terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Respostas ao consultório sexual, the sequel - Episódio 2

Meus caros, um pouco atrasada, mas cá vou eu com as respostas ao consultório sexual. Parece que esta semana as atenções se dividiram entre o meu casamento e ecornamento e o maravilhoso mundo do digital. Cá vão as respostas:

"Crest© disse...
Como foi o tempo entre o casamento e o encornamento. Aquilo a que se pode chamar os minutos de núpcias?
12 de Dezembro de 2008 2:02 "

Crest

Bem, eu tecnicamente ainda não casei. Isso será para o dia de Natal, em casa da NI. A NI vai ser o padre, o burro que pasta lá perto o sacristão e a menina das alianças... bem, a menina das alianças tem história!
O tempo entre o casamento e o encornamento possivelmente será ao contrário: é que eu é que encorajei o meu noivo a encornar-me, porque mora do lado certo da ponte. A saber: qualquer dos lados, desde que se atravesse. Ou seja, tanto pode ser norte como sul! Serei uma encornada precoce, porque gosto de ter poder de antecipação!
Dizias tu que era "fritice", mas não vejo em que é que difira de muitos casamentos convencionais. Mesmo a parte de eu não conhecer o meu noivo, sendo que a única diferença é que eu literalmente não o conheço! Alguns casamentos modernos beneficiariam do mesmo tipo de esquema. Entre outras coisas, podia ser que a excitação de se darem a conhecer se sobrepusesse à pressa de se separarem, o que protelaria mais uns meses o divórcio. Ou não.

Parece-me que estás a precisar de uma acçãozinha, por isso se quiseres estás convidado para o casamento! É que eu e o meu noivo planeamos um massacre de pais natal e precisamos de quem segure a NI. A menina das alianças não pode participar, mas só ver: há coisas que é mesmo só entre o casal! Mesmo com cornos! E há muitos cornos envolvidos: duas touras e um carneiro... só pode dar confusão!

"Krippmeister disse...
O encornamento foi com a madrinha pelo menos? Isso é que era aquele cliché.

Herr K
Achas-me capaz de um cliché? OK, não respondas! Não: é com a menina da alianças e fui eu que os encorajei. É para variar: normalmente o corno é o último a saber, mas assim ganho vantagem!

"Joaquim Simões disse... Casamento, encornamento. Senão não tinha graça nenhuma. Então para que é as pessoas teriam tido que inventar o mariage? Ou inventaram o futebol? Não foi para poderem negar que deram uma sarrafadazita no adversário e protestarem acaloradamente com o árbitro? Para porem um pouco de sal na vida, caramba! Pelo menos é o que elas acham...Boa gente, como dizia o Cesariny, mas (citando os versos de memória) "tão recomplicada, tão bielo-cosida que já consegue chorar, com certa sinceridade, lágrimas cem por cento hipócritas".(hoje nem eu próprio me aturo...!)De qualquer maneira, repetindo as perguntas que já foram aqui feitas: então e os minutos de núpcias? e o encornamento foi com a madrinha? E (esta agora é minha) no caso de ter sido mesmo com a madriha, ela por acaso já tinha sido madrinha de baptismo? É que isso é que era assunto!!

Joaquim

O nosso casamento é mais sólido que isso ainda e baseia-se em algo ainda mais forte que o futebol: baseia-se em querer mandar balázio em pais natal! Assim uma onda muito Tarantino! Que ambos apreciamos!
Mas sim, estamos já a trabalhar para um casamento-padrão, antecipando o encornamento e planeando-o devidamente!
Homem, destila para aqui, que nós aturamos-te!
"Sadeek disse...
E os quarentões sabem usar ratos decentemente ou nem por isso?! É que eu mais 10 anos chego lá e há que aproveitar o tempo que me resta...ou aprimorar a técnica..AHAHAHBEIJOOOOOOOOOOOOOS
12 de Dezembro de 2008 11:01 "

Os quarentões que sabem usar ratos em condições não me interessam, porque jogam na outra equipa. Agora estas "indicadoras de posição x-y"... não sei, diz-me tu se valem ! A de baixo não tem cauda mas rabo mesmo, não?

Mas olha que já alturas em que um home ou é homem ou é rato. Sendo que o rato também pode ser homem, se a isso se propuser.

