quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Livros

Estive à seca nos correios. Mas eles pensaram em tudo: puseram lá uns livrinhos e mais umas paneleirices para o pessoal comprar. Bem... em quase tudo: não pensaram numa maluca com uma máquina fotográfica... a tirar fotos à porra dos livros. Não sei porquê, mas cheira-me que o objectivo poderá não ser esse!

Havia todo o tipo de literatura: literatura esotérica e/ou mística, ou literatura da treta (este até era o mais porreirito e menos treta ligeiramente). Se o homem não tivesse morrido (ou, em "místico", partido para outro plano de existência) tinha-lhe recomendado um corte de cabelo e barba à la Herr Krippmeister (ou Swami Krippmeister) e o despedimento do consultor de imagem.



Literatura daltónica (estão... aquela rosa não é vermelha?):




E literatura fiel amigo!



E fiquei a saber o significado do meu nome. Mas não mostro! Mostro o do meu Guru (bem me parecia que era menino da mamã):



Entretanto fui atendida (mentira: fiquei com vergonha porque estava a dar mau aspecto e continuei a apanhar seca!).

24 comentários:

Krippmeister disse...

Olha que o Osho não vai lá com Gilette. Ele tá a precisar de uma tesoura de podar cebes.

rds disse...

ahahaha salvador da pátria

Anónimo disse...

aquela do bom senso foi boa!

Abobrinha disse...

O que é engraçado é que a parte do meu nome tinha alguma coisa de verdadeiro. Especialmente uma parte de amar ou odiar intensamente.

Mas é coincidência: o meu nome foi-me dado e não me moldou! Claro que se me chamassem Maria da Ambulância por ter nascido na ambulância (obrigada, mamã, por teres tido bom senso e me teres feito nascer em casa) ou Rosemere Lucineide... aí era capaz de alterar qualquer coisinha!

Neste momento há muitos Jorges na minha vida e a descrição serve em alguns. O pior é que, como tudo, não serve totalmente, pelo que estou a falar de pessoas tão diferentes como água e azeite. Por pequenos pormenores, curiosamente.

rds disse...

não ligue, deixe este odiar longe de vc, bjimmmm

rds disse...

Adorei o nome do Guru, bem estilo!!!!!

o meu não .. o meu não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Como o Osho está a fazer tijolo, há sempre a hipótese de retocar digitalmente a foto.

Achas que ia ficar bem, ou que no fim ia parecer o José Castelo Branco?

Abobrinha disse...

Raiodesol

Só os nomes públicos serão tornados públicos.

Podia ter procurado Bruno, Joana e outras, mas estava com vergonha porque as pessoas começavam a olhar. Isto é uma cidade pequena.

É curioso como as pessoas não têm a nocção da alma de uma artista : um dia destes fui ao Lidl e tirei umas fotos a umas coisas que ia pôr no blogue. Aproxima-se de mim por trás o guarda a dizer que não podia tirar fotos e que para aqui e que para acolá, e que de início nem era permitido tirar preços. Surpreende-me que permitam olhar para os produtos: pode estragar! Mania de se acharem superiores!

Tenho que reconhecer que, contra o que é costume em mim, fui desagradável com o homem, mas nem tanto por ele ter dito aquilo: está bom de ver que estava a tirar umas fotos a preservativos "fruity" para escrever uma badalhoquice ilustrada neste blogue.

O que me irritou foi o ar de comprometido dele e assim meio a rir, a dizer que não podia tirar fotos "do produto". Mesmo assim, não tinha nada que ter reagido mal.

De qualquer modo, ficaram sem badalhoquice e sem fotos porque eu apaguei as fotos à frente dele.

Estou a cair com o sono e amanhã tenho comboio cedíssimo... vou dormir... .... já não digo coisa com coisa... ... zzzzzzzzzzzzzzz zzzzzzzzzz zzzzzzzzzzz zzzz zzzzzzzzzz

Krippmeister disse...

Saca da net. O site do fabricante deve ter fotos dos modelos todos.

Krippmeister disse...

Já agora, não dês muita importância a essa coisa dos nomes. Bruno significa moreno, e eu sou cor-de-rosa de olhos verdes, portanto já tás a ver a exactidão da coisa...

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Cor de rosa??? Ah! Isso é por eu ser do Benfica??? Que querido!!!

Rosa com verde fica bem.

Amanhã à noite devo ser capaz de responder algo mais de jeito, mas agora só tenho 1/6 do cérebro acordado.

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Primeiro as fufas. É uma promessa!!! Mas tem que ser com tempo! Repito: ILUSTRADO!

Não te aflijas com essa do seres cor de rosa: ainda te dá mais ar de nenuco gigante... muita badalhoquice se podia dizer a partir daqui!!! Mas é melhor não!

Eu mesma este fim de semana me senti assim um bocado para o sabonete: tudo bronzeadão na Costa da Chafarrica e eu parecia um fantasma. Atenção que sou bem mais morena que tu, mas aquela gente estava preta. Brancos incluídos! E eu não sou racista (de todo): simplesmente sou branca. E odeio praia e demasiado calor!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Já que estamos em nomes, tenho uma pergunta que estou certa que NUNCA te fizeram: qual é a origem do teu apelido? É que eu sou tão convencional, tão normal, tão média que tenho uma certa atracção pelo exótico. E tens um apelido super exótico!

