segunda-feira, 23 de julho de 2007

Dois gatinhos, uma flor e um par de crocs

O da esquerda é uma menina, magrinha e chata como a potassa. O da direita encontrei-o no Parque da Cidade (Porto city) e é gordo e fofinho. Dormia o sono dos justos e desconfio que só acordaria se a casa caísse abaixo. Tive um gatinho parecido com este e tenho saudades dele.






A flora do Parque da Cidade incluia este e outros nenúfares e vários pares de lamentáveis, perfeitamente escusados e autênticos crocs!

38 comentários:

Krippmeister disse...

Os gatos são fixes, o nenúfar está muito bem, mas esses sapatos são provavelmente os sapatos mais feios que ja vi até hoje...

ZumZumMataMoscas disse...

Aboborinha

Para ler sobre coisas chatas, já tenho o Expresso.

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister, mestre do design e da arte!!! Obrigada por concordares comigo!!!! Os sapatos são um horror!! Diga-se que não são meus: os meus têm muito estilo e salto alto!

rds disse...

ei, os gatinhos estão super lindos, e o nenúfar também........os crocs , taí um objeto que chega ao Brasil e me faz lembrar suas piadas.....
olha, de tão feios passarão a lindinhos!!!!

rds disse...

observando mais os crocs... o lilás tem pezinho de criança e o outro deve ser adulto.. bjim

rds disse...

OI, esqueci de escrever que existe um lindo quadro de Monet intitulado "Nenúfares".........

Krippmeister disse...

"Herr Krippmeister, mestre do design e da arte!!! Obrigada por concordares comigo!!!! Os sapatos são um horror!! Diga-se que não são meus: os meus têm muito estilo e salto alto!"

Salto alto? Ui! Sexy! :-) Felizmente estás no polo oposto dos crocs.
Só podia ser brasileira essa merda...

Joaninha disse...

Quem terá sido o infeliz que disse que isto era giro??? Para mim são uma praga horrivel que ainda por cima entrou na moda!!!!
Estou com a Aboborinha, cheios de estilo e com salto alto, agulha de preferencia!!

ZumZumMataMoscas disse...

Joaninha,

Junte-se aos bons e vote contra oos Crocs.

http://zumzummatamoscas.blogspot.com

rds disse...

hummm... tão merda quanto essa sua careca, cretino!

rds disse...

nem imagino quem te pariu!! mas só pode!!!

rds disse...

Joaninha, quisera usted , ter meu bom gosto ..

Abobrinha disse...

Raiodesol

Ambos os pés de croc são meninas adultas.

Controle-se: não me espante a freguesia! Especialmente quando são tão porreirinhos!

Eu também acho os crocs um horror! Eu que até consigo achar piada a algumas coisas tão feias que até metem dó... não consigo! É mais forte do que eu!

O nenúfar é lindo e fez as delícias da minha sobrinha. O gatinho também, mas desgraçadamente ela não lhes pode mexer porque tem uma alergia estranha a eles. Espero que passe com a idade.

Abobrinha disse...

Herr Kripmeister e Joaninha

Eu gosto de salto alto e nem consigo andar muito de salto raso (fica a doer-me a barriga da perna se andar muito). Além de tudo, sou assim para o taquinho: 1.60 m não é grande fartura, pelo que não me posso dar ao luxo de andar sem menos de 3-5 cm (ZumZum, controle-se!). Mas chego aos 8 cm na boa!

Mas tenho sempre que casar conforto e estilo. Além de tudo tenho um formato de pé que exclui muitos sapatos de que gosto (o defeito, estou em crer, é dos sapatos e não do pé). Mas consigo arranjar sapatos confortáveis e com estilo.

Saltos de agulha têm que ser muito estáveis, senão ainda malho. E isso não é sexy!

rds disse...

hum... menina, não me subverto por pouco ... precisa ser muiiito .
E viva o giro de 180 ! bjim

acho que não entendeu bem a sentença do seu Guru , por quem tenho imenso respeito..Todos diferentes e todos iguais.. e o ... Viva e deixe viver..
propague isso com seus amigos porreiros ...
ou vc é meio borracha?
tudo que fala a gente tem de apagar? hum bjim.

ZumZumMataMoscas disse...

Krippmeister

O seu "só podia ser brasileira essa merda" dá origem a muito más interpretações e a rds, que é brasileira e um amor de pessoa, sentiu-se ofendida.
Nunca a tinha visto tão passada dos carretos.

Componha lá a coisa..

Krippmeister disse...

tsc tsc tsc rds... A insultar-me a mim e à minha mãe por causa de uns chinelos fatelas inspirados num queijo suísso? Com tantas razões interessantes para me insultar...

