domingo, 1 de julho de 2007

Novidades, disparates e livros - secção disparates

Boa noite meus lindos

Voltei de Lisboa, onde se estava bastante bem e quentinho, e deu para fazer umas comprinhas! Trouxe novidade, disparates e livros! Bem, novidades não trouxe. Ou por outra, trouxe, mas não é com vocês porque não me conhecem. Fiquemo-nos pelos disparates e livros. Tudo em fotos! E tenho também fotos da exposição da colecção Berardo. As verdadeiras obras de arte!

Os disparates são fotos que tirei de coisas que contadas não eram credíveis e seguem abaixo deste texto. Os livros são o meu equivalente da categoria do blogue do Pacheco Pereira (aka Abrupto) intitulada "bibliofilia - grandes capas".

Como temos a mesma inicial para o alter ego virtual, achei que também podia colar-me ao homem. Mas para ser original vou alterar para "um livro para cada ocasião - grandes títulos". Ou seja, estão a ver o Pacheco Pereira? Não tem nada a ver: é uma coisa completamente diferente.

As fotos dos livros foram tiradas essencialmente numa feira do livro (fiquei com os dedos todos sujos de pó!) em que estava à espera que me pusessem de lá para fora por estar a fotografar mas não comprar livros. Mas aquilo é boa gente. Ou o patrão não estava!

Os livros dividem-se essencialmente em 5 grandes categorias. A saber: badalhoquices, para o Guru, livro prático e título parvo. Depois há meia dúzia de categorias avulsas. As imagens vão ser colocadas irregularmente, conforme me der na moina, alternando possivelmente com as obras de arte da colecção Berardo. É que são muitos!!!

Seguem 3 disparates: um menu de um restaurante japonês, uma paragem de comboio com nome óbvio (estava a janela molhada, sorry) e um restaurante chinês onde não sei se entrarei um dia. Tanto pelo nome como pela quantidade de cagadelas de pássaro na placa!




Digam coisas!!!

5 comentários:

annita disse...

Magri, amiga, com que então por Lisboa e não me visitou.
Foi visitar a exposição Berardo ao CCB? Não se deve poder tirar fotografias, pois não?
E em que feira do livro tirou estas fotografias? Na feira do Livro Bizarro? Ou foi na Feira do LIvro de Verão, na estação do Oriente?
Então e não foi ver o Ricky Martin?
Conte coisas!

annita disse...

No Louvre, também, não se pode tirar fotografias e eu tirei uma à Mona Lisa, "infiltrei-me" no meio dos japoneses, que não respeitam normas nenhumas.
Tipo coisas à "chica esperta", que eu tanto critico, mas às vezes dá jeito ...

Abobrinha disse...

Annita

Estranhamente deixam tirar fotos! Eu sei porque pensei que tinha que deixar a máquina por causa disso, mas disseram-me para tirar fotos à vontade. Desde que seja sem flash não tem problema. E ainda dão um pin igual ao do Berardo!!!

Hei-de colocar aqui algumas fotos, mas gradualmente porque tenho imensas e estou com alguma falta de tempo (e de paciência também).

Não fui ver ninguém porque foi mais ou menos uma visita de médico e tinha que estar com um amigo. Não fui ver o Ricky Martin nem a FIA (na FIL), que até me apetecia, mas não estavam na minha lista de prioridades. Mas o Berardo vale a pena. E olhe que eu não sou grande apreciadora de arte moderna!

A Feira do livro foi na costa da Caparica onde também encontrei arte no último sítio onde estava à espera. Parece que afinal não são tão javarda em relação à arte como pensava: ainda sei reconhecer beleza quando a vejo!

Vá aparecendo, que estes dias vou colocar muitas actualizações.

Milt disse...

Coisas, muitas coisas.

Abobrinha disse...

Milt

Resmas de coisas!!!

Porquê um beco sem saída no seu blogue? Espero que seja uma imagem, não um estado de espírito!