quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

"Ela é um bocado tipo peixe morto"

Aspas? Yup! Isto foi o que se disse no filme "Ensaio sobre a cegueira" (e presumivelmente também no livro, mas ainda não cheguei lá) sobre uma das personagens na cena em que as mulheres vão trocar sexo por comida. Esta personagem tipo "peixe morto" acaba mal, mas isso é outra história.

Ocorreu-me esta frase quando um dia destes um amigo me disse que uma outra amiga tinha dormido (em rigor, não foi só dormir: eles fizeram umas coisas interessantes acordados e depois foram dormir) com um outro amigo nosso. Eu até sabia (ela contou-me), mas não precisava que ele me dissesse isso. Parecendo que não, não lhe dizia directamente respeito porque ele não dormiu nem com um nem com outro! Acho eu, mas eu já não ponho as mãos no fogo por ninguém! Eu sei que eu não dormi com ele, porque ele... digamos que só se fosse por amor, porque o interesse não era muito (e a higiene dele deixava muito a desejar)!

Ou seja, fiquei a saber por esse meu amigo não só o que já sabia (que ela tinha dormido com o outro) como também que a minha amiga na cama era um bocado tipo peixe morto. Como eu não tenciono dormir com ela, não vejo exactamente a relevância da coisa! Mas pronto, fica registado! Saber não ocupa lugar!

E a minha atitude perante a coisa? Bem, noutra altura teria dito ao rapazinho que não se faz e que não tinha nada que ver com isso e que não devia falar da vida sexual dos outros e mais não sei quê. Em vez disso fiz-me desapercebida (ele precisava mesmo de saber que eu sabia que eles os dois tinham trocado fluidos corporais? Não creio!), disse que o rapazinho não se devia andar a gabar de ter dormido com ela e dei pouca importância à coisa. E a conversa morreu um bocado. Ou por outra, fiquei um bocado tipo peixe morto nessa conversa: ele fez a festa, deitou os foguetes e apanhou as canas e eu disse que sim desinteressadamente e a olhar para o lado. Noutra altura teria dado um pequeno sermão, mas concluí que tenho que poupar energias para mim. E a minha amiga não teria feito o mesmo por mim, isso eu sei.

Retenho ainda a informação importante que aquele meu amigo é não só do estilo kiss and tell como do estilo "vê kiss" and tell (esta é nova: fui eu que inventei agora mesmo). Não que eu esteja a pensar trocar fluidos corporais com ele. Ou se estivesse... era capaz de pensar duas vezes e/ou assinar um termo de responsabilidade em que ele se compromete a usar a boca só para coisas úteis e construtivas!

E se um dia me ocorrer fazer uma lista de potenciais amantes lésbicas, já sei quem tenho que riscar da lista... incompetência acontece a qualquer um ou uma, mas uma gaja tem que aprender! E querer aprender! E perguntar, e experimentar. E pelos vistos ela não fez uma coisa nem outra... ficou ali tipo peixe morto!

27 comentários:

Sadeek disse...

Uiii...enfim...são gajos assim que arruinam a nossa credibilidade. Papar e contar não é bonito. Nada mesmo. Detesto que façam isso. Pior ainda é papar, contar e denegrir a imagem. Bahhhh...

E agora, dica do amigo para a minha amiga...geralmente quando um gajo fala das suas proezas sexuais a amigos mente. Muito. Ou dá 10 sem tirar...ou dá orgasmos múltiplos à senhora só com o olhar...ou...ou...ou...whatever...mente!!! Quando conta e arrasa a mulher...geralmente é porque queria qualquer coisa que ela não lhe deu...azarinho...shit happens...

O que ele devia saber é que estas conversas nunca ficam só por uma pessoa. E que outras mulheres irão ouvir a dita. E que por isso podem estar a dar tiros nos próprios pés...e a arruinar futuras hipóteses de... :P

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOO

Eu mesma! disse...

bem..
eu hoje devo ter falta de alguma coisa... fiquei totalmente baralhada com o teu post....

totalmente!

mas lendo o comentário do Sadeek... concordo... os homens a nivel sexual mentem que é uma coisita estupida... e realmente acham que nós depois não falamos umas com as outras....

