terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Programa para a passagem de ano: bacanal e drogas!

Ah pois! Eu não faço a coisa por menos! E pensavam vocês que eu era toda recatada e tal, fiel e não me metia em drogas? As pessoas enganam! Às vezes mesmo muito (eu que o diga!)!




Tinha eu planeado sair para o fim de ano e fazer e acontecer e tal quando recebo uma proposta a que não sei se posso dizer não: um bacanal, na minha própria cama, bem regado de bebidas e drogas!


Normalmente tenho por princípio que mais que duas criaturas numa cama (ou equivalente) é gente a mais. Se três é uma multidão, mais que isso ainda passa claramente ao absurdo e à falta de razoabilidade e alguém acaba por se aleijar! Um bacanal, portanto! Mas não só estou inclinada para fazer isso mesmo como a regar a coisa devidamente e drogar-me forte e feio.


Infelizmente o bacanal (a acontecer) será uma coisa imposta. E eu odeio que me imponham coisas e situações. Mas não sei se terei outra escolha que não passar a passagem de ano na cama, na companhia... de um monte de vírus que andei a evitar cuidadosamente e com sucesso. Até agora! Então e as bebidas e as drogas? Duuuh! Cházinho e paracetamol, como todas nós gostamos e usamos em bacanais destes! Eventualmente aspirina se me sentir suficientemente louca. E vamos ver se não preciso de antibióticos. É que não preciso de mais bichos na cama, mas os meus ouvidos parecem querer infeccionar. Lá está: detesto não ter escolha, mas parece-me que me vou lixar. Com "F" grande!


Isto não estava nos meus planos! A parte boa será ficar com tempo para responder aos comentários (isto está complicado!), mas... eu isso fazia noutra altura, pá!

Para não dizerem que não aprendem nada, diz a Wikipédia que um bacanal era uma festa de homenagem a Baco. Baco que era um pândego, como toda a gente sabe.


E ficam com um tal de Tiziano, que pelos vistos não tinha mais que fazer na vida que pintar bacanais. A isso eu chamo uma profissão!

21 comentários:

info-excluído@pessoa disse...

Só falta o rock'n roll. Quem sabe se se te puseres a abanar a pinha essa bicheza não morre toda.
Bom ano.

Tinta Permanente disse...

Grande pândega! Também estou livre das bactérias até agora. Se calhar vou ser a única...! aha ha
Trata-te, rapariga.
beijinhos, bom ano!

Joana Cabral disse...

Já passei por isso e digo-te esse bacanal é dificil e deixa mazelas por umas semaninhas :)

Salto-Alto disse...

LOL, que festa!

Espero sinceramente que fiques bem depressa!

Beijinhos!

Crest© disse...

E eu que vi logo aqui, com uma caneta e papel para apontar a morada...

Lança disse...

Eu matei os “bichos” em menos de 12h!!! Vê a receita no meu blog! ;D

Portanto… vou ter de arranjar outros para a passagem de ano… oh… que chatice! LOL

Eu mesma! disse...

Dou-te o mesmo conselho que dei à Bruxinha esta semana...

vai à farmácia e compra Griponal! Ficas logo boa para a passagem de ano!

Jinhos e as melhoras!!!

Abobrinha disse...

Info-excluído

É uma ideia! Aliás, é o que eu estou a pensar fazer para festa de fim de ano! Ou vai ou racha! .. ... .. famosas últimas palavras...

Abobrinha disse...

Tinta

Vamos ver se hoje lhes dou a atenção devida, a ver se deixam de ser ciumentos e me deixam ir amanhã para a boa/má vida. Isto ainda não correu muito mal... digo eu...

BOM ANO!!!

Abobrinha disse...

Joaninha

Ai já estiveste neste bacanal? Então tecnicamente... estivemos mais ou menos juntas na cama... ... beeeeeeeeem...

Abobrinha disse...

Crest

Mas a morada é a mesma do costume: aboborapequenina.blogspot.com! Onde não se aprende nada!

Mas gostei da tua maneira de pensar!

Abobrinha disse...

Lança

Vinho tinto? TU queres-me matar?

Cheira-me que os bichos em que estás a pensar serão mais interessantes... ... malandro!

Abobrinha disse...

Eu mesma

Não comprei Griponal, mas já me enfrasquei de paracetamol (genérico), chá e pastilhas para alívio da dor de garganta. Não me parece que tenha infecção, se bem que esteja com os ouvidos meios bloqueados. O que pode ser vantagem quando se está ao pé de algumas pessoas, não? ;)

Eu mesma! disse...

e já melhoraste miuda?

Crest© disse...

"Mas gostei da tua maneira de pensar!"

É uma maneira gira não é? Por vezes irrita-me :)

Bacardi disse...

Epá, eu já estava todo contente, pronto a fazer as malas para ir para o Porto participar nesse bacanal, e tu tinhas de falar em vírus. Opá, que turn-off!!! Eu já aqui com ideias e pensamentos menos próprios para serem apresentados em qualquer outro blog que não este, e tu afinal dizes que vais ficar de cama constipada. Devias ter vergonha por induzir as pessoas em erro desta maneira. Da próxima vez, meto-te um processo em tribunal por tentativa de burla. Agora já sei que amanha vou estar a noite toda a fantasiar com a versão de Baco do dito evento. Não há condições… :(

GATA disse...

GANDA MALUKA!
Com tanto bacanal e drogas não te esqueças de passar para 2009!
Ou a malta ainda tem que te ir buscar a 2008! :-)
Turrinhas!

Abobrinha disse...

Crest

Como tudo, a badalhoquice também tem que ter conta, peso e medida! Mas... tem que haver muita badalhoquice! Mais que não seja, porque de outro modo o mundo acaba, não é? ;)

Abobrinha disse...

Eu mesma

Olha... como dizia o outro: prognósticos só depois do fim do jogo! Digamos que fui trabalhar, vim pelo mesmo caminho e me estou a preparar para ir para a passagem de ano. Se amanhã por esta hora não tiver apanhado uma pneumonia, acho que correu bem!

Abobrinha disse...

Bacardi

Nitidamente não lês o meu blogue há muito tempo! A especialidade são títulos e textos enganadores! HAHA!

Por outro lado, agrada-me que o pessoal ainda não tenha desistido de ler algo realmente revelador!

Viva o Baco!

Abobrinha disse...

Gata

Como disse à Eu mesma, espero que a primeira coisa que tenha de 2009 não seja uma pneumonia... vamos lá ver!