segunda-feira, 2 de março de 2009

A primeira vez

Ao contrário do que é costume neste blogue, vou direita ao assunto: foi a primeira vez que dei o endereço do meu blogue a um amigo "offline". Sim, aquele que eu torturei dizendo que tinha um blogue, mas era segredo e não lhe dizia qual era!

Porquê? Nas palavras da "Sexykiller": "a pergunta não é porquê, mas porque não"! Descansa, rapaz, que não estou a pensar cortar-te o pescoço com um facalhão, espetar-te com um gancho e pendurar-te do tecto ainda vivo... em princípio! Mas à cautela é melhor portares-te bem, porque de vez em quando dá-me assim uns vaipes e pode correr mal! (mentira)

A realidade é que, conforme disse um dia destes à Djinn, neste post dela, sou uma mulher simples e com uma visão simples da vida. Gosto das pessoas (muito), dedico-me a elas, sofro quando me magoam. Sofro demais! Não sou dissimulada, não finjo, não faço joguinhos. Isto vem a propósito de mentir na net: eu não minto! Simplesmente, dentro e fora do blogue eu não me mostro totalmente, o que não é a mesma coisa.

Porque é que mantenho este blogue em segredo então? Pelo mesmo motivo: porque não?! Falo de coisas que não quero que toda a gente que me conhece ao vivo e a cores leia, só porque seria como se partilhassem as minhas conversas no café e eu não quero isso. E a dada altura o blogue estava muito bolinha vermelha no cantinho (neste momento parece um convento, mas eu prometo que abadalhoco isto quando tiver inspiração) e isso pode sempre dar azo a más interpretações.

Eu sei que se eu quero manter as minhas conversas de café privadas posso abrir o blogue só a convidados, mas... não é isso que me apetece! Porque parte da piada deste blogue é descobrir e ser descoberta. E, de novo, é assim que eu sou offline: meto conversa com qualquer pessoa e ainda hoje tenho grandes amigos que fiz desse modo. E isto é uma indirecta (ou melhor, uma MUITO directa) a outro menino: moço, dá-te mais, arrisca mais, não te escondas, não tenhas medo! Sobretudo não tenhas medo de coisas que sabes serem uma parvoíce!

Ou seja, na realidade não tenho grande coisa a esconder. Simplesmente não queria que este canto fosse conhecido demais. E confio nesse menino. Porque ele me prometeu que não comentaria com o nick pelo qual é conhecido, de modo a que mais ninguém que nos conhece me poder encontrar. E porque é que confio nele? Porque sim! Benvindo ao Abobrinha!

61 comentários:

Storyteller disse...

Sendo assim, bem-vindo amigo do mundo real da Abobrinha!

Boop disse...

EWhehehe
Vamos ver se a abobrinha não espalha mais a noticia pelas ruas do Porto...

Olá amigo da abobrinha!

Tinta Permanente disse...

Há pessoas mais discretas que outras...mas a maior parte não é.
Bjs

Eu mesma! disse...

Olá!!!!!!

Desconhecido... bem vindo ao nosso mundinho!!!!

e se és amigo da Abobrinha.... és uma boa pessoa! Junrta-te a nós!!!!!

Quanto a tornares o teu bloggue algo pessoal eu compreendo pois tb penso da mesma forma....

nem todos os meus amigos e conhecidos sabem da existência deste bloggue... apenas açguns e tem sido momentos em que eu resolvo contar.. nem foi desde o inicio...

Porque?
Não é nada que me arrependa ou sequer que tenha vergonha apenas porque... é algo mesmo pessoal para mim e apenas deixo entrar conhecidos neste pedaço meu desconhecido quando.... efectivamente confio inteiramente nessas pessoas...

enfim...
uma postura como outra qualquer...

Jinhos

VCosta disse...

Do meu ainda ninguém sabe mas também estou no início...
Grande confiança = Amizade (ou algo mais... mas isto já sou eu a divagar - hehehehe!!!)

Abobrinha disse...

Boop

Nope, é uma informação absolutamente privilegiada que não é para espalhar.

Abobrinha disse...

Tinta

Interessa-me dar-me com a pequena parte. E manter-me escondida dos outros, que podem interpretar mal este espaço.

Abobrinha disse...

Eu Mesma

Lá está: é mais ou menos a minha postura.

E ele sabe que eu sou boa pessoa. Se não sabe, anda distraído.

Abobrinha disse...

VCosta

Nope. É mesmo só porque sim. Não há contrapartidas, não há segundas intenções. É mesmo só porque sim. Ou... porque não. Uma maneira de alguém conhecer mais um pouco de mim, se a tal estiver disposto. Mais nada!