Salto-Alto disse...

LOOOOOOL! Adorei a expressão, fiquei fã! :)

Beijocas

pinxexa disse...

OLha sabes que mais?
MATA O GAJO!
Esse sim merece por andar a dar com a lingua nos dentes!
E mais: se o gajo anda a dar com a lingua nos dentes é porque a tem folgada, ou seja, é porque não lhe dá o devido uso!!!! Razão tem a tua amiga para ficar tipo "peixe morto" (expressão deliciosa)! Pudera!
Palerma!
beijo

Lança disse...

:|

Isso é a média ou foi um caso isolado?

Dias maus todos temos…

;D

francis disse...

Contar detalhes é muito mau.
Calhando ela foi peixe morto porque ele também não era lá muito vivo...será ?

Joaninha disse...

Se ela estava tipo peixe morto é porque ele não sobe acordar o peixe.

E tenho dito. Quando um homem quer a coisa acontece :)

beijosss

A Gata Christie disse...

Peixe? Vim logo a correr quando senti o cheiro da coisa mas, afinal, deste peixe não gosto.. Detesto gajos que "arrotam" o que comem (muitos "arrotam", até, o que não comem, mas enfim...)! E, valha a verdade, se o peixe está morto é porque o pescador sucks!

Krippmeister disse...

Mas peixe-morto sexy ou peixe-morto tipo rescaldo de uma batalkha na aldeia do asterix?

Ou será que a descrição não era relativa á atitude, mas ao aroma.

NI disse...

E será que foi devidamente amanhado?

Afinal, é preciso jeito para amanhar o peixe...

Abobrinha disse...

Sadeek

Claro que mentem! Mas a questão é a seguinte: who cares? Eu não vou dormir com a minha amiga!

Mesmo porque não me parece que corresponda aos padrões dela: para ter dormido com aquilo... eeek, que nojo! Só se for daqueles casos em que um mau aspecto esconde um grande talento! E eu não estou a falar de beleza (ninguém se faz por suas mãos).

Muitas mulheres pensam que com elas a coisa será diferente... mas possivelmente essas merecem! Mas isso é complicado e não quero ir por aí!

Abobrinha disse...

Eu mesma

Essa de falar umas com as outras... se eu te contasse!

Abobrinha disse...

Salto-Alto

É uma expressão deliciosa, que vai entrar no anedotário do Abobrinha! Agora tenho que ver o contexto original no livro. Mas parece-me bem!

Abobrinha disse...

Pinxexa

Eu? Matar ESTE gajo? É o que eu digo: ela por mim também ficaria tipo peixe morto (salvo seja: em termos de me defender), por isso limitei-me a não dar conversa. Se o meu amigo é tão inteligente como eu penso que ele é, chegou lá. Se não chegou... quero lá saber!

E sim, há coisas muito mais... digamos... produtivas para fazer com a língua! Fica-me a dúvida se a minha amiga ficou a saber disso...

Abobrinha disse...

(mas, para que conste, não vou perguntar-lhe)

Abobrinha disse...

Lança

É assim: pareceu-me que foi uma média, com um desvio padrão muito pequeno... não terá sido um dia mau...

E sei isto porque eles "coisaram" com alguma regularidade (isso sei eu). Aliás, agora que eu penso no assunto, eu fiquei a saber mais da vida sexual da minha amiga nessa altura do que realmente queria!

Mas agora (por causa da Pinxexa) fiquei na dúvida se ele sabia para que mais servia uma língua! E eu devia ter perguntado! Acho que vou aprofundar a conversa da próxima vez que o vir (que, escorregadio como ele é, pode ser daqui a 1 ano).

Abobrinha disse...

Francis

Ora porra, a pressa em acabar com a conversa foi tal que agora me dou conta que devia ter aprofundado a questão! Já que o meu amigo que contou o que lhe disse o outro sabia tanta coisa sobre a minha amiga, devia ter-lhe perguntado sobre a performance do moço!

Fique registado que eu costumo demorar-me mais em pormenores (ia dizer qualquer coisa de dar à língua, mas é melhor não).