Com tranquilidade disse...

Abobrinha,

Conhecendo, como conheço, os ciúmes do Farfalho, não sei o que irá acontecer a si e ao krippmeister. Coisa boa, não é!

Lembre-se que o homem virá folgado depois de um mês de férias...

Abobrinha disse...

Com Tranquilidade

O Pharphalho e eu temos uma relação aberta. O que quer que isso queira dizer. O rufia do fiel amigo é que é mais chato. Além de tudo é má língua, mas eu gosto dele assim: tenho que me manter em forma, e assim dá para dar pau até cair!

Mas não acha o Krippmeister um querido e uma boa aquisição para o blogue??

Acho bem que o Pharphalho regresse em boa forma de férias: é assim que eu gosto dele. O problema é que... também começa o futebol... não haverá a possibilidade de o futebol tirar uma licença sabática????

Krippmeister disse...

Eu até fico bronzeado, mas preciso de umas semanas de praia valentes.

O apelido é alemão, mas aparentemente até na alemanha é invulgar.

Poooooois, essa do nenuco gigante tá mesmo a pedir... Já oiço o anónimo aos saltinhos. Já agora anónimo, escusas de pensar em fazer piadinhas acerca da careca. Eu sou o mais novo de 7 irmãos muito mais criativos que tu, portanto não vais inventar nada que eu já não tenha ouvido...

Abobrinha, é impressão minha ou tens uma catrefada de pretendentes a despejar ciumeira no teu blog? Tás em grande moça!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Sim, senhor, além de alemão (o que já é exótico para os meus padrões, que são tão tipicamente portuguesa que até enerva) és exótico na Alemanha e ainda és o lobisomem!! Sim, o 7º filho homem é o lobisomem! Eu sei isso porque... o meu pai é o lobisomem (tecnicamente não é exactamente o lobisomem, mas adiante! Não nos vamos prender em mariquices). Ao contrário do pai dele, só conseguiu meninas: duas. Uma saiu normal, mas não fui eu! 50% de eficácia não é mau! O que me "falta" em irmãos (mas não trocava a minha mana por ninguém) sobra-me em primos: tenho um montinho jeitoso deles.

Aposto que os teus 6 manos não sabem essa do lobisomem. O que (voltando ao tema da calvície) não deixa de ser no mínimo hilariante e irónico! Não te sentes assim um pouco diferente em dias de lua cheia??

Já agora, duas coisas que aparentemente não têm nada a ver: 1. falas alemão? 2. És canhoto?

E achas tu que o teu mano Miguel tem "uma catrefada de filhos"... pois...

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister, o lobisomem

Isso da ciumeira ainda não viste nada: no blogue de origem há cenas de fazer arrancar os cabelos (felizmente o meu Guru Jorge Fiel já não os tem para arrancar, por isso o prejuízo não é muito).

Aquilo agora anda muito parado, de férias e badalhoquice, mas... vamos pôr a coisa desta maneira: só falta um post com a palavra "mamas" no título! Há que esperar! De resto, entre sexo anal, o rabo da Sheryl Crow, secura vaginal, preliminares de minimamente 10 minutos e sexo na casa de banho... acho que não há muito mais para explorar!

Digo, não haveria se não fosse o Jorge Fiel um "idiota": tem frequentes overdoses de ideias. O que é curioso é que isso apega-se! Como qualquer doença ou moléstia! Toda a gente sabe que as ideias são perigosas!

Eu chego à conclusão que sou como o vinho do Porto: melhoro com a idade. Eu não era assim popular quando era adolescente, melhorei nos meus 20 e tal e agora atingi um pico. Quando tiver 70 anos estou a ver que tenho que fazer como a Carolina Salgado: pedir protecção policial!

Agora a sério: apesar do aspecto e das origens do mais vulgar (mesmo rasca!) possível neste país, tenho umas ideias meias malucas e um feitio que não é para todos. Daí que, naturalmente, demora a encontrar pessoas compatíveis e que me compreendam. E a lidar com as outras que não compreendem!

Dito isto, tenho que pensar no post das fufas (ilustrado!), que isto está muito sério. Tenho uma reputação a manter!

Krippmeister disse...

Não falo alemão. Com o 25 de abril a escola alemã deixou de ser À borlix e vai daí já não estudei lá. Cá em casa nunca se falou suficiente para eu e o irmão 2º mais novo aprendermos.

Quanto a ser canhoto... sou ocasionalmente mais ou menos pseudo semi canhoto. Eu explico:

Escrevo com a direita e desenho com a esquerda.
Como normalmente com os talheres, mas se só usar colher ou um garfo, como com a esquerda.
Faço a barba e o cabelo metade com cada mão.
Jogo Guitar Hero com a esquerda no braço e a direita nas cordas.
Sou esquerdino a jogar futebol e goofy no snowboard (pé direito à frente).
Uso o rato do computador na mão direita, mas a graphic tablet com a esquerda.
E assim por diante.

