quinta-feira, 20 de março de 2008

Foi você que pediu um casaco com o nome de um campo de prisioneiros americano?

Declaração de interesses: eu gosto da Lanidor! Tem que ver com ser moda portuguesa. Tem que ver com ser moda portuguesa de qualidade, bom gosto e boa relação qualidade/preço. Tem qualquer coisa que ver com há um tempo uma moça que me atendeu ter dito "a senhora é muito bonita". Reparem na subtileza: não foi "bonita", mas "muito bonita" (por outro lado, "senhora" implica que já não engano ninguém ou que foi assim que a treinaram para responder, porque no Porto a regra é "menina"). Um outro pormenor: eu já tinha pago!!! Ou seja, não havia interesse em vender-me mais nada!

A Lanidor tem uma coleção muito gira, colorida e interessante este ano. Eu já comprei umas peças. Tem também um site, muito giro e prático, como podem ver aqui.

Ora recentemente fiquei a saber os dramas de um designer gráfico com um rabo assediável. Mas achei que o drama de um designer têxtil se resumiria a saber se beje é o novo preto, se lantejoulas fazem o rabo grande e se a modelo com ossos em vez de carne é capaz de fazer vender roupa feita para quem tem carne. Não sabia que se dedicava a chamar as coisas pelo nome!

Por outras palavras, sabia que a Julieta não tinha problemas com o nome do Romeu (não sei quê de uma rosa ter o mesmo cheiro se chamada outra coisa qualquer... o que é uma parvoíce, porque as rosas quase não cheiram). Mas eu tenho alguns problemas com o nome deste casaco.

O filho da mãe do casaco é giro, mas será que eu quero um casaco chamado Guantanamo?

Não tenho problemas com a camisola Ceuta. Mesmo porque é muito gira!


Não gosto da camisa Bayona. Não é o nome: é que roxo brilhante não fica bem em abóboras. Nem em courgetes... e estou tentada a dizer que em ninguém mesmo!


Mas por muito que goste de um casaco verde, não sei se consigo ter o casaco Guantanamo. O verdadeiro drama é que eu gosto da merda do casaco e ele ia ficar-me o máximo!

Quem terá sido o palerma que deu o nome do campo de prisioneiros americano a um casaco e ainda por cima foi pago para isso? Há cada uma!

8 comentários:

Anónimo disse...

ahahahahah! Dear... o verde é lindinho, mas , verde musgo fica assim meio pálido...
o lilás .. aquilo nao é lilas .. isso é roxo que feio .. lilás é suave, delicado primaveril....
bom, abraço

Abobrinha disse...

Anónimo

Lá está, foi o que eu disse: roxo.

Um pormenor que acrescentei há pouco ao texto em relação à observação da menina da Lanidor: eu já tinha pago!!! Ou seja, não havia interesse em vender-me mais nada!

Anónimo disse...

Isto dito à laia de Spot publicitário.

Camisa Bayona, quando se quer tapara a C*#$%.

Anónimo disse...

Gaba-te cesta! deves ser cá um bode! o que esta gentinha inventa!
além disso o teu gosto para a roupa, cá nojo! O casaco é mesmo a tótó! Tadinha

Krippmeister disse...

Pois, de têxteis não percebo nada. E tenho que dizer que já não estou muito assediável, a merda da apendicite vai-me obrigar a ficar na engorda durante mais uma ou duas semanas.

Abobrinha disse...

Anónimo 1

Acho que devias receber um convite da Lanidor para inventar nomes para peças de roupa.

Abobrinha disse...

Anónimo 2 e Herr K

As vossas observações e questões foram transferidas para o consultório sexual.

leprechaun disse...

Ah! É roupa a Lanidor... ó lindo amor!!! :)

Ora bem, essa mocinha do shopping tem bom gosto como eu... cuja fé cega me diz que és linda como o céu! :D

Mas toma atenção ao Vishnu conterrâneo, que nada do que eu digo se grava em rocha dura, mas só na areia ou pó de serradura! ;)

Humm... olha que o aparecimento do Leandro talvez até possa tornar mais provável essa ida até Braga, vou começar a mexer-me nesse sentido.

Mais logo dou notícias...

Rui leprechaun

(...bafientas sem malícia! :))