Abobrinha disse...

Joaninha

Tenho para mim que a minha amiga era de facto um peixe morto. Concretamente... UM BACALHAU! E tu sabes o que quer o bacalhau, nas sabes? Quer alho! O problema é que ele não devia... ... ... percebeste a ideia, certo?

Lá está, ele não soube ensiná-la! Quem aprecia a coisa, sabe como se faz, ensina e pede o que quer! E dá. E cala-se!

Abobrinha disse...

A Gata Christie

Nope, ele comeu. Eu sei porque ela me disse. Mas em boca fechada não entra mosca... o que é particularmente importante se o peixe morto não é bacalhau seco.

Abobrinha disse...

Krippmeister

É assim: comparada com o má língua (estou cismada: ele seria realmente competente?) a minha amiga é mil vezes melhor que a Jessica Alba! E perguntas tu: tu tens uma amiga parecida com a Jessica Alba? Não (a Allanah não conta): é mesmo o termo de comparação que é uma porra! E não, não era problema de cheiro: a minha amiga tem uma higiene cuidada.

Eu não acredito que me apanhaste em falso outra vez: quando pensei neste post ocorreu-me mencionar o peixeiro da aldeia do Asterix (parece que pensamos de maneira idêntica). Mas se reparaste, não caí em falso de novo na falsa questão do "dormir com". No caso, ocorreu-me que seria acertado pegar numa cavala e bater-lhe até ele deixar de dizer que a minha amiga é incompetente!

Abobrinha disse...

NI

Não sei se devia ter escrito este post. Ter ficado a pensar se o fulano é ou não competente... acredita, eu não queria fantasiar acerca daquele fulano!

... credo! Já foi suficientemente grave imaginar a minha amiga com ele!

Eu mesma! disse...

Abobrinha...
o lema é o mesmo das meninas do Sex and the City....

we never kiss and tell! Aos outros!!!!!! Claro está que as amigas... sabem sempre na hora!

Bacardi disse...

Gostei do post mas, mais ainda, dos comentários. As meninas dizem, quase em unisono, que, se a gaja estava tipo peixe morto, a culpa é do pescador. Pessoal, nem todos os homens mentem, nem todas as mulheres são umas bombas na cama.

Da mesma forma que há maus pescadores, há maus peixes. E se calhar o pescador é bom, o peixe também, e simplesmente a coisa não decorreu bem. Às vezes simplesmente o bom pescador e o bom peixe não combinam.

Abobrinha disse...

Eu mesma

Não sei: há coisas que eu guardo mesmo só para mim. Mas é tudo normal!

Abobrinha disse...

Bacardi

A minha dúvida no caso foi como é que o peixe quis aquele pescador. Mas se tens razão no aspecto que nem todas as mulheres são bombas sexuais à espera de um rastilho em condições (e de quem o acenda), as mulheres são mais vezes acusadas de serem peixe morto e de terem culpa de não atingirem orgasmos múltiplos. Muitas vezes quando há factos gritantes de incompetência masculina.

Mas tens razão: não se pode generalizar! Cada qual fala de si e uma pessoa tem que ir aprendendo. No caso, aprendi com quem NÃO devo sexar (a não ser que queira publicidade) e quem não escolher para amante lésbica. Dito isto... podia ensinar-lhe umas coisas...

Quanto a nem todos os homens mentem e nem todos os homens enganam, eu lembro-me disso de cada vez que me envolvo com alguém novo. Tipo uma formatação de um computador, para não um começo novo. E depois instala-se programas novos, começa-se a trabalhar e REZA-SE para que não haja grandes conflitos entre eles...

Allanah disse...

Oi? Eu nao conto porquê???? E não tenho nada a ver copm a Jessica Alba por favor... Ela é muito fraquinha. :P Bom ano abobrissima minha querida!

Abobrinha disse...

Allanah

Precisamente! Ao pé de ti e da tua mana a Jessica Alba é muito fraquinha, daí que vocês não contem para a estatística! Agora para sushi para a semana é outra história ;)

Bom ano para ti também, miúda! Eu sei que este ano para mim vai ser o máximo! Com ou sem crise, ninguém me pára!