domingo, 8 de julho de 2007

Falta de tempo

Meninos e meninas

Tenho andado com falta de tempo (ou solicitações a mais) para responder e actualizar o blogue. Podia responder à pressa, mas não sou muito adepta de rapidinhas. E os vossos comentários merecem mais. Prometo voltar à antena com toda a atenção que os preclaros merecem.

9 comentários:

ZumZumMataMoscas disse...

Aboborinha,

Por vezes uma rapidinha vale bem a pena e sai bastante mehor do que o esperado.

rds disse...

oi,
como está?
me parece um pouco ácida.....
e pior .. me parece q sempre aborrecida comigo!!!??


ando a ficar preocupada e com mania de perseguição.:)
e na semana de lua cheia .. conte o que fez!

rds disse...

continuando,
o que é wasap???
poderia lhe fazer muitas perguntas, mas... do que tanto me avisa?
agora nesta epoca tem muita gente aqui em casa, e também não tenho muito tempo , bjim ..

rds disse...

:p

patetinha!

Abobrinha disse...

Raiodesol

Eu, aborrecida consigo? Não, mulher! Com toda a amizade e sem maldade, você tem é que melhorar a sua capacidade de expressão, porque por vezes parece que pensa muito mais rápido do que aquilo que fala. E... nem sempre se entende!

Dito isto, todos estamos sujeitos a ser mal entendidos! Daí a importância do diálogo.

O Wazaaap é a transcrição fonética de "what's up". Ouvi isto pela primeira vez no "Scary movie" e acho uma expressão deliciosa.

Pergunte SEMPRE que tenha dúvidas, mulher: a falar é que a gente se entende!

rds disse...

taí, de quando em vez a dileta amiga escorrega que vai longe....ou longe vai..
fala? eu?
mal escrevo...
mas tenho tempo, para respirar um pouco, nao sou de ferro também.
leu a coluna da Ines, lindinha nao? cançoes e poemas..
como aguenta nao ser um pouquinho romantica?? ah ! te vi romantica aqui um dia .........sim!
com o sapo por encantar!!!!!!!!!!!!!!ahahahahahah!
bjim.

Abobrinha disse...

Raiodesol

É disto que eu falo: não entendi! Que coluna de que Inês? Escorreguei onde?

O romantismo é relativo. Eu não sou azeda nem ácida todos os dias nem em todas as ocasiões. Simplesmente as manifestações excessivas de afecto em público fazem-me desconfiar que serão fachada. E eu odeio falsidades. E, simplesmente, não é o meu estilo.

O meu estilo, e o que me faz relaxar e baixar a guarda é mais o humor e a honestidade. E retribuo! COmo já disse uma vez, eu quero (quase) tudo, mas dou tudo também! Isso é uma forma de romantismo! Ou melhor, amor! Que ainda é melhor, porque é um estado permanente e não uma acção isolada!

rds disse...

oi, entendi.
Mas o Farfalho anda todo atrapalhado com os gêneros, sabe de uma coisa: deixa prá lá.
Também não gosto de falsidades, mas nunca estamos a salvo sempre.
abraço,

Anónimo disse...

Por esta é que o maltês não esperava.
Atrapalhado por via do género.
rds, deixa lá uma talisga (greta)para eu bispar (ver melhor.
....f. de Farfalho