sábado, 23 de agosto de 2008

Quando eu disse que aqui não se aprendia nada, era mesmo isso que eu queria dizer!

Os mais atentos hão-de ter reparado num quadradinho ao lado com uns dizeres que mudam de cada vez que se entra ou muda de post. É uma ferramenta que tem o nome muito acertado de "useless knowledge". É que eu sempre avisei que aqui não se aprende nada. Agora podem ter a certeza absoluta que não se aprende mesmo nada de jeito, o que não implica que não se perca tempo a ler este blogue na mesma! Espero que gostem tanto daquelas pequenas pérolas como eu.

Algumas pequenas pérolas:

"A rat can squeeze through an opening no larger than a dime."

É inútil, mas podem sempre fazer piadas com uma rata e um buraco minúsculo.

"In Peking, during the Middle Ages, one took revenge against one’s enemies by placing finely chopped tiger whiskers in their food. The whisker barbs would get caught in the victim’s digestive tract and cause sores and infections. Not even the earliest forms of Pepto Bismal helped!"

Não há dúvida que os chineses são lixados! Com a falta de tigres suponho que isto tenha deixado de ser um problema.

"A snake is capable of eating an animal 4 times larger than the width of its own head. Most varieties of snake can go an entire year without eating a single morsel of food"

Beeeeeem! Terá isto sido a inspiração para o filme "garganta funda"? Há mais casos reportados de animais que não comem nada nem ninguém durante um ano ou mais, por isso essa parte não é muito relevante.

"Koalas and humans are the only animals with unique finger-prints. Koala prints cannot be distinguished from human fingerprints. Luckily, few koalas pursue a life of crime."

Se deixarem de comer folhas de eucalipto e passarem a comer comida que lhes permita ser mais activos já não digo nada! Ou achas que aquela bolsinha é só para carregar os bebés? Não creio! A natureza sabe o que faz!

"Some sharks swim in a figure eight when frightened"

Pergunta: e o que é que assusta um tubarão? O Steven Spielberg? Mas já sabem o que fazer em caso de ataque de turarão: viram-se para ele e fazem uma careta assustadora!

"Marine mammals such as dolphins and whales manage to sleep without drowning, because only half their brain sleeps, while the other half stays awake and handles the breathing and swimming chores. The two hemispheres of their brains work totally independently. For 8 hours, the entire brain is awake. The left side then sleeps for 8 hours. When it wakes up, the right side sleeps for 8 hours. Thus, the marine mammals get 8 hours of sleep without ever having to stop physically."

Conheço pessoas que fazem isto! Eu mesma de vez em quando tento!


Confessem: não se aprende aqui nada, mas às vezes é divertido!

12 comentários:

Carol disse...

;)

Krippmeister disse...

"Most varieties of snake can go an entire year without eating a single morsel of food"

Portanto, se o meu inglês não me falha, estás a dizer que grande parte das cobras pode passar um ano inteiro sem comer morcela? Grande coisa...

Abobrinha disse...

Herr K

Estou a ver que estás apostado em destruir a fama deste tasco de que aqui não se aprende nada. É que, como podes ver aqui,

Pronunciation: \ˈmȯr-səl\

Function: noun

Etymology: Middle English, from Anglo-French, diminutive of mors bite, from Latin morsus, from mordēre to bite — more at mordant
Date: 14th century

1: a small piece of food : bite

2: a small quantity : fragment

3 a: a tasty dish b: something delectable and pleasing

4: a negligible person

Tenho que te explicar tudo! (Vou fingir que eu até sabia)

Ficas também a saber que:

"The swan is the only bird that has a penis."

... chama-lhe patinho feio, chama!

Já agora, e por falta de evidência experimental sobre blogar do outro mundo, assumo que sobreviveste à tua experiência de skydiving. Fico contente: és mais útil por estes lados que esborrachado algures no Alentejo ou Ribatejo!

Abobrinha disse...

Carol

O conhecimento até pode ser inútil, mas ao menos é divertido!

Joaninha disse...

Tás a ver sempre se aprende, eu não sabia de nada disto ;)

Beijos

Salto-Alto disse...

Eu confesso! ;p

Muito obrigada pela visita e pelo comentário! adorei conhecer o teu cantinho e adorei este texto! Beijocas enooooormes!!!

Nuno Coelho disse...

Afinal sempre aprendi qualquer coisa, e logo qualquer coisa sobre mim próprio: sou um mamífero marinho. É que o meu cérebro faz precisamente a mesma coisa. A cada momento, uma metade está a dormir, enquanto a outra vai passando pelas brasas. De oito em oito horas, trocam.

Abobrinha disse...

Joaninha

Andas doente ou sedenta de conhecimento! A única coisa que se aprende aqui é mesmo a ir para os blogues onde se aprende qualquer coisa! Mas gostei da tua maneira de pensar!

Abobrinha disse...

Salto-alto

Obrigada eu pela visita. Não sei se me continuarás a "falar" se eu te confessar que ontem antes de ir ao IKEA perder-me (ou encontrar-me?) troquei uns sapatinhos bamboleantes por umas sapatilhas horrorosas mas que me impediram de desenvolver instintos suicidas por dores nos pés.

Gaja que é gaja sofre, mas também gaja que é gaja aprende de uma vez para a outra, por isso estava num dilema. Mas Crocs... NUNCA!

Abobrinha disse...

Nuno

Estas acusações de que aqui se aprende alguma coisa têm que acabar! Eu sou uma raça mais avançada de mamífero marinho: sou capaz de andar e aparentar funcionar com todo o cérebro desligado!

Mas estou a ver que tenho que começar a fazer posts verdadeiramente parvos para que o pessoal não tenha a veleidade de pensar que se aprende alguma coisa aqui!

Salto-Alto disse...

Querida abrobrinha: gaja que é gaja sabe estar. Se se vai às compras, há que saber estar nessa ocasião também. Por isso, não se deve andar de tacãosinho a escolher decoração! eu sou adepta do calçado prático tanto quanto defendo o calçado confortável! Mas estou contigo: CROCS? NUNCA!!!! ;p

E eu vou voltar sempre aqui porque adoro o teu espaço! :)

BEIJOCAS!!!!

Salto-Alto disse...

Reformulando: eu sou adepta do calçado prático e confortável tanto quanto sou adepta do salto alto! (assim é que é!!)

Beijão ainda maior do que da última vez!