segunda-feira, 16 de março de 2009

Para quem tinha ilusões de que estas cenas de frases de filmes tinha fins filosóficos

O Danny Boyle foi muito falado no Abobrinha a semana passada, por causa do "Quem quer ser milionário". Desta vez lembrei-me dele por causa do Trainspotting (filme que estreou no longínquo ano de 1996). Podem encontrar citações do filme aqui, mas só funciona se tiverem visto o filme 20 vezes no mínimo (como eu) e conseguirem recriar aquele sotaque escocês que não é bem o do Sean Connery (este último já me enerva um bocado).


Este é a frase que me lembrei em resposta ao Sadeek, que tinha a ilusão de que estas cenas dos filmes tinham fins filosóficos. E a frase é:

"I am no longer constipated"

Fiquei a saber nesse filme que a heroína provocava prisão de ventre. Sendo assim, não entendo que tanto prazer possa dar, porque não estou a ver coisa mais desconfortável que estar "entupida". Aposto que a malta das "comixões" de luta contra a droga não se lembrou deste argumento contra o vício: jovem, não te drogues porque causa prisão de ventre!

E é um argumento de peso: toda a gente sabe que um gajo não cagar com a frequência que deve leva a que aumente de peso, tenha um ar desconfortável, a pele macilenta e cheire mal da boca. Fora isso, passa tempo a mais na cagadeira, tempo que podia perfeitamente estar a usar para outras coisas mais úteis como blogar, por exemplo!

Ah, e tal, e o look heroin chic? O look heroin chic foi só uma manobra publicitária (e enganosa) dos carteis de droga, que estavam em crise e queriam aumentar as vendas. Na realidade, os agarrados na heroína são gordos que nem lontras e arrastam atrás de si rolos de papel higiénico para quando a aflição aperta (isso e agulhas).
Pá, há quem faça descontos e há quem faça publicidade. Mas negócios são negócios, mesmo quando o negócio é droga! E toda a gente, de uma maneira ou de outra, vive de vendas, pelo que há que as promover! Se bem que muitos drogados tenham realmente um ar doente e magro demais porque estão tão incomodados com a prisão de ventre que acabam por não comer que é para não terem que passar horas na casa de banho! Sobretudo porque nem o Expresso acaba por ter leitura que chegue para tanto tempo. Nem com suplementos! E limpar o rabo ao jornal... arranha! Mesmo sendo a leitura suave do Expresso!

Jovem, se estás no limbo... não te drogues!

Só o Danny Boyle é que ousou desafiar esse estado de coisas ao fazer o Trainspotting. A frase mais importante do filme inteiro é mesmo essa: "I am no longer constipated". A libertação do intestino como metáfora para a libertação das drogas... profundo! Não tão profundo como a cena do mergulho na sanita da casa de banho escocesa, mas profundo de qualquer modo! Porque as drogas... são uma merda!


E este é capaz de ser o post mais parvo que escrevi. Mas pronto, apeteceu-me!

16 comentários:

Eu mesma! disse...

lol!!!!!!!!!

nem consigo comentar!!!!!!!!

Bruno Fehr disse...

Heroína? A droga da moda para redução de peso é Cocaína que não causa dependência física nem necessita de se injectada.

Caranguejo disse...

já somos dois nem sei que comentar :)

Beijo

PAULO LONTRO disse...

Este post não é nada parvo.
Digamos que é um post de merda... (sorry, com merda ou melhor é um post constipated...)
:) ;)

Storyteller disse...

Errrrrrrrrrrrrr! Pois... a miúda mais limpa do Mundo não tem comentários a fazer. Excepto... eu adoro o «Trainspotting».

VCosta disse...

É um bom argumento sim, mas pode sempre combater essa prisão aumentando a quantidade de "Activias" por dia!!! hehehe

Abobrinha disse...

Eu Mesma e Caranguejo

Espero que o motivo seja mesmo porque vos apeteceu ir à casa de banho. Daí se depreenderia que não têm problemas com heroína!

Abobrinha disse...

Bruno

A cocaína não causa dependência física? Só podes estar a brincar! Não só causa dependência física como psicológica! Afinal... é uma droga! Até grande parte dos medicamentos causa dependência!

A cocaína foi o primeiro anestésico local e muitos anestésicos ainda hoje são quimicamente "primos" dessa senhora. Deixou de se usar tão massivamente porque de facto causava dependência (e apareceram outras coisas)!

Quanto à perda de peso, em moda vale tudo. Mas o termo é heroin chic e não cocaine chic (não fui eu que o inventei!). A cocaína não dá aquele ar alucinado, mas sim uma sociabilidade muito desejável para certas pessoas em certos círculos. Tanto quanto sei, a heroína dá um prazer tal que... a pessoa fica sem querer saber sequer! Daí aquele visual cool e de drogado mesmo!

Abobrinha disse...

Paulo

É o verdadeiro post de merda. As drogas são uma merda!

Abobrinha disse...

Storyteller

Adoras o Trainspotting??? VEM A MEUS BRAÇOS!!!

Já agora, sabes o que é que faz um "trainspotter", não sabes?

Abobrinha disse...

VCosta

Mmmmm... olha que não... com a agravante que os drogados em heroína a dada algura ficam tão alienados que não querem saber de outra coisa que não na próxima dose e como a conseguir. Ou seja, glamour de merda! Uma das ideias mais parvas que os tipos do mundo da moda tiveram.

É que uma miúda magra ou extremamente magra é uma coisa, o ar de drogado é outra inteiramente diferente!

Storyteller disse...

Então não??? Embora eu seja mais Planespotter! Não sei se aí no Norte, perto do Sá Carneiro há, mas aqui é vê-los aos magotes em plena 2ª Circular! Com os seus belos binóculos e caderninhos nas mãos.

Sadeek disse...

Se "I am no longer constipated" não é uma cena filosófica então já não sei o que é filosofia...AHHAHA

Abobrinha disse...

Storyteller

Bem, um planespotter sempre tem um niquinho mais de dignidade que um trainspotter... mas o conceito é o mesmo: para que é que eu vou estar a ver a porra dos aviões quando a piada é mesmo viajar DENTRO deles?

Abobrinha disse...

Sadeek

É completamente filosófico: a pessoa liberta-se das grilhetas da prisão de ventre e fica disponível para pensar. Nem que saia merda! Mas sai! QUe é o oposto de não sair, percebes? É simplesmente brilhante!

Sadeek disse...

Não posso concordar. A filosofia não é um género de instrospecção!? E isso não supõe o contrário de sair?! Hein?!

Esclareça-me lá isso ó Drª... ;)