No interesse de não manchar o blog da Abobrinha com as suas crises de menopausa, convido-a a insultar-me no meu blog. Vai ver que é divertido. Bjim

ZumZumMataMoscas disse...

rds

Vá lá insultar o rapaz para o blog dele, com um pouco de jeitinho ainda acabam amigos.

rds disse...

ö pimpolho,ahahah
minha mnopausa te arrasaria..ahahahaha
e olha não vou passar dos carretos.. já tinha até desculpado usted baby..veja os horarios,
porém bem se enxerga minha razão...
bye

rds disse...

e finalizando ... Krip..um tempo atrás , em um blog, atacaram com letrinhas a Dear... e muito... com essa de menopausa. q ela teclava do trabalho , aparecia uma pessoa que unicamente adorava e fazia o estilo de agressão gratuita sobre ela...
um NOJO.. aqui no nosso Brasil (!) , isso é asqueiroso..., ele pediu socorro... e realmente foi pior do q a merdinha escrita por vc.. bem hajam os fortes!!
aprendi isso acho que foi com Tranquilidade..
aprendo sempre , ainda na minha menopausa, vc ainda chega lá.. mesmo a tomar viagra!!! bem normal !!!! ahaha

Abobrinha disse...

Krippmeister e Raiodesol

Insultem-se aqui à vontade: eu não sou púdica nem apago comentários (os que estão apagados são repetições e spam). Além de que eu aqui posso controlá-los.

Raiodesol, podendo estar errada eu acho que compreendi que o Krippmeister não queria insultar o Brasil nem os brasileiros. Simplesmente ele tem um humor peculiar que pode dar azo a mal entendidos. Acontece-me o tempo todo, como já deu conta uma vez por outra.

Dito isto, não conheço o Krippmeister e ainda não discordamos (além de que ele pelos vistos tem olhos de gato, pelo que tem alguma tolerância), mas não partiria para o insultar como primeira abordagem. Possivelmente começaria por esclarecer o motivo do desentendimento.

E depois, se ele é pimpolho eu também sou, porque também sou colheita de 74 ;-)

Beijinhos e espero que o que quer que a tenha mordido passe rápido.

Krippmeister disse...

Acho que já não vou conseguir insultar mais, não percebi puto do que a rds escreveu...

A única coisa que deu para entender é que aparentemente tomar Viagra afecta a capacidade cognitiva.

joana disse...

Carissima RDS,

Quisera eu o quê??
Ter o seu que???
Minha cara, o gosto não se discute, se gosta desses mastronços faça o favor de os usar sempre e quando lhe apetecer. Os pés são seus!! A figurinha triste também é sua, divirta-se!!!

Aboborinha,

Então é cá das minhas que eu raramente uso salto razo, não pelas mesmas razões, a minha altura é bastante boazinha 1,70. Mas porque acho que faz umas pernas mais bonitas, porque os sapatos são geralmente mais bonitos e porque e esta parte não devia contar, Sou daquelas completamente doida por sapatos!!!

Abobrinha disse...

Joaninha

1.70 m?? Também quero! O problema é que aos 33 anos... crescer só se for para os lados! E não convém!

Gaja que é gaja é doida por malas e sapatos. As limitações que eu tinha até agora nas malas eram o preço e as vacas mortas. Ora eu ultrapassei esses dois obstáculos recentemente!

Nos sapatos tenho a sorte de ter acesso a lojas de fábrica! Quem pode, pode!!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Não sei o que o viagra faz às capacidades cognitivas, mas ouvi dizer que pode fazer maravilhas à recuperação do jet lag nos ratinhos.

Ou seja, um rato pode perfeitamente viajar daqui a San Francisco para uma reunião de trabalho ou uma convenção de ratos, voltar e estar em condições para comer uma rata ou outra por cima! Sem precisar de comer gelados. Ou noodles. Ou papaias. Ou...

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

O que é que de tão desastroso aconteceu na tua primeira vez?? Ora conta lá que eu não digo nada a ninguém!

Krippmeister disse...

Bem, não foi totalmente desastroso. A coisa até atingiu os objectivos pretendidos, foi é bué trapalhão.

Pensando bem o pior mesmo foi o meu primeiro amor, e consequentemente o primeiro engate. Digamos que acabou comigo a mandar uma tijolada acidental na moça. A partir daí a relação degradou-se de alguma forma...

Krippmeister disse...

Gajas...

Joaninha disse...

