir que o motivo que leva um artista a ser um ermita que não comunicou nunca com os media em discurso directo tenha sido medo que lhe dissessem que a música dele é uma merda! Aliás, tenho receio que sejam mesmo. Até porque "Officially, Jandek is not a person". Para isso não preciso de gastar € 15! Nem euro nenhum! Para quem tem curiosidade, o amiguinho é este aqui.

E que c*** são canções de entropia? Será algo parecido com o que os meus sobrinhos faziam com tachos, tupperwares e talheres? Eu sabia que devia ter gravado isso para vender! Do mesmo modo, o que são canções de abandono e superação? Canções com menor entropia? Isto da arte é muito complicado! Na volta é melhor ficar-me por Depeche Mode. Mesmo porque parece que vêm ao Porto. Ao Porto, carago!

14 comentários:

Anónimo disse...

Cara Abobrinha
Comungo desse espanto com as cantigas de entropia, mas redirecciono a coisa e creio que sera fundamental aquilatar da entropia do blog.
Acho até que ultimamente e derivado do facto de não ter fechado, como chegou a ser anunciado, este blog tende a acumular demasiada entropia (vide termodinamica, como medida fisica da irreversibilidade de um fenomeno).
Assim proponho que os tais €15,0 sejam gastos num medidor de entropia graduado em Kcalorias, para acompanhar a par e passo a evolução do blog.
Dedicado
Valetorno

Tinta Permanente disse...

O texto da Serralves promete. Mas também nunca ouvi falar desse solitário...
Bjs

Eu mesma! disse...

pagares 15 euros para ouvires um homem solitário cantar qualquer coisa estranha?

nope....
vai mas é às compras!

Sadeek disse...

Medo.... :S

rds disse...

Personal Jesus!

Abobrinha disse...

Valetorno

Ou seja, um badalhocómetro... ... .. era uma ideia, graduar cada um dos posts segundo grau de badalhoquice! Como é que eu faço isso? À borla, claro!

Abobrinha disse...

Tinta

Os textos de Serralves prometem sempre. Já dediquei alguns posts a textos de Serralves e deu quase invariavelmente asneira!

Fica por saber se não teres ouvido falar dessa não-pessoa (gostaste? Muito pós-moderno!) é bom ou mau! Não vou ser eu a dizer-te!

Abobrinha disse...

Eu mesma

E fui! Comprei um casaco lindo. Problema: custou... mais qualquer coisinha que isso. Leia-se: foi um estouro, e mesmo assim a 50%!


... dado o contexto de percentagens ultimamente, refira-se que 50% é sobre o preço e não decote!

Abobrinha disse...

Sadeek

Pois...

Abobrinha disse...

Rds

O quê? Ah, Depeche Mode! A versão do Marilyn Manson não é mais peste!

Eu mesma! disse...

Minha linda...
é nessas compras hiper mega caras que nos sentimos realizadas como mulheres!

Uma vez de vez em quando.... sabe muito bem!

Abobrinha disse...

Eu mesma

O que me aborreceu mesmo foi andar à procura de umas botas com determinadas características e não as encontrar! Mas ainda não desisti. Mas esta época de saldos está muito fraquinha: ainda não consegui desgraçar-me... pena!

Eu mesma! disse...

q tal alargares os horizontes da procura? Tipo Lisboa ou afins?????

lol!
é uma ideia...:)

Abobrinha disse...

Eu mesma

... tempting...