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Ena!! Essa de ser "ocasionalmente mais ou menos pseudo semi canhoto" ainda é mais exótico que ser só canhoto!!!

Eu também sou ambidextra a escrever: tenho uma letra tão má quando escrevo com a direita como quando escrevo com a esquerda. Também a jogar bilhar me "ajeito" tão bem com uma como com a outra. De resto sou dextra. Como toda a gente menos os exóticos.

Não percebi é como é que se escreve com uma mão e desenha com outra... mas parece-me bem! Exótico, de novo. Exótico é bom.

POde-se argumentar que se os teus pais se tivessem ficado pelos 2 filhos ou 3 não haveria problemas em frequentares a escola alemã. Dito isto, se os teus pais, os meus avós e os pais do Gabriel Garcia Marquez tivessem pensado assim, não existirias tu, eu e o Gabriel Garcia Marquez. Qualquer dos eventos uma tragédia para a humanidade. Ou qualquer coisa assim.

Pena não falares alemão. Entre outras coisas, safaste-te de casar comigo: ultrapassavas o meu limite crítico de coisas exóticas, o que te tornaria um bom partido.

E perguntas tu: mas eu não me lembro de ter concordado em casar com ninguém! Resposta: mas quem é que pediu a opinião???? Além disso, tu é que mencionaste que és um trintão solteiro!

Por esta altura estás a agradecer aos teus pais por não te terem ensinado alemão! Obviamente é uma língua traiçoeira!!! Ainda mais do que tinhas pensado!

Eu ainda entendo umas coisas de alemão (ainda hoje fiz uma encomenda de umas coisas à Alemanha): andei no Goethe Institut no Porto, onde conheci pessoas fantásticas e também exóticas à sua maneira (não pedi nenhum menino em casamento, ficas a saber). Cheguei a fazer o Zertifikat Deutsch e mais uns trocos, mas... porra de língua esquece-se imenso!

Agora é uma questão de tempo até me dedicar a rever o que já soube e muito bem. Eu sou boa a línguas (ooops... isto dá para a badalhoquice, ou é impressão minha???), pelo que voltarei a falar alemão em breve. E até tenho uma pronúncia fixe, como qualquer português que se preze. Estranhamente, ao contrário do que eu pensava, os brasileiros também costumam ter uma pronúncia muito certinha do alemão! Nada como o inglês! MAs só acrescentei estas duas últimas frases para desviar a coisa da badalhoquice.

Krippmeister disse...

Ok, eu vou dizer aos meus velhos que vou ficar solteiro á pala da sua forretice.

Isto de escrever com uma mão e desenhar com outra tem a sua piada. Até ao dia em que tens que fazer exames de geometria e passas a merda do exame todo a trocar a lapiseira de mão, tipo Marco Paulo pastilhado, porque a cada risco que se faz tem que se escrever pra lá umas letrinhas.

Esse final não deviou lá grande coisa... Fiquei retido na parte em que dizes ser boa de língua, ou lá o que é :-)

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Olha lá, podes sempre ir para o Goethe. Ou podemos negociar! Essas coisas são sempre um negócio, por isso devem ser tratados de maneira idêntica (incluindo condições de financiamento e desconto): os meus pais podem pagar-te um curso no Goethe como dote! Acho que eles estão com alguma vontade de se verem livres de mim! I wonder why!

Mas quem é que disse que era para desviar?

Essa do Marco Paulo pastilhado foi excelente!!! Mas tem um pequeno problema: porque é que não arranjaste duas canetas?

Uma vez que tens a minha idade, fizeste o famoso exame de Geometrial Analítica em que era preciso um "lápis grosso" para uma linha ser tangente a uma curva ou foste pela de desenho?

Krippmeister disse...

Na, a minha geometria é descritiva, é a do desenho.

Duas canetas não dá, porque preciso de uma mão para operar a regua e o esquadro, ou para rodar a folha.

Não preciso de aprender alemão, quando tenho a garganta inflamada e espectoração fico com uma pronúncia excelente!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Estás a perder qualidades: então desde quando é que garganta irritada e expectoração dão sotaque alemão??!

Olha que por essas e por outras já ofereci hoje um anel de noivado... lésbico... a outro homem... a quem não pedi casamente... mesmo porque é já casado e com filhos... e não quer nada comigo... é complicado! Se quiseres eu explico mais tarde!

A brincar que o digas, no G2 (o segundo semestre do nível básico) saia da aula com o céu da boca a doer por causa dos "ch", "sch" e outros que tais, muito pouco naturais numa primeira abordagem. E é capaz de se ter escapado um perdigoto por outro. E quando a professora colocou uma folha de paper à frente da boca de cada um de nós para nos convencer que o "h" não é mudo em alemão? Que saudades!

Mas continuo fascinada com o teu jeitinho para desenhar com uma mão e escrever com a outra: se te der um anel de noivado a dificuldade vai ser saber em que mão o colocar!