sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Failing everything else, read the instructions

Isto é a maneira de pôr muita coisa a funcionar quando não é tão óbvio que até uma criança o faria.

O problema é... quando não há instruções!! Aí a pessoa fica encravada, não?

4 comentários:

Requiem disse...

Quando não há instruções (e muitas vezes quando há tambem) improvisa-se.

Costuma dar bom resultado...às vezes.

Nuno Coelho disse...

Já que Abobrinha também é cultura (dizem), deixo aqui um acrónimo a que a minha profissão (sim, sou informático, e ainda por cima dinossauro) faz frequente apelo: RTFM. Significa, Read The Manuals. A letra em falta é um mero reforço da exasperação de quem já tentou todas as possibilidades, menos a correcta, que vem em bold na página 3.

Abobrinha disse...

Requiem

Acredita que desta vez era capaz de da asneira. É que era mesmo numa coisa que eu não domino. Mas eu costumo se boa a improvisar.

Abobrinha disse...

Nuno

Quer-me parecer que este tasco é muito (e bem) frequentado por informáticos. O facto de seres dinossauro e não estares extinto (pelo menos não parece) só diz coisas boas de ti.

Gostei do RTFM! Abobrinha também é cultura!