domingo, 30 de março de 2008

Respostas ao consultório sexual - semana 9

Meus caros

Sem mais demoras, cá vamos nós ao consultório sexual, semana 9.

Anónimo disse...

Tratando-se da semana 9, especto chegar a meio da proxima, para termos o numero certo e ver o que acontece

Seu indefectivel

Valetorno

28 de Março de 2008 10:04

Valetorno... não entendi!

Anónimo disse...

Abobrinha se tu és um rapaz.. apaixono-me..

29 de Março de 2008 2:48

Anónimo(a?)

É assim: o mais próximo de macho que eu fico é se usar uma coisa destas. Este tem a desvantagem de ser cor-de-rosa (pouco másculo), mas é um “2-strap harness with a multi-function dildo and an internal vibrating egg” (o que quer que isso seja, mas parece-me perigoso). O que é fantástico é que eu pensei que um strap-on dildo era uma coisa fácil, mas afinal tem muita sabedura, como podes ver aqui. Tens ainda o clone-a-willy aqui e aqui, mas não podes usar-me a mim como modelo.

Seja como for, ninguém me apanha a usar uma porra dessas: prefiro pedir um acessório original, com garantia de 10 anos no mínimo (dispenso viatura de substituição). Mas eu não tenho disso.

Em todo o caso não recomendo que ninguém se apaixone por quem não conhece. A Abobrinha é uma coisa, a pessoa por detrás da Abobrinha é mais e menos coisas. Tenta viver a vida real. Pode parecer menos excitante, mas na realidade é muito melhor.

Anónimo disse...

Dra.:

Ando às voltas com uma fantasia: ver a Fátima Lopes a namorar com a Fátima Lopes e depois meter-me pelo meio da coisa. Pensa que isso me poderá penalizar de alguma forma?

Seu

Alberto João

29 de Março de 2008 17:26

Alberto João

Isso não me parece uma fantasia, parece-me um pesadelo. Recomendo trocar a Fátima Lopes da televisão pela Luciana Abreu. Pode ser mais parolona, mas pelos vistos ganha mais e tem as mamas maiores (atenção que metade daquilo é silicone). E é mais loura. E pelos vistos as louras divertem-se mais (não sei porquê).

Penalisar? Não vejo em que é que uma fantasia sexual possa pensalisar seja quem for. Ou por outra, pode mas é se o marido de cada uma das Fátimas Lopes for maior que o Alberto João. Nessa altura é mesmo melhor a Luciana Abreu e outra mulher solteira.

Anónimo disse...

Doutora Abobrinha:

A minha namorada farta-se de se peidar quando estamos a foder..Peidinhos vaginais e peidóes anais!!!Verdes,malcheirosos,sufocantes...O que devo fazer????

29 de Março de 2008 17:35

Anónimo

Mmmm… verdes? Isso é espinafres a mais. Não tem mal nenhum, excepto o facto de andar de caganeira. Recomendo bananas, arroz integral e muita água. Para o problema do flato, uma alimentação mais rica em fibras ajuda. É poupar nas cebolas e alho, que dão mau odor. Há ainda na farmácia à venda pequenas cápsulas de carvão activado, que adsorve os gases e impede a sua libertação intempestiva.

Quanto à libertação súbita de ar por via vaginal, lamento informar-te que a culpa é tua, por estares a fazer mal as coisas e a introduzir ar a mais e teres jeito a menos. Digo eu que se ela aguenta com a tua falta de jeito, não fazes mais que a tua obrigação senão aguentar com esta situação. Mais que isso, se não fazes nada para melhorar a situação... quando tal estás mas é com saudades! Sim, porque ela irá procurar outras paragens! Põe-te a pau... por assim dizer!

Anónimo disse...

Dra.:

É de novo o Alberto João. Voltei mesmo agora a ter a mesma fantasia, só que, no meu lugar, meteu-se o comendador Berardo. O que pensa que isto pode significar?

29 de Março de 2008 19:22

Alberto João

Penso eu de que o comendador Berardo precisa de comprar uns óculos porque há melhor que um par de Fátimas Lopes. Tenho uma dúvida: a fantasia é ver o comendador Berardo no seu lugar e dar uma de voyeur ou ser o comendador Berardo?