Abobrinha disse...

E com isto tudo, o grande morcão ainda não veio espreitar a merda do blogue...

NI disse...

Às tantas já veio mas....disfarçado para não se dar a conhecer, ahahahahahah

Abobrinha disse...

Não, não veio.

VCosta disse...

"Uma maneira de alguém conhecer mais um pouco de mim, se a tal estiver disposto. Mais nada!"

Tudo bem... embora me parece que este "Mais nada!" esteja a mais...

Na boa ok?! O teu amigo que apareça por cá...

Beijoca.
Estou no ir "mulher nortenha"... (grande morcão...)

sessaoexperimental disse...

Compreendo-te perfeitamente...foi algo que cheguei a pensar...mas depois quando dei por mim....ja tinha dado o enderenço a duas ou tres pessoas amigas.....asneira..... :D

Eu mesma! disse...

pode ser timido Abobrinha...
já ter espreitado mas ter ficado intimidado com a quantidade de comentários à volta dele....

Caranguejo disse...

Compreendo te eu também penso assim em relação ao meu blog e ainda não disse a ninguém conhecido que o tinha, não porque minta porque eu assim como tu sou verdadeiro no meu blog e digo o que sinto e penso. Tenho conhecido muitas pessoas que embora não as conheça fisicamente identifico-me e vou ficando por perto as conhecer melhor foi assim que eu fiquei por aqui (podes te considerar com sorte….ou não :) )
Bem vindo amigo da abobrinha já sabes se te chibas ela corta-te o papo :P

Beijinhos

Storyteller disse...

Amigo do mundo real,
nós somos todos um pouco loucos, mas somos todos boas pessoas! Pelo menos eu, a Eu mesma, o VCosta, a Boop, A Tinta Permanente, a NI, a Caranguejo e todos os outros que contribuiram para o Papel Higiénico dos Namorados.

Eu mesma! disse...

Papel Higiénico dos Namorados. .... lindo! Amei!

Caranguejo disse...

Storyteller , Apenas uma correcção é o Caranguejo "Masculino" para evitar confusões...

Abobrinha tive a ler as características do teu signo ahahah lindo

Eu mesma! disse...

e as do meu caranguejo masculino?????

tb quero....

:(

Storyteller disse...

Caranguejo, desculpa o lapso, mas como não olhei para baixo da tua carapaça para verificar o tamanho e forma da tua braquiúra.
Como tal, mais uma vez peço-te desculpa!

Caranguejo disse...

pah não levem a mal foi só uma correcção :(

Abobrinha disse...

VCosta

Não está a mais não.


Calvin

Não é asneira nem deixa de ser: são só abordagens diferentes.


Eu Mesma

Tímido? Ui! Tem mais ou menos a minha timidez... percebes?


Caranguejo

Fica por aqui, que estás bem. E desenvolve o blogue conforme o que te for apetecendo. Nem que seja só pelo vício de comunicar.


Storyteller

... vocês são excelentes pessoas!

Storyteller disse...

Caranguejo,
não levei a mal.
Quis foi ter uma oportunidade de mostrar que tenho a mania que sei tudo e lancei o "braquiúra"!

Boop disse...

GRandes conversetas!
MAs afinal no tipo ainda não apareceu?????

Caranguejo disse...

Pois e antes de fazer perguntas estupidas (como, o que raio quer dizer "braquiúra" :) vou ao google..

Eu mesma! disse...

Caranguejo...
poupo-te o esforço porque tb já lá fui...

braquiúra não existe no google...
o mais parecido que aparece na Wikipedia é braquia...

e braquia significa....

um sinal diacrítico ( ˘ ), colocado sobre uma vogal originalmente para indicar que esta vogal é curta, em oposição ao mácron ( ¯ ) que indica vogais longas. Diferencia-se do caron ou háček ( ˇ ), que é anguloso e não redondo.um sinal diacrítico ( ˘ ), colocado sobre uma vogal originalmente para indicar que esta vogal é curta, em oposição ao mácron ( ¯ ) que indica vogais longas. Diferencia-se do caron ou háček ( ˇ ), que é anguloso e não redondo.

(não sei como te sentiste a ler isto mas eu.... menina que até tem um cursito superior... senti-me a pessoa mais burrita à face da terra.....)

(mas também me relembrei porque é que odiava gramática portuguesa!!!!!)

Caranguejo disse...