Aboborinha

Isso é que é sorte, sapatos a preço de fabrica!!!GRRR!!!!
Pois eu estou mais ou menos proibida pelo meu anjo de costas lindas de comprar mais sapatos, é que chegou ali aos 20 pares e ele começou a não gostar!!! Não sei porque, mas enfim, coisa de gajo!

Krippmeister,

O que é isso da tijolada???

Abobrinha disse...

Joaninha

20 pares? Moleza! É só "acidentalmente" partires o salto a um par deles ou reparar que eles estão meios velhos. Também há o truque de esconder alguns. Mentir aos pais não é pecado. Mentir aos maridos também não, se a causa for boa. E não é mentir: é omitir!!!

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Eu pensei que era maneirismo aí de Lisboa, mas afinal agora já me sinto à vontade para perguntar: o que é uma tijolada??? A tua casa tem uma qualidade de construção tão falheira que caiu um tijolo na moça???

Em relação a primeiras e segundas e terceiras vezes, fui ver a Lady Chatterley ao cinema. Amanhã ou depois vou colocar um post acerca do filme, porque foi absolutamente excelente. Se não viste, vai ver, que deve estar para sair do cinema.

Sou capaz de estar a repetir-me, mas recomendo o "short bus" (que creio já ter saído do cinema, mas aí em Lisboa é capaz de estar numa salita por outra mais alternativa). Não se pode é ir com qualquer um ver o filme. Mas é muito "educativo"... eze...

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

O primeiro amor, ao contrário do que reza a história não é o melhor ou o mais especial (ou pode ser, mas eu sou um bocado do contra).

Daí talvez seja eu que tendo a viver mais o momento, ou seja, não consigo comparar com olhar crítico: não consigo pensar em mais que um menino de cada vez.

Seja como for, estou com um bocado de sono a mais para desenvolver o assunto (só vim matar o vício!).

Krippmeister disse...

Bom a pedido do público eu explico a história da tijolada...

Isto foi na escola primária, tinha eu uns 7 anos. Estávamos numa visita de estudo e no jardim do mudeu do traje estava a turma toda reunida à volta da professora que explicava não sei o quê. Não sei porque eu estava a uns 10 metros de distância a dar chutos em tijolos partidos. Como vi o pessoal todu juntinho distraído a ouvir a prof, achei que seria divertido chutar um caco de tijolo lá pró meio para ver o que acontecia. Mandei uma biqueirada na bolacha de tijolo que saiu a voar rente ao chão e se perdeu para lá entre a molhada. Imediatamente a seguir, oiço um grito e eis que sai a minha amada a coxear, com um buraco na canela e sangue por todo o lado.

Estranhamente não fui convidado para a festa de anos na semana seguinte...

Joaninha disse...

É lindo!!!
Só tu Krippmeister!!!
hahahahahahaha!

Joaninha disse...

Aboborinha,
Eu até parto uns saltos e invento desculpas esfarrapadas, mas ele diz que é uma questão de espaço, mais de 20 já não cabem no armario. É indecente.

Por falar em partir saltos, há lá coisa mais irritante para uma mulher do que a porcaria dos passeios em calçada á portuguesa?
É cada tiro cada melro, passo a vida a por capas nos saltos, sorte tem o pessoal do norte, que não tem passeios em pedrinha de calcario aos altos e baixos, aquilo a que eu chamo assassino de senhoras elegantes! :)

Abobrinha disse...

Joaninha

Eu não ando de saltos de agulha só por falta de equilíbrio garantido: também temos calçada portuguesa irregular ou pior. Em relação ao Porto / Lisboa (e fazendo a ressalva que Lisboa é bem maior), a última é menos irregular.

Digamos que um dia destes desci a rua dos Clérigos de salto de 8 cm... parecia uma aleijadinha!

Joaninha disse...

Aboborinha,

Eu cá habituei-me aos saltos agulha/finos e agora já não torço os pés. Mas acontece-me com muuuuuita frequencia ficar com os saltos presos entre as pedrinhas o que é um inferno!!
Quando voltar de férias ponho umas fotos dos meus sapatos preferidos do blog, assim podemos trocar ideias!

BJS

Abobrinha disse...

Herr Krippmeister

Devo confessar que estava já embalada pelo tom de badalhoquice dos últimos posts e estava à espera de qualquer coisa mais substancial e sumarento.

Dito isto, teve imensa piada, como é óbvio. Mas que falta de jeitinho! Começo a achar que a tua primeira trancada deve ter sido o máximo precisamente pela atrapalhação. Voltarei à antena a esse respeito quando eventualmente escrever o resumo da Lady Chatterley.

Não chores: a palerma devia ter-te convidado para o aniversário.