sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Consultório sexual, the sequel - Episódio 4

E hoje é sexta-feira... e há já muito tempo que não havia consultório sexual!

Atendendo a que está muito frio (e que sexo é uma maneira muito interessante de aumentar a temperatura corporal) e aproveitando a polémica do peixe morto e respectivas adendas, bute lá colocar dúvidas.

Eu sei que não é para aprender nada, mas ao menos faz-me escrever e rir e provocar risos. O que também são actividades geradoras de calorzinho!

Venham as vossas dúvidas... venham-se as vossas dúv... venham-s... bem... façam o que entenderem, desde que se protejam e não enganem ninguém!

12 comentários:

Sadeek disse...

Dúvida: Se o peixe estiver morto e fôr, digamos, um bacalhau e estiver congelado corremos o risco de, ao comer o dito, ficar lá com a lingua presa (tipo aquelas imagens do pessoal com a lingua colada a postes congelados!?!)

Sadeek (AKA gajoextremamentebemabonadonoquetocaaoinstrumentosexuEl)

Bruce Lóse disse...

Abó,

É com algum constrangimento que venho à consulta, e vou ser muito breve: a minha mulher é insuportável. Conduz com o pé na embraiagem, não faz o menor esforço para se desviar dos buracos, compra pacotes de bolachas esmigalhados nos cantos e aperta a pasta de dentes pelo meio. Há dias veio mostrar-me os últimos sapatos novos e eu não pude evitar: "Bruce, estás na valeta".

Mas há algo de novo na minha vida. Tenho pensado se não seria bom dormir umas noites à experiência com o Perspectiva, sei lá. Uma coisa diferente. A barba com a barba, o pijama Throttleman com os tubarõezinhos, o Mister Sandman no iPod, depois o silêncio do deslumbramento... e de repente, o tchap tchap tchap!

Diz-me tudo com franqueza.

Blondewithaphd disse...

Pergunta: Como é que ali no teu inquérito a amante lésbica só vai em segundo lugar, hein?

Lança disse...

Não sei o que isso é desde o ano passado... Será do frio?

LOL

Tinta Permanente disse...

Isto por aqui realmente aqueceu!
lol Beijinhos!

O pensador disse...

Abobrinha, ontem quando fazia amor com a minha esposa, durante o coito cavalgante que estavamos a realizar, ela pediu-me inesperadamente para eu lhe introduzir o meu dedo indicador no anûs. Na hora não consegui pensar muito bem nas consequências e perante o seu ar visivelmente desesperado, acedi ao seu pedido.
Hoje de manhã, ao acordar, ela sentia bastante frio, um bocadinho tonta e meia enjoada.
Ela sempre tomou a pilula de forma certa e habitual, mas uma vez que fugi um pouco à rotina sexual no dia anterior, será que ela pode ter ficado grávida?
Obrigado.

:-)

Krippmeister disse...

Pensador, se usas a aliança no dedo indicador é uma boa altura para comprares um penico.

Eu mesma! disse...

bem....
confesso que após ler as duvidas dos nossos amigos fiquei um pouco constrangida com as minhas!!!!!!

Lol!

volto mais tarde!

I.D.Pena disse...

Dúvida: O meu vizinho quer ser meu escravo, mas nem por isso sexual porque não me atrai em nenhum aspecto.
O que devo fazer ? Deixo que continue fazer-me favores domésticos, tais como : Ir às compras, limpar o wc , lavar o meu carro, passar a ferro. Etc.??
Eu acho que ele está com o cio, pelo sim pelo não tenho uma pressão de ar , caso a situação se descontrole. LOL.

Sem mais ;)

Anónimo disse...

Sou de Chaves, e estava a ver aqui uma receita de abóbora no purtatel do meu famigerado filho, e deparei-me com este blog, e sim tenho uma duvida:

O meu marido é impotente, e´já vai à mais de anoz que num sei o que é sexu, sou a maria da graça tenho 40 anos e tenho o pito descontrolado!!!

o Zé não põe em pé é o que é ! :( snif ...

A minha duvida é esta : Existe cura para Orgasmos voluntários ?
Agradecia resposta rápida que tenho o lume acesso. LOL.



Maria da Graça, AKA - WTF

Burning man disse...

sem dúvidas, só com curiosidades, o que, manifestamente, não tem cabimento por aqui. :)

Nomatraz das Moitas disse...

Sob pena de poder querer estar a passar por cima da dra. Abóbora (sem segundas intenções!!!) e de ela vir a desmentir-me, respondo eu próprio desde já ao Pensador, garantindo-lhe que tal não é possível, pelo facto de o dedo introduzido ser o indicador. Com o médio, a coisa poderia mudar de figura...