Bom o que eu fui arranjar, Storyteller tu que percebes claramente do assunto e palavras tuas “tenho a mania que sei tudo” elucidamos porque eu encontrei

“Braquiura (cauda reduzida) da família dos portunídeos. A principal característica externa na qual o diferencia dos demais decapodas, que reunem os siris e caranguejos”

Fiquei preocupado pela (cauda reduzida) confesso

E também encontrei

“Os caranguejos são os crustáceos da infra-ordem Brachyura”

O que também é parecido…

Agora como és mulher e como ser superior , certamente linda :) e com experiencia nestes assuntos mostra-nos a luz por favor.

Storyteller disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Storyteller disse...

Ora cá vamos nós...
Já viraram um caranguejo de patas para o ar? De certeza que repararam numa placa mais ou menos de forma triangular que cobre a zona das brãnquias. Essa placa é a denominada braquiúra (que dá origem ao nome da sub-ordem Brachyura, onde se inserem os caranguejos). Se a placa triangular for mais comprida e afilada, estamos na presença de um caranguejo; se for mais curta e alargada, estamos na presença de uma carangueja.
Vão, de certeza, passar a olhar para os caranguejos com outros olhos... também é válido para sapateiras, santolas, navalheiras e afins.
Agora, querem que eu fale sobre como diferenciar uma tartaruga macho de uma tartaruga fêmea, ou vocês sabem e não vale a pena?

Eu mesma! disse...

ai storyteller....
tantos admiradores e fans que tens...

adorei a tua descrição feita pelo caranguejo...

Agora como és mulher e como ser superior , certamente linda :)

(ainda bem que os homens já consideram as mulheres inteligentes como lindas.... agora sim.... já posso sair à rua!!!!!!)

Eu mesma! disse...

Por mim dispenso Storyteller....

aliás....
sempre que eu comer uma santola agora... irei sempre lembrar-me do teu comentário!

Storyteller disse...

Eu até já estou a corar...
Espera! Deve ser da febre!
Quanto à santola, da última vez que me lembrei das aulas de Zoologia Animal I, estive 3 anos sem tocar em moluscos!
Por isso, esquece o que te disse sobre a braquiúra e goza a santola!

Caranguejo disse...

Todas as mulheres são lindas Eu mesma incluindo vossa senhoria.

Afinal não andei muito longe obrigado pela explicação Storyteller , mas receio que quando tiver a comer caranguejos ou sapateiras me vou por a ver onde pára a placa triangular :)

beijos

Eu mesma! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eu mesma! disse...

ainda bem que eu não tive Zoologia Animal I na faculdade!!!!!!

:)

tive coisitas piores é um facto mas nada que me impedisse de comer santolas....

Caranguejo....
muito obrigado....

o menino é um querido :)

Eu mesma! disse...

eu cá andei perdida na gramática português.....

tadita de mim....

Storyteller disse...

Eu mesma,
Eu também não tive! O que tive foi Biologia Animal I. Pelos vistos, já não sei escrever...
Agora, a bela da santola ou da sapateira (já com a braquiúra retirada) acompanhada por um belo vinho branco gelado, num restaurante à beira-mar... isso é que é vida!

Eu mesma! disse...

eu estou de dieta....
ai....

parem lá de falar de comida que o meu jantar foi apenas um pratito de sopinha....

ai uma santola e um vinhozinho gelado que bem que ia....

nem precisava da esplanada... bastava um banquito de jardim mesmo!

Eu mesma! disse...

e já repararam que o amigo desconhecido da abobrinha ainda não apareceu??????

tadito....
ficou mesmo timido timido timido...:)

Storyteller disse...

Acho que o assustémos... Será?
Vou fazer um apelo: Amigo da Abobrinha, volta!
Já está.
Agora é aguardar a ver se faz efeito, qual injecção de penincilina na nádega direita e que ainda hoje dói que se farta e tem um hematoma do tamanho de uma uva daquelas Red Globe, bem grandes.

Caranguejo disse...

....com umas torradinhas para degustar o molho que na minha terra se chama mesmo "caca" e o tal vinhozinho...tinhamos o petisco já resolvido...

Eu mesma deixa a dieta pá, não cortes os prazes da vida.

Beijos

Eu mesma! disse...

caranguejo... esta assente!

quando o sol brilhar.... vou comer a bela da santola com as tostinhas!

nemm que depois va passar umas horitas ao ginasio!!!

Eu mesma! disse...

e storyteller....
que tal uma pomadita para a nadega?

se fosse um homem ja te estaria a recomendar algo muitooooooooooooooooooo diferente!

nao e caranguejo?

lol

Eu mesma! disse...

abobrinha.. onde andas tu?

volta mulher! estas perdoada!!!

lol

Eu mesma! disse...

abobrinha.. onde andas tu?

volta mulher! estas perdoada!!!

lol

Abobrinha disse...

