domingo, 14 de dezembro de 2008

Estado de espírito

Há coisa de quase 2 meses a Djinn colocou a música que me apetecia ouvir e sentir no blogue dela com a mensagem "porque me apetece". Nem de propósito, andava eu a pensar colocar essa mesma música (great minds think alike?)... mas nesse preciso momento o meu estado de espírito era diametralmente oposto a esse, pelo que não me parecia bem estar a colocá-la cá. Seria um fingimento e isso não sou eu. Senti-me, contudo, feliz por ela, mesmo porque é o tipo de pessoa que merece estar dessa maneira. É um estado de espírito a que se aspira e que se trabalha continuamente para que se instale e não nos fuja por entre os dedos quando a vida nos dá as sapatadas que a vida tem que dar (porque é mesmo assim a vida e as pessoas que dela fazem parte).

Quem mora num raio de uns 30 km de mim sabe que o tempo tem estado uma merda: céu cinzento, frio, é noite praticamente às 5 da tarde, a pessoa quase não tem vontade de ir para lado nenhum e (pior que tudo) há stress de Natal e canções natalícias por todo o lado. Isto são condições perfeitas para me pôr deprimida, mas... não estou. Aliás, estou tudo menos isso, apesar de logicamente dever estar mal (ou pelo menos, menos bem)!

O que se passa é que me sinto feliz e me sinto bem. Mesmo muito bem. Ontem disse mesmo a uma amiga "neste momento sou uma excelente companhia, estou muito positiva". E sinto isso. Disse-lhe isso porque o sentia, porque (nisso e outras coisas) não sou sou capaz de mentir nem de fingir. Fez-lhe bem ouvir isso, o que é só justo, porque ela me fez sentir bem em outras alturas. E porque ela é em parte responsável pelo meu bem-estar e sabe disso.

Olhei para a minha vida neste momento e não é perfeita: tenho coisas por resolver, não estou como me imaginava em vários aspectos, não estou própria para capa de revista, mas... sinto uma espécie de tranquilidade que se foi instalando sorrateiramente por uma série de coisas que fiz ou de que me afastei. Por estar bem comigo. Por viver o dia-a-dia com optimismo e esforçando-me para estar bem comigo mesma e com os outros.

Os momentos de lamechice que tenho partilhado convosco neste blogue têm sido normalmente momentos de excesso. Momentos em que tinha que libertar um pouco da dor que sentia para que não me doesse tanto. Hoje partilho um momento feliz. Feliz só porque sim. Feliz não porque venha de um qualquer momento avassalador, mas só de tranquilidade. Não um rio revolto e espumoso, com a fúria de chegar ao mar, mas um ribeiro de águas frescas que correm sem pressa, apreciando a paisagem até ao mesmo mar.

E partilho o meu estado de espírito sob a forma da música que queria ter colocado há mais tempo. O que não tinha há quase 2 meses (longe disso) e pelo qual tenho lutado. Quer sozinha quer com a companhia de verdadeiros amigos. De pessoas pelas quais vale a pena gastar gasóleo e telemóvel.



(O vídeo oficial e que eu prefiro está aqui, mas não dá para colocar)

... e para que não acabe assim lamechas, sim, parte da felicidade deve-se a ter apanhado o rapazinho de uma loja a praticamente enterrar os olhos no meu decote, ao mesmo tempo que fazia um ar apatetado! E fez ele bem: o que é bonito é para se ver! Espero ter contribuído para a felicidade dele!

7 comentários:

Eu mesma! disse...

acho que sim... estás com um excelente estado de espirito para fecho do ano!

tenho a certeza que se tu saires de 2008 feliz e contente... 2009 vai ser o teu ano!

com ou sem decote!

Eu mesma! disse...

e que tal a nova imagem?

achei que seria sugestido... estar a saltar para o futuro.... e tentar nao me afogar!

Bacardi disse...

Abobrinha:

Se calhar vim um pouco tarde, mas espero ter tido algum contributo para essa tua felicidade. Como tal espero que, como retribuição, te lembres de mim quando fores comprar prendas de natal. Ainda não tenho caçadeira, e já disse aos meus amigos para não me oferecerem nenhuma. Estou a contar contigo ;)

Fora de brincadeiras, fico muito contente por te sentires assim, bem-disposta e decotada. Tal como disse a Eu mesma, se entrares assim em 2009, certamente terás um excelente ano. E nós cá estaremos para te apoiar caso momentos maus surjam, e para partilhar contigo os momentos bons e as badalhoquisses que habitam os nossos cérebros ;)

Eu mesma

Gosto da nova imagem. Mudanças são quase sempre bem-vindas, e refrescarmos a nossa imagem é sempre algo bom. E digo-te o que disse à minha esposa (que me planeia trair): se achares que te estás a afogar, chama o pessoal. Entre amigos e o álcool que eles nos oferecem, tudo se resolve ;)

Abobrinha disse...

Eu mesma

Gosto MUITO MAIS dessa tua nova imagem. E digo o mesmo que o meu noivo: quando te sentires afogar, esperneia, grita e pede ajuda! A malta cá está para te pescar de volta!

Abobrinha disse...

Bacardi

Gostei do ênfase no "decotada"! Contribui para a minha boa disposição!

Claro que contribuiste para a minha boa disposição! O sonho de qualquer moça casar na casa de uma amiga... com uma caçadeira, uma menina das alianças prestes a encornar-nos e um rasto de sangue de uma matança de pais-natal... ...

E a caçadeira... está encomendada...

Abobrinha disse...

Só uma coisa: 2008 também foi o meu ano. Nestas alturas é que a pessoa põe as coisas em perspectiva e vê que também houve muita coisa boa. Mas 2009 pode ser e será muito melhor! Porque eu vou fazer por isso e tenho quem me ajude!

Eu mesma! disse...

Muito obrigado!

Então pessoal, toca a ir ao meu tasco e votar!