Se é o primeiro caso, não desfazendo o comendador Berardo e o seu amoroso sotaque meio sul-africano meio madeirense, há fantasias melhores e com homens mais giros. Mas cada qual come do que quer. Se é o segundo caso, o preclaro Alberto João está claramente a fantasiar com a fortuna do comendador. Ou com esta obra de arte que é sua pertença.

Dra Abóbora:

Como é que a Dra. responderia à questão posta ao dr. Nuno Nodin, da PÚBLICA de hoje? Passo a transcrever:

Há pouco tempo, ao ter relações sexuais com a minha namorada, ela, sem avisar, introduziu um dedo no meu ânus. Apesar de ter ficado surpreendido e de não ter achado muita piada, o certo é que tive um orgasmo verdadeiramente explosivo. Porém, mesmo tendo vontade de repetir, não é algo com que me sinta muito confortável.

Não me parece coisa de homem pedir à namorada para meter o dedo em certos sítios. Quando era rapazola, tive umas brincadeiras com um vizinho, mas nada que envolvesse o meu rabiosque e pensava que essa fase já estava ultrapassada. Tenho motivos para me preocupar?
É que gostava de ter a opinião de dois especialistas...

Anónimoquesefarta

30 de Março de 2008 23:19

Anónimoquesefarta

Nota mental: começar a comprar o Público ao Domingo.

Ora bem, é tudo natural debaixo do sol, pelo que não há com que se preocupar. Depois, se ele teve um orgasmo explosivo, a namorada deu conta. E deu conta porque o provocou e ficou a sentir-se optimamente com isso. E aqui que ninguém nos ouve, se ela pôs lá o dedo, lá sabia o que fazia! E se ainda não repetiu a brincadeira é porque está à espera que ele tenha a lata de lho pedir. As gajas são lixadas e não facilitam nada!

Em todo o caso, parece-me uma prática saudável e de preparação para o inevitável exame à próstata que todo o homem saudável deverá fazer a dada altura. Se o homem está com dúvidas quanto à sua sexualidade, não deve tê-las! Homem que é homem pede o que gosta e entrega-se aos cuidados da namorada, porque tem com ela intimidade suficiente. Por isso ser inseguro é a verdadeira mariquice, não um dedo pela terra de ninguém acima.

Em último recurso recomendo uma coisa que pode prevenir problemas de saúde (e mal não faz): uma consulta a um urologista. Um com o dedo grosso! No limite, largar a namorada e começar a namorar uma urologista (será uma busca e tanto, porque há menos que poucas) e dar numa de hipocondríaco: oh filha, doi-me a próstata! Faz-me uma massagem, se fazes favor!

Só uma coisa: eu não sou especialista. Eu mando uns bitaites e não se aprende nada neste blogue. E ainda não tive tempo para dissecar o vídeo do R&B honesto e não gosto nada de ter posts em falta (mas ultimamente tenho que me habituar).

Um pequeno extra. Eu juro que pensei que a resposta era o epicentro de um terramoto!



Ora bem, uma semana relativamente participada. Gostei! Para a semana há mais!

2 comentários:

Abobrinha disse...

Acrescentei este parágrafo ao texto original, dado que aumentou seriamente o teor badalhocal da coisa.

"Em último recurso recomendo uma coisa que pode prevenir problemas de saúde (e mal não faz): uma consulta a um urologista. Um com o dedo grosso! No limite, largar a namorada e começar a namorar uma urologista (será uma busca e tanto, porque há menos que poucas) e dar numa de hipocondríaco: oh filha, doi-me a próstata! Faz-me uma massagem, se fazes favor!"

leprechaun disse...

Bah! Essa do terramoto é treta! :P

Mas então ainda não há perguntas para o próximo nº da dezena?!

Hummm... há pouco eu estava a pensar que o rosto é a expressão máxima de toda a beleza e erotismo humanos. O resto do corpo é um mero complemento, bem mas como na prática sou um mero asceta talvez esta opinião não seja inteiramente consensual.

So... do you agree or not? Ou seja, será mais sensual um rosto belo num corpo até disforme ou o contrário, um corpo perfeito mas num rosto desfeito?!

Bem, exagero só p'ra rima! Além do mais, hoje já há a cirurgia estética, logo tudo se pode aperfeiçoar... havendo dinheiro para pagar!

Anyway... agrada-me que sejas assim tão bela... but please!... aparece na janela!!! :)*