sexta-feira, 21 de março de 2008

Lembram-se da pior tentativa de engate da história?

A pior tentativa de engate da história foi relatada na primeira pessoa aqui, em mais um post sem um pingo de interesse e onde não se aprendeu a ponta de um corno, patrocinado por uma revista de decoração.

Hoje o pior engatador da história mudou o foco da atenção dele para outra moça, a ler outra revista. Chegou e dirigiu-se à moça:

- Está tudo bem?
- Sim - com cara de "vai-te matar, mas longe que é para não cheirar mal"

- Está a correr tudo bem com a tua vida, e tal?
- Tudo - com cara de "se quiseres eu dou-te boleia, não custa nada, é só ir ali vomitar e venho num instantinho"

- Então até já
- OK - com cara de "estes foram dos 10 segundos mais aborrecidos da minha vida, mas se quiseres eu ajudo-te a compar um carro para não precisares de boleia para a próxima"

Foi nesta altura que eu cheguei à conclusão que sou mal educada. Esta menina disse palavras inteiras (uma delas com mais de uma sílaba!) enquanto que eu só disse "Mm". Nem sequer "Mmmmm" (que sugeriria interesse), mas só "Mm".

A porra toda é que eu acho que o grunho só desistiu de mim porque entendeu (mal) que eu andaria com um tipo maior que ele. Há que reconhecer que é persistente!

Outra nota: não lhe perguntou pela revista! Ou seja, tem capacidade de aprendizagem.

A Abobrinha acredita numa abordagem científica e optimista das coisas. Daí que, depois de inserir todas as variáveis no "engatómetro" (persistência, inteligência, capacidade de aprendizagem, aspecto físico) e aferir tudo com o coeficiente de cagança (este conceito retirei à engenharia) chegou a uma estimativa realista da idade a que este moço conseguirá engatar alguém: 105.3 anos (e uns trocos)! Como se atrevem a rir? As pessoas vivem até cada vez mais tarde e o amor não escolhe idade... infelizmente, a falta de jeito também não...

4 comentários:

Bizarro disse...

a nao ser que o moço ganhe o euromilhões na proxima semana, aí todos estes padrões necessários para o engate passam a ser quantificados em euros. Volátil não é?

Bizarro disse...

Estive a ler melhor o que escrevi e pode ser mal entendido, vou explicar o que queria dizer.

O homem é gordo, 1000€ para uma lipoaspiração + 5000 euros para remoção de pele fica porreirinho.

É parolo, 5000€ por um bom fato, mais uns milhares para umas camisas e tal, e voilá...

É pouco inteligente, paga a alguem para lhe ensinar até ficar calado.

É feio, umas plasticas, maquilhagem, etc por 20000€ e resolve o problema...

Era isso que queria dizer, quando disse que um euro milhões resolve todos os problemas do engate, e que no fundo os engates não se deviam resumir a coisas que o dinheiro pode corrigir...

Abobrinha disse...

Bizarro

Nada é imutável. Como dizia o outro "todo o mundo é composto de mudança". Eu mudo todos os dias, mas há sempre algo que fica constante. Será possivelmente isso que me define.

Tens razão, o primeiro comentário parecia indicar que o valor comercial do tipo aumentaria com o dinheiro que ele ganharia. Acredito que sim, mas não para mim (não dessa maneira radical). E se a pessoa se faz valer pelo dinheiro que tem, sabe ao que se sujeita. Mas não há inocentes, e o dinheiro tem sempre alguma influência.

Em relação ao segundo comentário, o fulano até não é assim mal parecido de todo, mas tem um ar... simples! Pouco engatável, no fundo.

Possivelmente o defeito maior é mesmo não ter conversa e tentar meter conversa da maneira mais atamancada possível, o que faz adivinhar o pior na eventualidade de se sentar connosco e tentar desenvolver todas as ideia que brilhantemente expôs no pré-engate.

Daí que o euromilhões eventualmente tenha alguma influência no grau de engatabilidade, se eventualmente o guito for usado para se cultivar. Claro que os homens não têm paciência e o que se adivinharia que ele fizesse era qualquer coisa como comprar um carro com muitos burros... para lhe fazerem companhia!

leprechaun disse...

Nice!!! Creio que para mim, o aparelhómetro deve dar alguma futura e mui longínqua encarnação, não?! ;)

Espera lá! Quando encontrares o Adónis ou fores encontrada pelo Einstein, vais ter ainda tempo para vir aqui?! Bem, muito menos, pela certa...

Logo, é aproveitar enquanto há...

Rui leprechaun

(...e se pode colher o teu maná! :))