Este estava noutro post:

"Sadeek disse...
Hellooooooooo ragazza....Isso fez-me levantar uma questão...se é rato...porque se usa o indicador na roda como se estivessemos a ... hummm?!? Não seria mesmo mais lógico chamar o dito de rata?! Hein?! E esta questão deveria ir para o consultório sexuele?!! ;)BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOO
10 de Dezembro de 2008 18:15 "

Tenho para mim que isso foram informáticos com pouco jeito para as gajas mas interesse em praticar que inventaram essa da rodinha. O que só é um problema se eles não fizeram um upgrade para um periférico feminino altamente interactivo e sensível ao toque. Nomeadamente o que estás a pensar.

Mas por acaso é um mistério porque em inglês é só "mouse". Ou seja, é tudo "it". Vai daí, alguns não entenderam que era na realidade uma fêmea e distraem-se a praticar a rodinha no género errado! Uma pobreza!

E agora uma reposta sem pergunda definida:

"Abobrinha disse...
Sadeek

O Sócrates é nosso amigo ao promover a literacia digital. Por acaso não reparei se os Magalhães tinham rato, touch pad ou... nipple... nipple é que era fixe, não? Acabavam as desculpas para os homens de uma vez por todas e aumentaria o número de mulheres (ahem) digitalmente independentes!Eu não gosto de ratos: uso sempre touch pad. Nipples tenho dois...
11 de Dezembro de 2008 11:33 "

E que deu origem a mais badalhoquice:

"Sadeek disse...
Não duvides que está a zelar por vocês...Agora, no conteúdo, qual é a diferença, no resultado, de se usar rato, touch pad ou nipples?!?! ;)

Desde que o homem saiba usar as coisas convenientemente no fim vai dar sempre uma mulher satisfeita... :P

E eu imaginava que tivesses dois...HAHAHAHABEIJOOOOOOOOS
11 de Dezembro de 2008 12:51 "

Tenho para mim que com o rato um gajo aperta com força demais (ênfase na mão, excessivamente viril, um pouco como um aperto de mão) e investe pouco no subtil toque com os dedos. O touchpad é muito sensual, mas o nipple é explícito demais. Isto ou a insatisfação pela existência de um só (contra dois que equipam de série a maioria das mulheres) fez com que o nipple praticamente se extinguisse do mundo dos computadores. Mas pronto, desde que o output seja satisfatório, tudo bem!

E pronto, é tudo de consultório sexual. Esta próxima semana vai ser temático... preparem-se...

9 comentários:

Crest© disse...

"E há muitos cornos envolvidos: duas touras e um carneiro... só pode dar confusão!"

Bem, se estou convidado, acrescenta aí mais um par de cornos, pois eu sou touro também :D

Sadeek disse...

Ponto 1 - mas porque é que os quarentões que sabem usar um rato devidamente hão-de jogar noutra equipa?!

Ponto 2 - Gosto do rato nº2...bonito design...

Ponto 3 - Com o rato o homem aperta com força demais?! Raio de homens conheces tu... :P
E sim...o touchpad pode ser muito sensual mas tenho para mim que aquilo geralmente tem área a mais, não? E já se sabe que um gajo tem tendência para se perder e depois não pergunta o caminho...e isso pode ser extremamente desagradável... :P

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOOOOOS

Abobrinha disse...

Crest

Uuuuuuuui! Estás definitivamente convidado! É para a desgraça, é para a desgraça!

Eu sabia que eras boa pessoa!

Abobrinha disse...

Sadeek

Ponto 1 - Por motivo absolutamente nenhum. OU melhor, porque me dava jeito para engatar na conversa do nipple e do touchpad!

Ponto 2 - Eu sabia que ias gostar!

Ponto 3 - Nem te conto! Se um gajo se perde... eu ajudo-o a encontrar o caminho!

Sadeek disse...

Ponto 1 - Ok...concordas então comigo que a coisa não se passa assim...

Ponto 2 - Claro que sabias... ;)

Ponto 3 - Coisa estupidamente tesuda de se fazer...fica sempre bem uma mulher "ensinar o caminho" a um gajo...uiiii....ó lá se fica...

Eu mesma! disse...

o encornamento foi com a menina das alianças!!!!!!

que mania de trocarem as gajas!!!!!

Mas isto é um casamento swing ou que?

Abobrinha disse...

Sadeek

Malandro ;)

Abobrinha disse...

Eu mesma

Tu não dês ideias! Pensando bem... dá!!!

Sadeek disse...

Malandro?! Tem dias...HAHAHA