Creeeeeeeeeeeeeeeeedo! Uma gaja ausenta-se para escrever um post de elevado teor badalhocal e vocês... vocês... bem, vocês também estiveram a fazer pela vida, pá!

Tenho que fazer um post sobre a braquiúra. Ou sobre a braquia... sempre posso argumentar qualquer coisa sobre ser boa a línguas...

Abobrinha disse...

Ah, e o meu amigo espreitou só, qual visita de médico.

Caranguejo disse...

Bom eu não queria tecer nenhum comentário sobre a nadega da Storyteller acabei de a “conhecer” que eu não sou moço de ir logo a fazer comentários sobre a nádega alheia :) .
Mas estou solidário que uma vez já tive de levar 3 e repetir uma nádega por isso estou contigo Storyteller.

Mas nada que umas mãos carinhosas que façam uma boa massagem não resolva.

Beijinhos

Abobrinha disse...

Caranguejo

Se tivesses apanhado com injecções de penicilina na nádega... acredita que não estarias aqui a oferecer massagens.

Já agora, just in case, dou-te a morada da Storyteller para poderes dar-lhe a massagem: Lisboa! Fácil, não? Não tem que enganar!

Eu mesma! disse...

boa noite abobrinha...

eu voto no post sobre a ggramatica linguistica portuguesa!

Eu mesma! disse...

boa noite abobrinha...

eu voto no post sobre a ggramatica linguistica portuguesa!

Eu mesma! disse...

bem caranguejo...

para quem nao queria falar das nadegas da menina storyteller ate estiveste bem!

Contudo....
acabaste de lhe oferecer uma massagem gratuita? Com maos carinhosas?

E que se a moda pega..... ai que estas lixado!

Ate eu fico com dorzita na bela da nadega!!!

Caranguejo disse...

Ora seja bem vinda Abobrinha...

Sempre quero ver se consegues fazer de um post sobre gramatica linguistica portuguesa ainda mais badalhoco que o ultimo que postas-te.

:)

Beijinhos

Abobrinha disse...

Caranguejo

Duvido. Mesmo porque fiquei na dúvida se me sinto confortável em postar coisas tão badalhocas... não sei... na volta foi uma fase que acabou e a que não devia voltar. Não sei: amanhã penso no assunto.

pinxexa disse...

Esta miuda está-se a passar não? Agora deu-lhe para ter a mania das "limpezas" nos posts?!
è que nem penses!

Para limpinho já basta o meu blogue (nem sempre)!

Volta Abobinha com as tuas deliciosas "doidices"...

beijooooooo

NI disse...

Está mais do que provado que a ausência desta cota contribui para o aumento de devaneios nocturnos.

Não é que a cota não goste de devaneios, longe disso. O problema é mesmo da Cabovisão que gosta de se armar em incompetente terceiro mundista e me retirou o acesso à net desde sexta-feira.

Esperam aí, isto já me cheira a censura e ainda não coloquei nenhum vegetal no meu blogue, apenas contribui para o papel higiénico dos namorados.

Mau...isto é perseguição!....

Abobrinha disse...

Pinxexa

Não te preocupes, que a doideira passou! Tenho pelo menos outro na forja, que só está à espera de inspiração para estourar com grau badalhocal!

Abobrinha disse...

NI

Mas tu fazes sempre falta, mulher!

Muda de fornecedor de internet. E daí... quer-me parecer que são todos mais ou menos iguais ao litro, por isso... never mind!

pensamentovadio disse...

Vim por recomendação da Salto ler o post do twiter k tá (melhor estão os 2) um espanto está de rir e mostra aque nível de parvalheira alguém pode chegar Boa caricatura.
Mas não resisti a comentar este. Fazes mt bem em não revelar a identidade, foi por perder a liberdade que tu falas, e gozo de me dar a conhecer e de deixar conhecer que o meu blog vai finar. Por isso acho que fazes mt bem em continuares uma "anónima" para muitos comentadores.
Parebéns pelo blog, gostei!

Abobrinha disse...

Pensamentovadio

Obrigada pela visita e pelo elogio. Hei-de ir espreitar o teu tasco. E também tenho que acabar a saga do twitter, que aquilo estava a prometer.

Não é drama nenhum fechar um blogue. Este já esteve para fechar algumas vezes, e qualquer dia será dia! Falhando tudo... abres outro, com outro nome ;)